Artigos? Envie para o email marcelopassossenador@gmail.com

Pesquisa Web

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Mineiro Coleciona Discursos de Políticos


Discurso que Tancredo Neves leria no dia da sua posse, em março de 1985, que acabou nunca ocorrendo, pois ele adoeceu na véspera e faleceu 39 dias depois, é uma das preciosidades guardadas por Eduardo Afonso, de 58 anos.

Desde cedo um apaixonado por coleções, história e política. Mineiro de Araxá, Eduardo Afonso coleciona, desde a década de 1970, tudo que tem a ver com política, principalmente campanhas eleitorais.

Parte desse acervo está guardada em sua casa, em Uberlândia, onde vive há 40 anos. Tem de tudo: discursos, santinhos, programas de governo, camisetas, manuais e vídeos de campanhas, cartazes, jornais e jingles

''No primeiro momento, isso é apenas um material de campanha, mas, com o passar do tempo vira documento e, na maioria das vezes, raro. Desde 1978, vivo intensamente todas as eleições e também movimentos, como luta pela democracia, anistia, volta dos exilados, diretas, eleição de Tancredo pelo colégio eleitoral, sempre acompanhando tudo de perto, com o cuidado de documentar o que estava acontecendo'', conta Afonso.


De disputas antigas, ele tem o material usado pela campanha de Jânio Quadros, em 1962, até hoje conhecido pelo uso de uma vassourinha como símbolo. Essa documentação ele ganhou de presente.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011


Galeria de Arte Cemig Exibe Mostra com Explosão de Cores e Liberdade de Criação

 

Revelando o ineditismo de um artista e a exploração de cores em seus trabalhos. É assim que a Galeria de Arte Cemig apresenta, em Belo Horizonte, a partir da próxima terça-feira (1º), às 20h, a mostra Valmir Silva/Pinturas, primeira exposição do artista autodidata, cujos trabalhos foram selecionados por meio da 20ª Concorrência de Talentos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).





Serviço:

Exposição: Valmir Silva/Pinturas
Artista: Valmir Silva
Abertura: 01/03/2011
Horário: 20 horas
Local: Galeria de Arte Cemig, avenida Barbacena, nº 1.200, térreo, bairro Santo Agostinho, Belo Horizonte
Período: de 2 a 23 de março, das 8h às 19h, todos os dias da semana, inclusive feriados

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Prefeitura Divulga Programação do Carnaval 2011 em Belo Horizonte


A Prefeitura de Belo Horizonte divulga nesta sexta-feira a programação do Carnaval 2011. Na capital, serão mais de 50 eventos com entrada gratuita. A abertura da festa ocorreu no dia 12 de fevereiro com a eleição da Corte Real Momesca no Bairro Santa Tereza.



Eleito pela quarta vez, o rei Momo é Júlio Millan Moraes, de 39 anos. Concorreram ao título de rainha 22 candidatas, sendo escolhida rainha a personal trainner Graziele Lizania do Carmo, de 32 anos. A segunda colocada, que recebeu o título de princesa é Érika Januza da Trindade Gomes, de 25 anos. A nova Corte Real Momesca tem a responsabilidade de comandar a folia em todas as programações pré-carnavalescas e oficiais do Carnaval de BH 2011.



As bandas pré-carnavalescas saem às ruas entre os dias 19 de fevereiro e 4 de março em diversos bairros, além dos eventos promovidos pela PBH nas regionais. Para quem vai ficar em Belo Horizonte durante o feriado, a programação inclui os desfiles das Escolas de Samba e Blocos Caricatos que acontecem de 5 a 8 de março na Avenida dos Andradas, entre os viadutos Santa Tereza e Floresta.



Há também uma programação alternativa, com eventos artísticos e culturais no Festival de Verão da UFMG. A programação completa dos eventos pré-carnavalescos está disponível no portal da PBH. Já os demais eventos, incluindo os bailes nas regionais, podem ser acessados no site da Belotur

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011


Minas é Pioneiro na Implantação de Florestas Modelo no Brasil



Minas Gerais manteve a preponderância nacional na implantação de florestas modelo em 2010. Embora a representação oficial do Brasil junto à Rede Ibero-Americana de Bosques Modelo tenha passado ao Serviço Florestal Brasileiro (SFB), o Estado permanece como o único do país a possuir projetos na área, tendo dois já implantados: o do Cerrado e o da Mata Atlântica.

Em reunião da Rede Ibero-Americana de Bosques Modelo realizada no dia 19 de novembro de 2010 na cidade de Pereira, na Colômbia, foi aprovada uma moção de reconhecimento da excelência do trabalho realizado pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) desenvolvido nas Florestas Modelo de Pandeiros e da Mata Atlântica. O reconhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido em Minas Gerais foi atestado pela visita do representante da Rede Internacional de Bosques Modelo, o canadenses Richard Verbinsky, e do integrante da Rede Ibero-Americana, o costarriquenho Fernando Carrera, à Floresta Modelo do Pandeiros, em agosto de 2010.



A visita foi posterior à realização do Seminário Conhecendo Florestas Modelo e a reunião das Redes Internacional e Ibero-Americana de Florestas Modelo ao Brasil, em São Lourenço, no Sul de Minas. Na oportunidade, 33 representantes de 15 países das três Américas, Caribe, África e Europa conheceram o trabalho que vem sendo realizado com o apoio do IEF para estimular a conservação e uso sustentável dos recursos naturais na região Sul do Estado, que está inserida na Floresta Modelo da Mata Atlântica.



Em ofício enviado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), o presidente de Rede Ibero-Americana de Bosques Modelo, Ronnie de Camino Veloso, destacou o trabalho que vem sendo desenvolvido em Minas Gerais com apoio da Rede. “Os integrantes da Rede tomaram conhecimento da conclusão, por parte do IEF, do convênio de suporte às políticas de desenvolvimento sustentável praticadas nas duas florestas estabelecidas, e reconhecem a excelência dos trabalhos que são desenvolvidos para a consolidação das Florestas Modelo Pandeiros e Mata Atlântica”, destacou.



Na reunião em São Lourenço, foi aprovada a transferência da representação no diretório da Rede ao governo federal, que já apresentou a proposta de criação de uma floresta modelo no Acre. “A medida foi uma correção que já deveria ter acontecido e Minas Gerais, que iniciou o trabalho com bosques modelo no país, manterá seu assento como gestor das florestas existentes”, afirma o analista ambiental do IEF e representante de Minas Gerais na Rede, José Medina da Fonseca. 



As florestas, ou bosques, modelo têm a finalidade de promover a conservação e a utilização sustentável dos recursos florestais, incentivando as comunidades locais ao uso sustentável desses recursos, desenvolvendo atividades produtivas, educativas e de pesquisa. O modelo surgiu no Canadá na década de 1990 e foi trazido ao Brasil em 2005 quando Minas Gerais teve os bosques de Pandeiros e da Mata Atlântica reconhecidas pela Rede Ibero-Americana que reúne, atualmente, 13 países da América Latina, Caribe e a Espanha. Em todo mundo, existem 60 florestas modelo em 30 países. 

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

BH Pode Usar Combustíveis Alternativos para diminuir Emissão de Poluentes



Reduzir a emissão de poluentes dos transporte coletivos na capital mineira foi o tema de outro evento ocorrido nesta terça-feira, o seminário O uso de biocombustíveis no transporte público de Belo Horizonte. Coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), o debate buscou mostrar alternativas adotadas em outros países, que usam combustíveis alternativos e menos agressivos ao meio ambiente no transporte coletivo público. "Estocolmo, na Suécia, tem a maioria dos seus ônibus circulando com etanol importado do Brasil", informa o secretário municipal adjunto de Meio Ambiente, Vasco Araújo.




A maioria da frota do transporte público em Belo Horizonte usa óleo diesel como combustível básico, que inclui a adição de apenas 5% de biodisel. A cidade conta com 310 linhas municipais responsáveis pelo deslocamento diário de 2.854 ônibus, que fazem 25.166 viagens diárias.




Há ainda o transporte suplementar, com uma frota de 289 microônibus, além de outras 13 linhas, com 32 veículos, que atendem vilas e favelas. "São 3.175 veículos despejando poluentes atmosféricos que vão parar nos pulmões da população," disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Nívio Tadeu Lasmar. "Apesar de ser o maior produtor mundial de etanol, o Brasil está atrasado na busca de soluções em relação ao resto do mundo, no que se refere à utilização do biodisel", completou o secretário.