Artigos? Envie para o email marcelopassossenador@gmail.com

Pesquisa Web

quarta-feira, 31 de julho de 2013

César Menotti e Fabiano se apresentam na casa de shows Wood's

Muito querida na capital mineira, a dupla César Menotti e Fabiano bate ponto em BH. Hoje à noite, os cantores  serão a atração de festa na casa de showsWood’s, que contará com o DJ Carlo Dee e outro duo sertanejo: Victor e Fabiano. A comemora o primeiro mês de funcionamento. A balada começa às 21h.

Ingressos femininos: de R$ 50 a R$ 90. Ingressos masculinos: de R$ 80 a R$ 130. Mesa para quatro pessoas: de R$ 350 a R$ 500. Lounge para 15 pessoas: R$ 1,8 mil. A casa fica na Alameda da Serra, 154, Nova Lima.Informações:www.woodsbar.com.br/belohorizonte

Baixa umidade e noites frias aumentam risco de doenças em animais

Gripe e cinomose estão entre as enfermidades mais oportunistas nesta época. Veja cuidados com o banho, passeio e saiba se as roupinhas são frescura A previsão do tempo indica que a temperatura mínima em Minas Gerais vai cair nos próximos dias. As chuvas ainda estão bem longe de se tornarem intensas. E a combinação de baixa umidade com temperatura menor à noite pode deixar os bichinhos de estimação mais suscetíveis a doenças. 

Entre as patologias mais comuns entre os cães estão a tosse dos canis (também conhecida por gripe canina, altamente contagiosa); e a cinomose, que tem taxa de letalidade próxima a 90%. Para os gatos, o problema mais disseminado é a rinotraqueíte.De acordo com Annelise Mitt, médica veterinária e coordenadora da MSD Saúde Animal para Minas Gerais, filhotes e animais idosos estão mais sujeitos aos problemas relacionados ao inverno. “Um ponto fundamental é a vacinação, pois as doenças respiratórias mais importantes - cinomose, gripe canina, traqueobronquite infecciosa, rinotraqueíte - podem ser prevenidas. Em alguns casos, a imunização pode ser feita de forma indolor por via intranasal”, explica.

Além da vacinação, que pode ser feita a partir da 3ª semana de vida do filhote, há outras dicas importantes: providenciar um local protegido do vento para o animal dormir; colocar roupas nos bichos de pelo curto; evitar os choques de temperatura e evitar passeios nos horários mais frios.

Mais Informações: 

Bebê de 6,1 kg nasce de parto normal na Alemanha

Uma mulher deu à luz bebê mais pesado da história da Alemanha. Com 6,1 kg, Jasleen foi concebida via parto normal em um hospital em Leipzig na segunda-feira (29). Mãe e filha passam bem.

Somente após o parto, detectou-se que mulher sofria de um caso não diagnosticado de diabetes gestacional, uma condição que normalmente ocorre ao redor da 24ª semana de gravidez e pode levar ao nascimento de bebês maiores do que o normal.
O bebê mais pesado do mundo nasceu no Canadá em 1879 com 10,7 kg, mas morreu 11 horas após o parto, de acordo com o Livro Guinness dos Recordes.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Vanderlei Luxemburgo é confirmado como novo técnico do Fluminense

Treinador estreia no Fluminense nesta quarta-feira, contra Cruzeiro, no Maracanã Após uma longa reunião na madrugada desta terça-feira, a diretoria do Fluminense escolheu o técnico Vanderlei Luxemburgo como substituto de Abel Braga. O treinador assinará contrato válido até o final deste ano e será apresentado após o treinamento, nas Laranjeiras.

O presidente Peter Siemsen, o vice de futebol Sandro Lima, o diretor-executivo Rodrigo Caetano e o mandatário da Unimed, patrocinadora do clube, Celso Barros, conversaram até as 4 horas desta terça – a dúvida era entre Luxemburgo e Ney Franco, demitido do São Paulo recentemente.

Barros preferia Luxemburgo, que tem mais experiência e títulos conquistados. Já Siemsen gostaria de Franco. No entanto, a vontade do patrocinador pesou e o mandatário tricolor conseguiu convencer a cúpula, ainda mais depois de Luxemburgo aceitar reduzir o salário pedido para cerca de R$ 300 mil.

Com ele, também chegam ao clube carioca o preparador físico Antônio Mello, que já trabalhou com Luxa em várias outras ocasiões, e o auxiliar Júnior Lopes, filho de Antônio Lopes, atualmente diretor de futebol do Atlético-PR – Júnior Lopes já teve experiência como efetivado do Duque de Caxias. 

A expectativa é a de que Luxemburgo, que deixou o Grêmio após eliminações no Campeonato Gaúcho e na Libertadores, comande o seu primeiro treinamento às 15 horas (de Brasília), estando à beira do campo do Maracanã, no jogo contra o Cruzeiro, nesta quarta, às 19h30.

Na tabela de classificação, o time é o 17º colocado, com nove pontos, e abre a zona de rebaixamento. Os tricolores ainda amargam quatro derrotas consecutivas na competição nacional, sequência negativa responsável pela demissão de Abel Braga.

Luxemburgo tem 61 anos de idade e um currículo recheado de troféus, com 11 do Estadual, cinco da Série A e um da Copa do Brasil, algo exaltado pelo site oficial do clube no anúncio da tarde desta terça. O comandante também tem passagens apagadas pela Seleção Brasileira e pelo Real Madrid.

Atlético é homenageado pelo governador Anastasia

Atleticano de coração, o governador de Minas fez um breve discurso parabenizando o Alvinegro e manifestou a torcida para que o Galo consiga também o título 
Mundial

FERNANDO ALMEIDA E GABRIELA PEDROSO
@SUPER_FC

Mais novo campeão da Copa Libertadores, o Atlético foi recebido com festa pelo governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, e por pouco mais de mil torcedores, nesta terça-feira, na Cidade Administrativa. A cerimônia realizada exclusivamente para homenagear o clube mineiro pela conquista continental contou com a presença da cúpula do governo do Estado, além da comissão técnica, dirigentes e, claro, jogadores do Galo.

“Queria dizer a todos que vocês foram mais do que heróis. Vocês levaram o nome de Minas para o mundo, a um patamar fundamental. E tenho certeza que a nossa vontade, meu caro Kalil, que é a sua, e a do conselho do Atlético, com o nosso presidente Emir Cadar, é de trazer, da belíssima Marrakech, da exótica Marrocos, o título de campeão do mundo”, parabenizou Anastasia.

Atleticano de coração, o governador ganhou uma medalha de campeão da Libertadores das mãos do capitão Réver e deixou claro que acompanhou passo a passo a sofrida caminhada do Atlético no torneio internacional.

“Como todos sabem sou atleticano e fiquei muito feliz. Vou guardar com carinho essa medalha, essa conquista tão histórica. A gente sofre, mas o sofrimento é bom. Fico feliz de ter acompanhado essa Libertadores de 2013, que como dizem, é o ‘Dois mil e Galo’”, comemorou o governador.

Em cima da sacada, ao lado da rampa do prédio Tiradentes, Antonio Anastasia e a delegação atleticana mostraram o troféu da Libertadores aos entusiasmados torcedores.  O capitão Réver foi um dos protagonistas da festa e o goleiro Victor foi chamado pelo próprio governador para levantar a taça de campeão.

“Acho que os grandes campeões estão aqui atrás. Eles que vão virar estátua na nossa mente, na nossa cabeça. Eles, essa comissão técnica e a diretoria que nos ajudou tanto. Esses caras foram muito bacanas conosco, nos deram essa alegria. A gente rege, tenta reger. É só virar para a torcida quando acaba o espetáculo para saber se o serviço foi bem feito”, finalizou.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Minas novamente mostra sua força: Atlético MG Campeão.

...


Novamente Minas Gerais prova sua grandeza pela força de seu povo e a paixão verdadeira dos mineiros, como sempre fora característica, na garra e na paixão, o Atlético MG se consagra campeão da Libertadores de 2013.

Superando todas as expectativas e vários comentaristas que falavam que o Galo era um cavalo paraguaio, mas ficou comprovado que não é apenas o eixo Rio-São Paulo segundo sua imprensa tem valor. E o Atlético provou que futebol se ganha em campo e não falando besteira como senhor Morça da Bandeirantes Paulista da vida e adjacentes.

Time todo esta de parabéns, mas uma pessoa que merece todos os créditos e reverencia, muito combatido que é o técnico Cuca, um ser humano fora de serie, também provou com trabalho serio a sua competência.

PARABÉNS ATLÉTICO MG CAMPEÃO DA LIBERTADORES 2013

...

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Vaticano critica oportunismo de Dilma

Plano frustrado – Na tentativa desesperada de escapar da crise que chacoalha o governo, a presidente Dilma Rousseff acrescentou mais uma derrota política ao seu currículo. Aproveitando a visita do papa Francisco para distrair a opinião pública, Dilma abusou do oportunismo ao pedir ao religioso apoio da Igreja Católica para projetos internacionais de combate à fome.

Trata-se de uma estratégia velha e conhecida, muito utilizada pelo então presidente Lula, agora um bem sucedido lobista de empreiteiras, para minimizar os efeitos colaterais dos escândalos de corrupção que marcaram seus dois governos.

A cúpula do Vaticano já descartou a possibilidade de aceitar o pedido da presidente, assim como não quer ver a Igreja Católica sendo utilizada como massa de manobra por um governo que está debaixo de sérias acusações e enfrenta uma incontestável crise de credibilidade.

A necessidade de colar sua imagem à popularidade crescente do papa Francisco levou Dilma a um ato impensado. A presidente enviou ao Vaticano uma carta em que pediu para que o papa transformasse sua vinda ao Brasil em viagem de chefe de Estado, o que, de acordo com o protocolo, o obrigaria a fazer escala em Brasília. Conhecedor das muitas artimanhas que impulsionam a política, o papa descartou de pronto o pedido de Dilma.

O papa Francisco está no Brasil como chefe da Igreja Católica e com o objetivo específico de participar da Jornada Mundial da Juventude, não para encontros políticos. Além disso, Jorge Mario Bergoglio, por sua trajetória, dificilmente se submeteria a uma armação partidária.

O viés meramente religioso da viagem papal ficou claro no posicionamento do pontífice, que não quer a presença de políticos durante a visita à favela Varginha, no Rio de Janeiro. “O contato é com o povo, e justamente com o povo mais esquecido pelos governantes”, declarou um representante do Vaticano ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

Morte de Dominguinhos

Mesmo sem nunca ter fumado, ele lutava contra um câncer de pulmão há sete anos; Dominguinhos faleceu nesta terça-feira, por volta das 18h, no Hospital Sírio-libanês O corpo do sanfoneiro, cantor e compositor José Domingos Moraes, o Dominguinhos, será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera, até às 16h desta quarta-feira (24).

Depois o corpo segue para a capital pernambucana, onde será sepultado, segundo informções da ex-esposa Guadalupe Mendonça. “O meu pai falava que tinha o desejo de ser enterrado na terra dele, Garanhuns”, contou ao Play Mauro Moraes, primogênito do músico. O horário e o local do enterro ainda são inertos e não foram divulgados.

Dominguinhos faleceu nesta terça-feira (23), por volta das 18h, no Hospital Sírio-libanês. Ele foi hospitalizado no dia 17 de dezembro do ano passado. Após sofrer várias paradas cardíacas, ele sofreu sérios danos neurológicos. Em estado de consciência mínima, com o coma sendo considerado irreversível, Dominguinhos sofreu várias infecções e problemas cardíacos. Com isso, ia e volta da UTI.

A última ida a UTI foi na segunda-feira (22). Ele voltou para o tratamento intensivo apenas dois dias depois de ter saído, já livre por conta de uma arritmia e uma infecção urinária. No mesmo dia, os médicos detectaram uma infecção sanguínea. Dominguinhos não voltou mais.

Júlio Baptista rescinde com Málaga e reforçará Cruzeiro

O Málaga confirmou oficialmente nesta quarta-feira que o meia Júlio Baptista rescindiu o seu contrato com o clube e irá defender o Cruzeiro. O jogador brasileiro já vinha negociando com a equipe mineira e é esperado nesta semana em Belo Horizonte para fazer exames médicos e assinar um novo acordo para poder ser oficializado como reforço.

Júlio Baptista estava no Málaga desde 2011 e voltará a atuar no Brasil dez anos depois de ter deixado o São Paulo. Em 2003, ele foi contratado pelo Sevilla, no qual ficou até 2005, ano em que se transferiu para o Real Madrid. Em seguida, chegou a atuar por empréstimo no Arsenal, retornou ao clube madrilenho e em 2008 foi para a Roma, seu último time antes de voltar a atuar no futebol espanhol.

Agora, aos 31 anos de idade, Júlio Baptista chegará ao Cruzeiro depois de ter ajudado o Málaga a avançar às quartas de final da última Liga dos Campeões, sendo que por muito pouco o time não foi às semifinais, tendo em vista a heroica classificação do Borussia Dortmund diante dos espanhóis.

Porém, o meio-campista foi atrapalhado por lesões durante a sua passagem pelo Málaga, que nesta quarta-feira desejou sorte ao brasileiro ao anunciar que chegou a um "acordo amigável" com o atleta para rescisão do seu contrato.

Atuando pelo Cruzeiro, Júlio Baptista espera aumentar as suas chances de retornar à seleção brasileira, que ele não defende desde a Copa do Mundo de 2010. Desde que integrou o grupo comandado por Dunga no Mundial, o atleta não teve espaço no time nacional com Mano Menezes e também não foi convocado por Luiz Felipe Scolari.

Neste período de ausência da seleção, Júlio Baptista ajudou o Málaga a se livrar do rebaixamento no Campeonato Espanhol ao marcar nove gols em 11 jogos em sua primeira temporada pelo clube. Porém, o meia ficou mais de um ano afastado dos gramados por causa de um osso quebrado no seu pé e uma ruptura do tendão de Aquiles. Depois disso, ele voltou a atuar pela equipe na última temporada europeia, quando também participou da campanha na qual o Málaga terminou o Campeonato Espanhol na sexta posição, na zona de classificação para a Liga Europa.

Júlio Baptista também chegará ao Cruzeiro como reforço de peso e servirá como uma espécie de substituto de Diego Souza, negociado com o Metalist, da Ucrânia.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Bernard acerta com Arsenal

Meia viaja sexta para assinar contrato, garante jornal francês 

O meia Bernard pode ser anunciado como novo reforço do Arsenal na próxima sexta-feira. Pelo menos é o que garante o jornal francês "L'Equipe" desta segunda-feira (22). Em matéria que estampa a capa do noticioso, o clube inglês venceu a briga pelo meia do Atlético, que chegaria a Londres dois dias após a final da Libertadores para realizar os exames médicos e, em seguida, assinar um contrato por cinco temporadas.

De acordo com a matéria, o salário da jovem revelação do Galo giraria na casa dos 2,5 milhões de libras (quase R$ 9 milhões) anuais. O jovem meia era pretendido por cinco outros clubes, como o Porto, Shakhtar Donetsk, Borussia Dortmund, Liverpool e o rival londrino Tottenham. Bernard seria a segunda contratação de peso dos Gunners nesta janela de transferências, após a chegada do atacante Yaya Sanogo.

Ainda de acordo com o jornal, a partida entre Atlético e Olímpia, no Mineirão, na próxima quarta-feira, pela final da Libertadores, será o último compromisso de Bernard com a camisa alvinegra. Portanto, o duelo teria um atrativo a mais para o torcedor, que pode estar se despedindo do jovem atacante. O Atlético perdeu o primeiro jogo da final por 2 a 0, e precisa devolver a diferença para levar a decisão para os pênaltis. Vitória por 3 ou mais gols dá o título ao Galo.

Final da Libertadores será despedida de Bernard.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Fifa anuncia preço dos ingressos da Copa de 2014 e vendas começam em agosto

Entrada mais barata é para 47 jogos da fase de grupo, exceto abertura em São Paulo A Fifa anunciou nesta sexta-feira os detalhes da venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014 e revelou que o mais barato deles custará R$ 30. Esta entrada mais barata será destinada a estudantes, idosos e beneficiários do Programa Bolsa Família em 47 dos 48 jogos da fase de grupos - a exceção é o jogo de abertura com entrada a R$ 80 na categoria 4.

O ingresso mais caro para a Copa do Mundo de 2014 custará R$ 1.980, na categoria 1, para a final. A venda dos ingressos começará a ser realizada no dia 20 de agosto, às 7 horas, através do site oficial da Fifa. No total, aproximadamente três milhões de entradas serão disponibilizados ao público durante as três fases de venda.

Para o jogo de abertura da Copa de 2014, marcado para o dia 12 de junho, em São Paulo, os preços dos ingressos vão ser de R$ 80 R$ 160, R$ 440, R$ 660 e R$ 990. Já para a final, que será disputada em 13 de julho no Maracanã, os valores serão de R$ 165 R$ 330, R$ 880, R$ 1.320 e R$ 1.980.

A primeira etapa da venda será realizada entre os dias 20 de agosto e 10 de outubro. Nesta fase, todos os pedidos de ingressos serão reunidos e processados conjuntamente. Se o número de solicitações recebidas por jogo e categoria exceder a quantidade de ingressos disponíveis, será feito um sorteio.

Além disso, a Fifa determinou uma limitação no número de entradas que podem ser adquiridas pelas pessoas. Podem ser comprados no máximo quatro ingressos por partida para até sete jogos por domicílio. Os torcedores também poderão adquirir pacotes para acompanhar a campanha de uma seleção no torneio ou aos jogos de uma cidade específica.

Os primeiros 400 mil ingressos da categoria 4 neste sorteio serão ofertados prioritariamente para idosos, estudantes e beneficiários do Bolsa Família. Os idosos brasileiros também terão direito à meia-entrada nos ingressos de categoria 1 a 3.

De acordo com a legislação brasileira, pelo menos 1% dos ingressos serão destinados a pessoas com deficiência, que terão o mesmo preço da categoria 3. As pessoas com deficiência poderão pedir um ingresso gratuito para um acompanhante.

O ingresso mais barato para o torcedor de fora do Brasil vai custar US$ 90 na categoria 3 para a fase de grupos, com exceção novamente do jogo de abertura, quando este bilhete será vendido por US$ 220.

Os preços detalhados dos ingressos para todas as partidas da Copa das Confederações pode ser encontrado no site da Fifa, no link: http://pt.fifa.com/worldcup/organisation/ticketing/prices-matches /index.html 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Apesar de campanha de proteção ao pedestre, desrespeito continua alto



Capital mineira teve 471 vítimas de carros internadas em apenas cinco meses

De mãos dadas, o casal de idosos precisou esperar pacientemente a passagem de 17 veículos, alguns deles em alta velocidade, acima dos 60 km/h permitidos na via, para finalmente atravessar na faixa de pedestres pintada depois da placa de parada obrigatória. “Aqui a gente vive correndo. Os motoristas nem olham para quem está na faixa, só para os carros do outro lado. Pedestre aqui tem de ficar esperto, senão é atropelado”, afirma a advogada Leny Abi-Akel, de 70 anos, depois de, enfim, cruzar a Rua Antônio de Albuquerque, quase esquina com Avenida do Contorno e Rua Ceará, na Savassi. Mesmo depois de cinco meses da campanha “Pedestre, eu respeito”, da BHTrans, e de a Polícia Militar ter prometido apertar a fiscalização contra quem não respeita as travessias, o número de vítimas de atropelamentos continua alto. De janeiro a maio deste ano, segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), foram 471 internações de pedestres por acidentes em BH. Número que é 29% maior que a média dos últimos cinco anos, de 365 internações no mesmo período.

Nas ruas, em três cruzamentos demarcados por faixas e sinalização de parada obrigatória, a equipe do Estado de Minas constatou que praticamente nada melhorou para quem é tido como o lado mais frágil do trânsito: o pedestre. O comportamento dos motoristas foi testado na Rua Antônio de Albuquerque, na Savassi; na Avenida Alfredo Balena com Avenida Pasteur, na região hospitalar; e na Rua Francisco Deslandes com Rua Piumhi, Bairro Carmo, todos endereços na Região Centro-Sul de BH. Do total de 143 veículos, registrado durante cinco minutos em cada local, 93% (133) desrespeitaram a sinalização e pararam sobre a faixa de pedestres, à beira do cruzamento ou simplesmente aceleraram, ignorando completamente as regras de circulação.

Nesse curto espaço de tempo, pedestres que tentavam cruzar as vias tiveram de esperar a boa vontade dos condutores, mesmo lhes sendo garantida preferência pela sinalização e pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Dos 43 veículos que deveriam ter parado e dado passagem a quem aguardava para atravessar, 37 (86%) não o fizeram, chegando até a acelerar para encurtar a distância com o carro da frente e assim inibir a travessia.

Para o presidente da Associação Mineira de Medicina de Tráfego e representante da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, Fábio Nascimento, as campanhas e promessas de ações de fiscalização foram pontuais até o momento e não tiveram ainda impacto significativo no trânsito. “Não é possível, ainda, verificar uma mudança no comportamento de pedestres e condutores. Os acidentes ainda são muitos e as vítimas continuam a lotar hospitais”, disse. Entre janeiro e maio de 2012 e o mesmo período de 2013 houve discreta redução de pessoas internadas no SUS por atropelamentos, de 511 para 471, dado que não pode ainda ser considerado uma tendência. “É muito pequena a redução, e só de um ano para o outro. Para se identificar uma tendência, seria preciso que a redução ocorresse em mais de três anos”, afirma o especialista, indicando ainda que 2013 só não teve mais pessoas internadas do que o ano anterior.

Um giro pelo Futebol Mineiro

...

Nesta quarta-feira( 17/07) os três principais clubes do futebol mineiro tiveram situações distintas em suas competições.

No Independência, o América empatou em 1 a 1 com o Internacional e despediu-se da Copa do Brasil, na semana anterior havia perdido por 3 a 1 em Caxias do Sul, precisando de uma vantagem de no minimo dois gols de diferença, agora o Coelho segue seu caminho no Campeonato Brasileiro da Serie B e luta para retornar a elite do futebol nacional.

No Serra Dourada, o Cruzeiro venceu por 1 a 0 a equipe do Atlético/GO e avançou para as oitavas de final, onde aguarda seu adversário que será integrado pelas equipes que disputaram a Copa Libertadores, como: Atlético, Corinthians, Grêmio, Fluminense e Palmeiras. Na partida de ida no Mineirão a raposa venceu os atleticanos por 5 a 0 e no jogo de volta poderia perder até por quatro gols de diferença que garantia a classificação, mas a equipe da Toca com a equipe mista derrotou o Dragão. 

O mais esperado jogo do dia em Defensores Del Chaco, em Assuncion do Paraguai, o Atlético MG disputou o primeiro jogo da decisão da Libertadores da América, o Alvinegro perdeu por 2 a 0 para o Olímpia e traz para Belo Horizonte a responsabilidade de colocar a raça novamente na ponta da chuteira e reverter o placar, o mesmo que ocorreu nas semifinais. O Galo vai precisar vencer no Mineirão para a conquista do inédito titulo, uma vitória por 2 a 0 levará a partida para as disputas de penalts, vitória por um placar mais dilatado dará o título ao Atlético que poderá no final do ano disputar o título mundial.

Marcelo Passos

...

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Marcus Pestana: Morte e ressurreição da reforma política

É preciso colocar alguns pingos nos is. Sob pena de não atendermos uns dos maiores clamores das ruas: menos mentira, mais verdade, menos cinismo e hipocrisia, mais autenticidade e coerência.

Há tempos a reforma política é apontada como uma necessidade para o aprimoramento da democracia brasileira. Nosso sistema não aproxima as pessoas da representação política, impõe campanhas caríssimas que abrem as portas para relações incestuosas entre financiadores e financiados, fragiliza os partidos, dificulta a governabilidade.

Vamos falar a verdade. O novo Congresso, eleito em 2010, tentou abordar o desafio. O Senado fez uma comissão especial que trabalhou célere, com discussões e votações sumárias, e em 60 dias apresentou um projeto. A própria Comissão de Constituição e Justiça do Senado desfigurou a proposta, tornando-a inconsistente e contraditória, e ela nem sequer chegou ao plenário. A Câmara dos Deputados adotou postura diversa, instalando outra comissão especial, na qual trabalhamos por quase dois anos, realizando discussões profundas e patrocinando dezenas de audiências públicas. A votação do relatório também foi obstruída na fase final dos trabalhos e não chegou ao plenário. Em fins de 2012, o então presidente Marco Maia (PT-RS) chegou a agendá-la, mas a persistência de graves divergências e a votação da partilha dos royalties do petróleo arquivaram o texto de forma que parecia definitiva.


O tema é complexo e polêmico. Mexe com interesses estabelecidos. E uma profunda reforma só seria possível se a Presidência da República desempenhasse seu papel de articuladora e construtora de consensos. Mas a gerente Dilma não compreendeu que a Presidência é lugar para estadistas e líderes políticos da nação. A única contribuição de sua parte foi um parágrafo no discurso de posse. Depois, um eloquente silêncio e uma completa inércia.

Diante da explosão de cidadania e indignação nas ruas, a presidente tentou ressuscitar a reforma política como panaceia para os problemas brasileiros. Hipocrisia? Diversionismo? Alienação? Oportunismo? Façam suas apostas.

A ideia do plebiscito para a convocação de uma constituinte exclusiva era alicerçada em convicções tão sólidas que não resistiu 24 horas. Foi substituída por um plebiscito amplo e difuso sobre o conjunto de temas envolvidos na reforma política. Tal qual a mitológica Fênix, a reforma ressurgiria das cinzas como resposta mágica e ilusória às demandas da sociedade.

O TSE apontou que precisa de 70 dias para organizar o plebiscito. A Constituição impõe que mudanças só valem se introduzidas um ano antes das eleições. A OAB adverte que matérias constitucionais não podem ser objeto de plebiscito.

Para Dilma, a reforma política foi recolocada como válvula de escape. Para a sociedade, é uma necessidade, embora não haja percepção clara disso. Ao Congresso, resta o desafio: produzir em 90 dias o que em anos e anos não foi possível concretizar.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Dia 30 de Julho começa o Festival Natura Musical em BH, entrada franca.

A distribuição de ingressos para o Festival que promove encontros entre grandes nomes e revelações da música brasileira começa dia 30 de julho O Festival Natura Musical chega à terceira edição em agosto, dia 04 (domingo), com programação simultânea na Praça Duque de Caxias e na Praça da Estação, das 9h às 22h. O evento é gratuito, mas para a entrada na Praça da Estação é necessária a retirada de ingressos com antecedência, de acordo com a lei municipal que regula o uso do espaço. Para a Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza, não haverá controle de acesso, ou seja, não há necessidade de ingressos.

Quem abre o evento, com programação musical por mais de doze horas para toda a família, na Praça Duque de Caxias, é a oficina do grupo Barbatuques (SP). Em seguida sobe ao palco o grupo Curupaco (MG) e o Barbatuques retorna para apresentar o show “Tum pá”. À tarde, a partir das 13h, o público vai conferir o show do projeto “Sala da Toscaria na Base”: Lenis Rino (MG) convida Russo Passapusso (BA) e a seguir se apresentam Tulipa Ruiz (SP), Marcelo Jeneci (SP) e, por último, Lenine (PE). Na Praça da Estação, os shows começam às 14h com a cantora paraense Lia Sophia (PA) e, em seguida, a banda Dibigode (MG) convida Fernando Catatau (CE). A maratona musical continua com Paralamas do Sucesso (DF), Paulinho da Viola (RJ) e a Velha Guarda da Portela (RJ) e Caetano Veloso (BA) com Trio Preto+1 (RJ) fecham o Festival Natura Musical 2013.

Os ingressos para os shows na Praça da Estação podem ser obtidos pela internet ou nos postos de distribuição do Festival Natura Musical, a partir do dia 30 de julho. Serão montados dois postos de retirada: um na Praça da Estação, no centro de Belo Horizonte, e outro na Praça Duque de Caxias, em Santa Tereza. O horário de funcionamento será das 9h às 19h, com retirada de ingresso 100% gratuita, mediante a apresentação de RG. Será permitida a retirada de dois ingressos por pessoa.

Também será possível adquirir o ingresso a partir do dia 30 de julho, às 9h, pela internet no site www.blueticket.com.br, mediante o pagamento de uma taxa de conveniência do site no valor de R$ 2 referente ao uso do sistema on line de emissão. Esse pagamento pode ser feito via cartão de crédito ou débito. Também será permitida a emissão de dois ingressos por RG. Os ingressos são nominais e, para ter acesso ao palco da Praça da Estação, o portador deverá apresentar o ingresso juntamente com o RG. Os ingressos emitidos pela internet serão enviados por email para serem impressos pelo portador. A distribuição de ingressos on line e nos postos de troca será realizada até os ingressos se esgotarem.

Nos dois postos de retirada de ingressos serão distribuídas senhas de acordo com uma cota diária de ingressos. No guichê da retirada, além da senha, será necessário apresentar RG para a emissão dos dois ingressos por pessoa. Crianças também precisam de ingressos para acesso à Praça da Estação e jovens menores de idade só poderão entrar acompanhados pelos responsáveis diretos.

Serviço:
Retirada de ingressos Festival Natura Musical
(apenas para acesso à Praça da Estação):
A partir do dia 30 de julho
Postos de troca nas Praças da Estação e Duque de Caxias - dois ingressos por pessoa
Retirada on line no site www.blueticket.com.br – taxa de R$ 2

Festival Natura Musical 2013
Praça Duque de Caxias (9h às 18h)
09h00 Oficina Barbatuques
10h00 Curupaco
11h20 Barbatuques
13h00 Sala da Toscaria: Lenis Rino convida Russo Passapusso
14h20 Tulipa Ruiz
16h00 Marcelo Jeneci
17h20 Lenine


Praça da Estação (14h às 22h)
13h00 Abertura dos portões
14h00 Lia Sophia
15h30 Dibigode convida Fernando Catatau
17h00 Paralamas do Sucesso
19h00 Paulinho da Viola convida Velha guarda da Portela
21h00 Caetano Veloso convida Trio Preto+1

Sequência de 'Debi & Lóide' começa a ser filmada em setembro, afirma Jeff Daniels

Ator fez declaração durante o programa "Late Night With Jimmy Fallon" 

O ator Jeff Daniels afirmou, durante entrevista ao programa Late Night With Jimmy Fallon, que começará a filmar Debi & Lóide 2 em setembro deste ano. As informações são do site da revista "NME". A sequência deverá ser lançada em 2014 para coincidir com o 20º aniversário do original, que estreou em 1994. "Eu vi o roteiro, é histérico. Nós somos de meia idade, não estamos fingindo que não somos e continuamos estúpidos", comentou Daniels.

Jim Carrey também diz estar "pronto" para atuar na continuação de Debi & Loide %u2013 Dois idiotas em apuros. Em entrevista ao canal E!, o ator falou que vai participar do novo longa, apesar de rumores de que ele havia se desligado do projeto. "Estou pronto. Há um roteiro. Está divertido. Jeff [Daniels] e eu estamos ansiosos para fazê-lo", falou.

Carrey também comentou sobre os problemas de negociação nos bastidores, algo que está segurando o início das filmagens. "A questão é administrativa. O comitê que vai dar o 'ok' tem que fazer tudo do jeito dele".

Em outubro de 2012, os irmãos Robert e Peter Farrelly disseram que estava quase pronto o roteiro do novo longa. "Vocês também devem ter interesse em saber que estamos quase finalizando o roteiro de 'Dumb and dumber To'. Acho que vocês vão gostar", escreveram no Twitter.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Moradora de rua faz protesto solitário na Rua Espírito Santo

Ainda no assentar de poeira das últimas manifestações uma moradora de rua chama a atenção na Rua Espírito Santo, esquina com Álvares Cabral, por ter transformado sua moradia - caixas de papelão - num cartaz de protesto contra as condições a que são submetidas as pessoas que vivem nas ruas de Belo Horizonte. Dona Lúcia, de 55 anos, vive há três nos passeios da capital e tem como companheiros quatro cães: Suzi, Pirata, Piratinha e Vagabundo. 

A manifestação solitária é também conta a violência que os bichos já sofreram. “Vieram umas moças querendo dizer que eram de uma ONG e que eram boazianhas. Levaram meus cães e os castraram sem minha ordem. Ainda roubaram a única filhotinha que tinha, a Bianca”, lamenta. 

terça-feira, 9 de julho de 2013

Espionagem americana ameaça a soberania do Brasil

O jornal “O Globo” revelou, com base em documentos secretos divulgados no mês passado pelo norte-americano Edward Snowden, que cidadãos e empresas que usam no Brasil a rede mundial de internet são espionados pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos, a NSA, em conjunto com a CIA. Na segunda-feira (8), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, pediu que a Anatel e a Polícia Federal investiguem quando e como ocorreram as espionagens e se as agências tiveram apoio de empresas que atuam no Brasil.

No dia 6 de junho, o jornal britânico ‘The Guardian’, primeiro a divulgar os vazamentos de Snowden, informou como opera a NSA. Um programa de computador dá à agência acesso a e-mails, chats online e chamadas de voz dos usuários dos serviços da Apple, Facebook, Google e Microsoft, entre outros, e tem parceria com uma grande telefônica dos Estados Unidos que mantém relações de negócios com serviços telefônicos no Brasil e noutros países.

Segundo “O Globo”, em janeiro passado o Brasil ficou pouco atrás dos Estados Unidos, que teve 2,3 bilhões de telefonemas e mensagens espionados. “Hoje está absolutamente claro que a soberania do país e a privacidade do cidadão brasileiro estão em xeque”, afirmou na segunda a ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), requereu uma audiência pública para esclarecer as denúncias. Quer convidar o embaixador dos EUA, Thomas Shannon, e o jornalista Glen Greenwald, correspondente do “The Guardian”, no Rio, que primeiro recebeu os documentos secretos enviados por Snowden.

Greenwald acredita que o Brasil teria sido usado como ponte para que os espiões dos EUA conseguissem acesso aos sistemas de países mais protegidos, como China e Irã. A base montada em Brasília era também usada por agentes do Special Collection Service, que fazem espionagem através de satélites de outros países. O Brasil não possui ainda legislação sobre direitos e deveres no uso da internet.

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse que vai pedir à União Internacional de Telecomunicações, órgão da ONU, novas regras visando à privacidade dos usuários da internet. Podem cair no vazio. Os EUA têm 14 agências de espionagem. Só a NSA, criada há 61 anos e reforçada pelos governos Bush e Obama, emprega 35 mil funcionários. É muita gente xeretando secretamente a vida dos outros.  

Amianto fica a um passo de ser proibido em Minas Gerais

A importação, transporte, armazenamento, industrialização, comercialização e uso de produtos que tenham qualquer tipo de amianto em sua composição está a um passo de ser proibida em Minas. Aprovado em primeiro turno, o projeto de lei 1.259/11 foi discutido e passou ontem sem mudanças durante audiência pública realizada na Comissão de Saúde da Assembleia.

Com isso, o texto segue para votação em plenário. O dia ainda não foi definido. Caso seja aprovado em segundo turno, as empresas que trabalham com amianto terão 90 dias para se adaptar.

O projeto determina também que, até o vencimento desse prazo, as empresas fabricantes desses produtos ficam obrigadas a divulgar aos trabalhadores no processo de fabricação as normas de segurança relacionadas à sua utilização segura e responsável.

Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que por ano cerca de 107 mil pessoas morrem por doenças relacionadas ao contato com amianto. O mineral, utilizado em telhas, piscinas ou caixas d’água é apontado como cancerígeno, principalmente para quem trabalha diretamente com o amianto.

O mineral já foi proibido em cinco estados brasileiros e em 66 países. Uma lei nacional que previa o fim das atividades com amianto no Brasil foi considerada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal que ainda não decidiu sobre o futuro da norma.

O Instituto Brasileiro de Crisotila garante que os produtos à base de amianto fabricados no Brasil não causam problemas à saúde, uma vez que a inclusão de cimento na fórmula das fibras impede que o produto se solte e seja inalado pelas pessoas.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Curso de Medicina passará de 6 para 8 anos em 2015

Anúncio foi feito pelo ministro Aloísio Mercadante na tarde desta segunda-feira e faz parte do conjunto de medidas para aumentar o número de médicos no país 

O curso de Medicina passará de 6 para 8 anos a partir de 2015. A mudança integra um pacote de medidas anunciado nesta segunda-feira, 8, pela presidente Dilma Rousseff para ampliar a oferta de médicos no País e melhorar a formação dos profissionais. Definida numa Medida Provisória, a ampliação deverá ser regulamentada pelo Conselho Nacional de Educação, num prazo de 180 dias.

O programa, batizado de Mais Médicos, inclui ainda o recrutamento de profissionais estrangeiros para trabalhar em áreas prioritárias, a abertura de 11.447 novas vagas para graduação e outros 12.376 postos de especialização em áreas consideradas prioritárias até 2017. O novo formato do curso de Medicina é inspirado no modelo existente em países como Inglaterra e Suécia, diz o Ministério da Saúde.

Concluído o curso de seis anos, o estudante passa para um segundo ciclo, de dois anos, onde terá de atuar em serviços públicos de saúde. A exigência do segundo ciclo será universal: tanto para estudantes de instituições da rede pública quanto privada de ensino.

No período em que trabalharem nos serviços públicos de saúde, estudantes receberão uma bolsa, financiada pelo Ministério da Saúde. Os valores ainda não foram definidos. O governo calcula, no entanto, que ela ficará entre o que é concedido para as residências médicas (R$ 2,9 mil mensais) e o que é pago para profissionais inscritos no Provab (R$ 8 mil).

No primeiro ano, estudantes vão atuar na rede de atenção básica. No segundo ano, o trabalho será feito nos serviços de urgência e emergência. Os alunos continuarão vinculados à instituição de ensino onde foi feita a graduação e, assim como ocorre com a residência, serão avaliados. A carga horária ainda não foi definida.

Pela proposta, o segundo ciclo poderá ser aproveitado para abater um ano de curso de residência em especialidades básicas, como medicina de família, ginecologia, obstetrícia, pediatria e cirurgia geral. Há também a possibilidade de o período ser incluído na contagem para cursos de mestrado. A forma como isso será feito também está nas mãos do Conselho Nacional de Educação.

O formato de oito anos poderá ser revisto num curto prazo. Há a possibilidade de o primeiro ciclo, atualmente de seis anos, ser reduzido para cinco. O assunto, no entanto, ainda terá de ser debatido pelo Conselho Nacional de Educação. A intenção é se aproximar do modelo inglês, onde a duração do primeiro ciclo varia entre 4 a 6 anos, treinamento supervisionado dura outros dois anos e a especialidade médica, 3 a 8 anos.

Para atuar no segundo ciclo, os alunos receberão um registro provisório. A instituição de ensino deverá estar ligada a uma rede de serviços públicos de saúde, onde seus alunos vão desempenhar as atividades. Caberá à instituição definir o local de trabalho do estudante.

A ideia é que o aluno seja supervisionado por professores. A forma como isso será feito também será definida pelo Conselho Nacional de Educação. Também não está acertado como será feito o reembolso das instituições de ensino pelo trabalho de supervisão.

O aluno receberá o diploma somente depois de completar os oito anos de formação. Só aí receberá a inscrição permanente. De acordo com o Ministério da Saúde, o modelo proposto prevê que o profissional com registro provisório, mesmo sem diploma, responderá caso cometa uma infração ética ou erro no atendimento do paciente.

A criação do segundo ciclo não vai dispensar o internato, realizado atualmente no quinto e sexto ano. Nesta etapa, o estudante não tem autonomia. Durante o treinamento da segunda etapa, o estudante aos poucos ganha mais autonomia.

A expansão da duração do curso de medicina, de acordo com o governo, não tem como objetivo principal a ampliação da oferta de médicos. A meta, de acordo com ministérios da Saúde e da Educação, é ampliar a formação do profissional e driblar um problema que o governo julga enfrentar atualmente, que é a especialização precoce. Na avaliação do governo, a partir do 4º ano, estudantes concentram suas atenção nas áreas com que têm mais afinidade, deixando de lado pontos considerados essenciais para o atendimento do paciente.

Embora detalhes ainda não estejam definidos, o governo já decidiu que durante o ciclo de dois anos, o estudante terá permissão para atuar apenas nos locais indicados pela instituição de ensino a que ele está ligado. Não será permitida a realização de plantões ou atuação em outros serviços.

Padrão Felipão

Artigo do senador Aécio Neves para a Folha de S.Paulo

A presidente Dilma Rousseff cometeu enorme injustiça com o técnico Luiz Felipe Scolari ao dizer que seu governo tem um "padrão Felipão". Foi uma comparação infeliz, já que em nada os "times" se assemelham. A primeira grande diferença é que Felipão convocaria os melhores, e não os mais próximos ou os mais amigos.

Por tudo que os brasileiros conhecem dele, sabem que não toleraria qualquer tipo de privilégio. Transparente como é, seria intransigente com os desvios, a má conduta e a corrupção. Corajoso, jamais jogaria só para a torcida, evitando decisões às vezes difíceis e impopulares, mas necessárias.

Onde o treinador está a sua liderança se estabelece naturalmente pelo respeito e competência. Suas firmes convicções nunca o impediram de aceitar críticas e reconhecer erros quando eles ocorrem.

Aprendeu a acolher o sentimento nacional do que se convencionou chamar, simbolicamente, de pátria de chuteiras, que jamais imaginou dividir em duas. Não ignora o que gritam as arquibancadas. Sabe, como poucos, canalizar a energia da massa em favor do seu time para a superação de grandes desafios.

Se introduzido como paradigma para administração pública, o padrão Felipão mudaria importantes prioridades do governo. Logo de início, certamente armaria uma defesa intransponível contra a inflação.

Seus volantes marcariam a corrupção sob pressão. A articulação do meio-campo se daria sob o regime de alta transparência e solidariedade de esforços. No ataque, a criatividade e o talento brasileiros ganhariam espaço e estímulo para aplicar goleadas nos nossos verdadeiros inimigos --a desigualdade, a ignorância, a violência, a injustiça e o baixo crescimento.

Com um padrão Felipão correríamos dez vezes mais, de forma organizada, perseguindo objetivos claros. A leniência estaria fadada ao banco de reservas, a incompetência levaria cartão vermelho assim que entrasse em campo, e o improviso não provocaria vaias nos estádios lotados.

O estilo Scolari não canta vitória antes da hora, não permite salto alto e nem desrespeito ao oponente. Entende adversários como adversários, nunca como inimigos, e é capaz inclusive de reconhecer méritos neles. É duro, mas leal e verdadeiro. Sofre cada segundo enquanto seus jogadores se matam em campo pelo melhor resultado. Quando perde --e às vezes perde--, é o primeiro a assumir suas responsabilidades. Não a transfere nem terceiriza e sempre acrescenta algum aprendizado.

Exemplos como o do técnico são preciosos quando ultrapassam a fronteira do utilitarismo e da apropriação indevida e incorporam valores como qualidade, espírito de equipe e convergência em torno de causas comuns. Sem esquecer o mais importante: o Brasil em primeiro lugar.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Que maré(...) Ibama multa em R$ 15 mi usina da MPX, de Eike, no CE


Não bastassem as perdas na Bolsa de Valores, o empresário Eike Batista terá que pagar uma multa de R$ 15,5 milhões imposta pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A multa é para a Energia Pecém, uma termelétrica da MPX no Ceará, por poluição sonora causada por uma correia transportadora de carvão mineral. A multa do Ibama advém de ação do Ministério Público Federal, que apresentou laudos que também indicam poluição atmosférica.

O procurador Alessander Sales acredita que a empresa de Eike Batista deva sofrer mais penalidades. "O que o Ibama aplicou até agora foi multa por poluição sonora, mas tem a poluição atmosférica a partir da fuga de partículas do carvão mineral", diz o procurador.

Em nota, a Energia Pecém destaca que apresentou defesa, questionando a legalidade da autuação. A nota informa que a empresa comprometeu-se perante a Superintendência do Meio Ambiente do Ceará a comunicar previamente sobre as atividades de descarregamento e transporte de carvão mineral, além de apresentar análises adicionais referentes ao desempenho ambiental do equipamento.

O comunicado reitera ainda que a empresa possui "como premissa atuar com transparência perante a sociedade, em diálogo com os órgãos de fiscalização e as comunidades no entorno do seu empreendimento".

A Usina Termelétrica Energia Pecém recebeu a autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para iniciar a operação comercial de sua segunda unidade geradora, com capacidade instalada de 360 MW. A primeira unidade geradora, com capacidade instalada de 360 MW, tinha sido autorizada pela Aneel em 1º de dezembro de 2012.

Localizada em São Gonçalo do Amarante, a 60 quilômetros de Fortaleza, a usina tem capacidade total de 720 MW, o que equivale à metade do parque gerador de energia do Estado, de 1.396 MW, de acordo com o Anuário 2011 da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Andar de carro é mais barato, segundo Ipea

Enquanto tarifas de ônibus subiram 192% em 12 anos, gastos com carro próprio aumentaram 44%

Fonte: ISABELLA LACERDA

Nos últimos 12 anos, os custos de quem usa carro no país aumentaram relativamente menos que os gastos dispensados pelos usuários de transporte público. Estudo divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que o preço das tarifas de ônibus, de 2000 a 2012, cresceu 192%, 67 pontos percentuais acima da inflação oficial registrada no período, de 125%. Já o índice associado aos gastos com veículo próprio – que inclui a compra e a manutenção de automóveis e motos e as tarifas de trânsito – teve alta de 44%.De acordo com o levantamento feito pelo instituto em 11 capitais, incluindo Belo Horizonte, a discrepância entre meios de transporte ocorre devido aos investimentos do governo. Enquanto no transporte público não há subsídio e 100% da passagem é paga pelos usuários, o governo deu incentivos para a aquisição de automóveis, principalmente com a desoneração do setor.

Além da inexistência de subsídios ao transporte coletivo, os incentivos à compra de automóveis e os problemas enfrentados pelos usuários – como lotação e atrasos, algumas das principais reclamações feitas em manifestações pelo Brasil recentemente – reduziram em pelo menos 20% o número de passageiros na última década, ampliando o valor do tíquete. “A planilha do transporte é simples de entender. Você tem um custo total, dividido pelos passageiros que utilizam o ônibus, o que resulta no valor final da tarifa. Como os custos sempre aumentam e o número de passageiros cai, não tem como diminuir o preço se não houver ajuda do governo. Essa ajuda não acontece no país”, afirma o engenheiro de Transportes e Trânsito Márcio Aguiar.

Segundo o estudo, um dos principais vilões do preço das passagens nos últimos anos foi o óleo diesel, que teve crescimento de 129%. O combustível, que representava cerca de 10% no custo da tarifa, agora já participa com 30% no valor das passagens.

O pesquisador do Ipea Carlos Henrique de Carvalho, um dos responsáveis pelo estudo, afirma que a única forma de melhorar a qualidade do transporte é ampliar as fontes de receita.

Europa. O levantamento cita o exemplo da França, onde as receitas arrecadadas com a tarifa cobrem menos que 40% do custo total do sistema. Para completar as despesas com o transporte, o governo criou uma taxa para o transporte, paga pelas empresas, com base no número de trabalhadores contratados. Essa verba é totalmente usada para custear o transporte coletivo.

Por que dia 9 de julho é feriado em São Paulo?


Quem mora no Estado de São Paulo já começou a contagem regressiva: na próxima terça-feira, dia 9 de julho, é feriado. Mas você sabe o porquê?

O recesso foi criado em 1997, mas até hoje tem muita gente que ainda não sabe o motivo. O curioso é que no aniversário de 16 anos de existência desse feriado, sua memória nunca esteve tão viva. O dia 9 de julho é uma data que relembra um levante da população paulista contra o governo – a Revolução Constitucionalista de 1932 –, parecido com a onda recente de manifestações, que, coincidentemente, também teve em São Paulo uma de suas principais origens.

O ano era 1932 e fazia dois anos que Getúlio Vargas havia assumido a presidência da República, após um episódio que ficou conhecido como Revolução de 30. Ela colocou fim à República Velha e, apesar de ter entrado para a história com o nome de "Revolução", consistiu, na verdade, em um golpe de Estado.

Getúlio perdeu as eleições de 1930 para Julio Prestes, candidato indicado pelo governo paulista. Durante toda a República Velha imperou a famosa política do café com leite, em que Minas Gerais e São Paulo se alternavam na indicação de candidatos à presidência da República. Essa prática, entretanto, acabara de ser rompida, quando o então presidente Washington Luís, indicado por SP, recusou-se a indicar um candidato mineiro.

Getúlio não se conformou com a derrota eleitoral e, apoiado principalmente pelos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba, começou a estruturar um golpe de Estado para impedir a posse do presidente eleito. Com apoio militar, o objetivo foi conquistado e Getúlio assumiu a presidência, dando início a um Governo Provisório.

Deste modo, o então presidente suspendeu a Constituição e nomeou interventores em todos os estados e dissolveu o congresso nacional, os congressos estaduais (câmaras e senados estaduais) e as câmaras municipais. Para São Paulo, o primeiro designado foi o tenente João Alberto Lins de Barros, seguido de uma série de sucessores que não agradavam a oligarquia paulista.

Em 1932 a irritação dos paulistas com Getúlio Vargas não cedeu com a nomeação do paulista Pedro Manuel de Toledo como interventor do estado, pois, devido à interferência constante dos tenentes, ele não conseguia autonomia para governar.

A primeira grande manifestação foi um megacomício na Praça da Sé, no dia do aniversário de São Paulo, em 25 de janeiro de 1932, com um público estimado em 200.000 pessoas. Em maio de 1932, ocorreram vários comícios constitucionalistas.

O Partido Republicano Paulista e o Partido Democrático de São Paulo, que antes apoiavam a Revolução de 1930, uniram-se, em fevereiro, na Frente Única para exigir o fim do "Governo Provisório" e uma nova Constituição. Assim, São Paulo inteiro estava contra Getúlio.

A gota d'água foi o assassinato de quatro estudantes paulistas por partidários de Getúlio. O episódio entrou para história como M.M.D.C., as iniciais dos nomes dos jovens mortos: Miragaia, Martins, Dráusio e Camargo. A data do crime, 23 de maio de 1932, marcou o início de uma série de protestos. No dia 9 de julho, as manifestações incorporaram uma nova causa: a redemocratização através da elaboração de uma nova Constituição. Iniciava-se a Revolução Constitucionalista de 1932, nome oficial do feriado da próxima terça-feira.

Apesar de o Governo Provisório getulista insistir que a mobilização paulista era desnecessária, uma vez que já havia novas eleições marcadas, muitos historiadores acreditam que elas não teriam se concretizado sem os protestos. Mais de 35 mil paulistas lutaram contra 100 mil soldados de Vargas. Cerca de 890 pessoas morreram nos combates, que duraram até 2 de outubro de 1932, quando os revolucionários foram derrotados pelas tropas do governo.

Entretanto, várias conquistas democráticas posteriores são creditadas às manifestações paulistas. Em 1933, o povo elegeu uma Assembleia Nacional Constituinte para a elaboração da nova Constituição que entrou em vigência em 1934. Além disso, essas foram as primeiras eleições nacionais em que as mulheres puderam votar e também em que o voto foi secreto.

Assim como na onda de manifestações que vivemos hoje, é muita ingenuidade achar que todos esses episódios da década de 30 não foram influenciados por interesses questionáveis de ambos os lados. É importante lembrar que a insatisfação paulista teve um estopim claro: o fim da política do café com leite, que vinha beneficiando o Estado até então.

O feriado de 9 de julho tem a cara do Brasil e deve servir para mostrar que as mobilizações populares, embora alcancem algumas conquistas, podem ser usadas também por outros interesses. Mas, ainda assim, isso não pode ser motivo para desmerecer ou desacreditar na força que o povo tem para promover mudanças políticas.

Arquivo do blog