Artigos? Envie para o email marcelopassossenador@gmail.com

Pesquisa Web

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Hilda Furacão morre aos 83 anos

Prostituta que inspirou livro de Roberto Drummond e minissérie da Globo foi casada com jogador que passou pelo Atlético, São Paulo e clubes do exterior

Hilda Maia Valentim, a Hilda Furacão, personagem que fez história em Belo Horizonte na década de 1950, morreu nesta segunda-feira (29), no asilo público em que vivia, em Buenos Aires, na Argentina. Fonte de inspiração para o personagem de Roberto Drummond e a minissérie produzida pela Rede Globo em 1998, ela tinha 83 anos. 

O Lar de Idosos Guillermo Rawson confirmou à reportagem de O TEMPO que Hilda morreu nesta segunda-feira, mas não informou a causa da morte. "Ela já vinha tendo algumas complicações de saúde. Agora, estamos analisando como vamos fazer para providenciar o enterro", disse uma assistente social do asilo, que é público e destinado a pessoas pobres.

Nascida em Recife (PE), Hilda foi com a família para Belo Horizonte ainda criança. Na juventude, tornou-se famosa e era conhecida como a prostituta Hilda Furacão. Foi na zona boêmia da capital mineira, especialmente no Hotel Maravilhoso, na rua Gaicurus, no centro da cidade, que conheceu o jogador de futebol Paulo Valentim, então no Atlético, e que também jogou no Boca Juniors, no São Paulo e no Atlante, no México. Eles se casaram no fim da década de 1950, quando Hilda Maia acrescentou o sobrenome Valentim. 

A decadência do atleta teria vindo por causa do vício em álcool e jogo. No México, Hilda e Paulo Valentim já estariam pobres no início da década de 1970. Ela trabalharia como faxineira, costureira e babá para sustentar a família. Paulo Valentim morreu em 1984, quando Hilda passou a viver com o filho. Mas ela perdeu também o filho, em 2013. Sem família, foi para o asilo depois de seis meses internada em um hospital por causa de uma queda. Em entrevista ao "Fantástico" em agosto deste ano, ela contou do amor pelo marido, das histórias da boemia, dos fazendeiros que a pediram em casamento e deu uma justificativa para o apelido Furacão: "Eu era brava".

Hilda Maia Valentim só foi associada à personagem mítica recentemente, mas desde a década de 1990 já se sabia que ela era real. Na época, o escritor mineiro Roberto Drummond revelou que a personagem de seu livro tinha uma inspiração de carne e osso. "Hilda existiu. Mas ela foi de tal forma mitificada e mistificada que se transformou num boato. Um boato festivo, colorido, maravilhoso. O livro é contato através desse boato", disse à época. 

Fonte: http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/hilda-furac%C3%A3o-morre-aos-83-anos-em-asilo-para-pobres-em-buenos-aires-1.966797

Filhote de gorila nascido no Zoo de BH vai se chamar Jahari

O nome Jahari foi escolhido em votação pela internet. O filhote, juntamente com o outro gorilinha Sawidi, começa uma nova fase de independeência

O segundo filhote de gorila nascido no Zoológico de Belo Horizonte vai se chamar Jahari. O público escolheu o nome, de origem africana, por meio de votação na internet. O bebê gorila é filho de Imbi com o macho Leon. De acordo com a Fundação Zoo-Botânica, o nome campeão, que significa jovem forte e poderoso, contabilizou 2.168 votos, 42% do total. Em segundo lugar ficou o nome Ayo (felicidade), com 39%, e em terceiro, Bakari, com 18% dos votos.

A escolha do nome vem para fechar uma polêmica. O Ministério Público de Minas Gerais recomendou que a Prefeitura de BH suspendesse a votação porque os nomes africanos poderiam remeter a racismo. A promotoria foi acionada pelo Instituto de Inovação Social e Diversidade Cultural (Insod). 

Para a ONG, a proposta pode trazer danos ao vincular o macaco, um dos ícones históricos do racismo, à cultura negra. A entidade alegou que os nomes escolhidos são usados como sobrenomes na África, e isso pode favorecer o racismo e o bulliyng, em caso de crianças. A votação chegou a ser suspensa temporariamente, no entanto, a Procuradoria Municipal analisou a recomendação e decidiu manter a eleição, que agora já está concluída. 

O nome do primeiro filhote, de Leon com a fêmea Lou Lou, também foi escolhido por votação. O pequeno se chama Sawidi, que significa querido e amado em tupi-guarani.

Nova fase

De acordo a Fundação Zoo-Botânica, os dois filhotes deram início a uma fase de “pequena independência”. Nos primeiros meses de vida, eles ficam agarrados ao colo da mãe. Sawidi nasceu no dia 5 de agosto e Jahari em 10 de setembro, por isso agora eles começam a firmar o corpo sobre as quatro patas como se fossem “engatinhar”.

Embora permaneçam ainda junto às mães, os pequenos já conseguem variar as posições em que se agarram a elas. Nessa etapa de desevolvimento, o pai Leon tem se mostrado atencioso e amoroso. Sempre que possível carrega um dos filhotinhos pelo recinto para um banho de sol.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/12/29/interna_gerais,603276/segundo-filhote-de-gorila-nascido-no-zoologico-de-bh-vai-se-chamar-jahari.shtml

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

18 bairros de BH e Santa Luzia vão ficar sem abastecimento de água

A interrupção ocorre no domingo, em dois horários diferentes para obras de manutenção

No fim de semana, 18 bairros de Belo Horizonte e Santa Luzia vão ficar sem abastecimento de água devido a obras de manutenções programadas da Copasa. A interrupção ocorre no domingo, em dois horários diferentes. 

Das 7h às 17h, nos bairros Centro, Funcionários, Santa Efigênia, São Lucas e Savassi, em Belo Horizonte, o fornecimento de água ficará interrompido para desativação de trecho de adutora localizada na Avenida Francisco Sales, esquina com Avenida Bernardo Monteiro, no Bairro Santa Efigênia. O objetivo da intervenção é permitir continuidade das obras do BRT. 
Das 8h às 13h, nos bairros Granja Werneck e Jaqueline, em Belo Horizonte, e Asteca, Baronesa, Belo Vale, Chácaras Santa Inês, Duquesa I, Duquesa II, Londrina, Luxemburgo, Monte Carlo, Novo Centro e Pousada Del Rey, em Santa Luzia, o abastecimento ficará interrompido para interligação de adutora situada na Rua Líbia, no Bairro Baronesa. 

Conforme a Copasa, a previsão é de que o fornecimento de água nessas regiões seja normalizado gradativamente, durante a noite do mesmo dia.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

'Bin Laden morreu como um covarde', diz atirador


WASHINGTON - Após anunciar durante uma semana, o canal de TV Fox News finalmente transmitiu na noite de segunda-feira uma entrevista com Robert O'Neill, o ex-militar que afirma ter matado Osama bin Laden. Além de contar como foi a operação e que não acreditava que voltaria vivo para casa, o atirador da unidade de elite Seal declarou que o terrorista líder da al-Qaeda "morreu como um covarde".

Depois de causar polêmica ao revelar sua identidade, O'Neill contou à Fox News como foi a missão e o momento em que souberam que estavam indo matar Bin Laden. O ex-militar soube inicialmente que alguém tinha sido encontrado em uma casa, em algum país, mas seu grupo não imaginava que era Bin Laden - o homem mais procurado pelos EUA e autor intelectual dos atentados de 11 de setembro de 2001.

Ex-atirador da força especial da Marinha americana conhecida como Seal, O'Neill relatou ainda que quando descobriram que estavam indo matar Osama bin Laden, ele e seus companheiros tinham a certeza de que era uma missão sem volta, que morreriam lá, junto com o líder da al-Qaeda.
- Nós estamos indo e não estamos indo para voltar. Estamos indo para morrer quando a casa explodir. Estamos indo para morrer quando ele explodir. Ou estamos indo para ficar lá por um tempo e seremos presos pelos paquistaneses e passaremos o resto de nossas curtas vidas numa prisão - relembrou O'Neill.

O soldado completou que mesmo sabendo dos riscos, ele e seus companheiros queriam fazer parte da missão, que consideraram histórica.

- É isso. Não tem como ser melhor. É por isso que estamos aqui. Estamos na guerra por causa deste homem e agora nós estamos indo pegá-lo - declarou O'Neill, como se ainda estivesse no momento do ataque.

O'Neill acredita ter sido a última pessoa que Bin Laden viu antes de morrer. O ex-atirador deu ainda outra declaração polêmica. Ele disse que o líder terrorista morreu de forma covarde, usando sua mulher mais nova como escudo humano.
- Parado dois passos na minha frente com as mãos em sua mulher, era o rosto que eu já tinha visto milhões de vezes.

DISPUTA PELA AUTORIA DO DISPARO

O'Neill é um dos protagonistas de uma polêmica que está provocando mal-estar no Péntagono. Depois de revelar ao "Washington Post" ser o homem que matou Bin Laden, o ex-militar foi contestado por outros membros de sua equipe, que indicam outros dois militares como os autores da ação.

Uma fonte próxima a outro ex-seal, que preferiu ficar no anonimato, diz que o tiro fatal foi disparado um ou dois militares que entraram no quarto em que o terrorista foi morto antes de O'Neill. Matt Bissonnette, outro ex-membro da equipe que escreveu o livro "No Easy Day" ("Não há dia fácil") sobre a operação em 2012, não contesta a posição de O'Neill diretamente.

- Duas pessoas diferentes contando duas histórias diferentes, por duas razões diferentes - disse Bissonnette. - Tudo o que ele diz, ele diz. Eu não quero falar sobre isso.

Líderes de operações especiais enviaram cartas a todos os membros da Seal Team Six, solicitando que cumprissem o código de silêncio e não divulgassem informações sobre as operações. Além disso, os comandantes pedem que os ex-militares evitem levar "crédito público" por suas ações.

O'Neill disse que decidiu revelar sua identidade após ter perdido benefícios, como plano de saúde, após ter deixado o serviço militar depois 16 anos, quando o tempo mínimo exigido é de 20 anos. Funcionários do Pentágono não confirmaram nem negaram as informações do ex-seal.

Fonte: https://br.noticias.yahoo.com/bin-laden-morreu-covarde-diz-atirador-130635376.html

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Chuvas isoladas podem chegar a BH e região metropolitana nesta semana

Previsão vale até o fim de semana; calor deve continuar, com temperaturas na casa dos 30º C, apesar de já estarmos oficialmente na temporada de chuva


A meteorologia prevê dias mais quentes com possibilidade de chuvas fracas e isoladas para Belo Horizonte e região metropolitana. Conforme o Instituto Tempo Clima PUC Minas, a maior incidência de chuva deve acontecer entre a próxima quinta (6) e o sábado (8).
"Os dias serão de céu parcialmente nublado, com temperatura média de 30º C, e índice de umidade relativa do ar variando entre 30% e 40%", disse o meteorologista Dayan Diniz.

Em Minas Gerais, nas últimas 24 horas, maiores volumes de chuva foram registrados nas regiões Centro-Sul, Oeste, Campos das Vertentes. O destaque foi para o Triângulo Mineiro, com 48,4 mm em Uberlândia; e o Sul, com registro de 31,2 mm em Maria da Fé. Para o Estado, até sexta (7), as temperaturas devem sofrer ligeira elevação, com pouca possibilidade de chuva. Mesmo assim, até quarta (5), são esperadas pancadas de chuva localizadas para as mesmas regiões Centro-Sul, Oeste, Campos das Vertentes e, novamente, com destaque para o Triângulo e Sul de Minas.

Nesta última região, um temporal destelhou casas e derrubou árvores na cidade de Nepomuceno. O ribeirão Lagoinha também transbordou, inundando algumas ruas do centro. Conforme Dayan, o contraste térmico pode ser responsabilizado. "O que aconteceu nessa cidade se deve a temperaturas muita altas somadas à umidade elevada disponível, o que provoca chuvas de curta duração, mas de grande intensidade e com rajadas de vento", explicou.

Transição

Ainda segundo o Instituto Tempo Clima PUC Minas, ainda estamos em um período de transição, mas pode-se considerar que a temporada de chuva teve início, apesar de os maiores volumes estarem previstos para dezembro e janeiro. Contudo, ondas de calor ainda estão previstas, com variação de 4° C entre um dia e outro.Isso ocasiona áreas de instabilidade em todo Estado, com chuvas fracas e localizadas, com exceção para o extremo Norte e parte dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

"Em outubro choveu 123 mm, a media esperada para o mês, mas não de forma distribuída. Pancadas foram registradas somente a partir do dia 20, com destaque para o dia 21. Depois voltou a chover no dia 26, aí, até o fim do mês",  concluiu Dayan.

Defesa Civil

De acordo com o último boletim da Defesa Civil Estadual, quatro municípios de Minas foram afetados por temporais, mas apenas Carangola, na Zona da Mata Mineira, declarou situação de emergência em razão da chuva de granizo que atingiu a cidade no último dia 27. O boletim informa ainda que não há desabrigados ou desalojados, mas que 300 casas foram destelhadas.

Por conta da seca, 168 cidades mineiras ainda estão em situação de emergência.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/chuvas-isoladas-podem-chegar-a-bh-e-regi%C3%A3o-metropolitana-nesta-semana-1.941612

Australiano transita com avião pela rua para ir tomar cerveja


Avião, que não tinha asas, foi visto andando por rua em cidade australiana; homem, de 37 anos, terá que comparecer ao tribunal da cidade no próximo mês

Um homem foi acusado pela justiça australiana de dirigir seu avião pela rua, parar a aeronave na frente de um bar e, logo em seguida, entrar no local para beber cerveja. O incidente ocorreu na última sexta-feira (31), em Newman, na Austrália Ocidental.

O caso ganhou atenção depois que moradores ficaram surpresos com a presença do avião modelo Beechcraft de dois lugares, sem asas, transitando pela rua principal da cidade, que é conhecida pela mineração, na região de Pilbara.

Para Mark McKenzie, sargento da polícia de Newman, o incidente - embora engraçado - foi algo "muito estúpido de se fazer", pois as crianças estavam voltando para casa da escola e alguém poderia ter se machucado. "As pessoas pensam que foi uma boa piada, mas foi muito perigoso e não estamos muito felizes com isso".

O australiano, de 37 anos, terá que comparecer ao tribunal da cidade no dia 18 de novembro.

Fonte: http://www.otempo.com.br/interessa/bizarrices/australiano-transita-com-avi%C3%A3o-pela-rua-para-ir-tomar-cerveja-1.941691

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Obra da Copasa deixará 1,6 milhão de pessoas sem água na Grande BH


Uma nova adutora será interligada ao sistema Rio Manso, que abastece parte da capital e da região metropolitana; presidente da Copasa reforçou que não há risco de racionamento de água no Estado

As obras de interligação de uma nova adutora ao sistema Rio Manso, que abastece vários bairros de Belo Horizonte e região metropolitana, vão deixar 1,6 milhão de pessoas sem água a partir da noite desta sexta-feira (31).

Em reunião realizada na tarde desta terça-feira (28), o presidente da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Ricardo Simões, informou que a adição da nova adutora vai aumentar a capacidade de captação do sistema Rio Manso, que atualmente é de 4,2 m³/s, para 4,6 m³/s. A obra, segundo o presidente, foi antecipada em seis meses devido ao período de estiagem. Mesmo assim, Simões aproveitou a oportunidade para reforçar que está descartada a possibilidade de racionamento de água em Minas Gerais.

A interrupção no abastecimento começa na noite de sexta e vai afetar parte de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Ibirité, Igarapé, Mário Campos, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo e Vespasiano. Segundo a Copasa, o fornecimento deve ser restabelecido gradativamente a partir de sábado (1º). Nas regiões mais altas, o prazo para normalização no abastecimento é segunda-feira (3).

O prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, participou da coletiva e disse que é importante que as pessoas se conscientizem da importância de economizar água. Na oportunidade, o prefeito disse que “nunca vamos conseguir prevenir 100% das inundações”, mas que a prefeitura está trabalhando em obras para prevenir os estragos causados pela chuva.

Veja os bairros terão o fornecimento de água interrompido:

REGIÃO NOROESTE – Caiçara, Caiçara Adelaide, Cabana, Califórnia, Conjunto Califórnia, Camargos, Coqueiros, Engenho Nogueira, Filadélfia, Glória, Jardim Montanhês, Monsenhor Messias, Padre Eustáquio, Pedro II, Patrocínio, Pindorama, São José e São Salvador.

REGIÃO NORTE – Bandeirantes, Braúnas, Castelo, Céu Azul, Enseada das Garças, Esplendor, Garças, Jardim Leblon, Jardim dos Comerciários, Mantiqueira, Nova York, Nova Pampulha, Ouro Preto, Paquetá, Santa Terezinha, Serrano, Trevo e Xangrilá;

REGIÃO SUDOESTE –  Araguaia, Antônio Teixeira Dias, Araguaia, Bairro das Indústrias, Barreiro de Baixo, Barreiro de Cima, Betânia, Brasil Industrial, Bonsucesso, Buritis, Cabana, Cardoso, Cinqüentenário, Conjunto Bonsucesso, Conjunto Betânia, Conjunto Habitacional Átila de Paiva, Conjunto Ademar Maldonado, Conjunto Getúlio Vargas, Conjunto João Paulo II, Conjunto Túnel de Ibirité, Cristo Redentor, Diamante, Durval de Barros, Estoril, Estrela Dalva, Estrela do Oriente, Flávio Marques Lisboa, Gameleira, Havaí, Ipiranga, Itaipu, Jatobá, Lindéia, Jardim América, Jardinópolis, Madre Gertrudes, Mansões, Marajó, Marilândia, Maringá, Milionários, Miramar, Morro das Pedras, Nosso Lar, Nova Barroca, Nova Cintra, Nova Gameleira, Olaria, Novo das Indústrias, Palmeiras, Parque São José, Pongelupe, Regina, Resplendor, Salgado Filho, Santa Cecília, Santa Cruz, Santa Helena, São Joaquim, Sical, Serra do José Vieira, Solar, Teixeira Dias, Tirol, Urucuia, Vila Conquista, Vila Cemig, Vila Leonina, Vila Magnesita, Vila Patrocínio, Vila Pinho, Vila Presidente Vargas, Vila Vânia, Vila Ventosa e Vista Alegre;


REGIÃO SUL – São Bento e Santa Lucia.


BETIM – Arquipélago Verde, Bandeirinhas, Campos Elíseos, Capelinha, Chácaras Reunidas Guaracyaba, Cruzeiro, Distrito Industrial Bandeirinhas, Duque de Caxias, Estâncias do Sereno, Guanabara, Icaivera, Industrial São Luiz, Jardim Piemonte, Petrovale, PTB, Santa Cruz, São Caetano, São Luiz, São Miguel, Vila Andorinha, Vila Cristina, Vila Kennedy, Vila Universal e Vila Verde.


CONTAGEM – Todo o município. 

EXCETO: Região de Nova Contagem - Colonial, Condomínio Nosso Rancho, Darci Ribeiro, Icaivera, Nova Contagem, Novo Retiro, Retiro, Tupã, Vila Estaleiro e Vila Renascer;

Região do Petrolândia – Beija Flor, Canadá, Campo Alto, Olhos D’água, Petrolândia, Quintas do Jacuba, Recreio dos Caiçaras, Santa Helena, São Caetano, São Miguel, Solar da Madeira, Tropical, Vila Belém e Vila Cristina.


IBIRITÉ – Bela Vista, Cascata, Colorado, Jardim das Rosas, José do Prado, Montreal, Mantiqueira, Ouro Negro, Palmares, Parque Durval de Barros, Petrolina, Piratininga, Serra Dourada, Sol Nascente, Vila Ideal e Washington Pires.


IGARAPÉ – Todo município.

MÁRIO CAMPOS – Todo município.

PEDRO LEOPOLDO – Todo o município, EXCETO os Bairros Fidalgo e Sumidouro.

RIBEIRÃO DAS NEVES – Todo o município.

SÃO JOAQUIM DE BICAS – Todo município.

SÃO JOSÉ DA LAPA – Todo o município.

SARZEDO – Todo município.

VESPASIANO – Bela Vista, Bom Sucesso, Célvia, Condomínio Mangueira, Jardim Encantado, Jardim da Glória, Jequitibá, Morro Alto, Morro do Cruzeiro, Morro Quaresma, Nova Iorque 4ª Sessão, Nova Pampulha, Novo Horizonte, Parque Jardim Maria José, Parque São Pedro, Pouso Alegre, Santa Maria, Santa Cruz, Vida Nova e Vila Esportiva.

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/economia/obra-da-copasa-deixar%C3%A1-1-6-milh%C3%A3o-de-pessoas-sem-%C3%A1gua-na-grande-bh-1.938911

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Morrer em BH ficou 18% mais caro em apenas um ano

Custos com funeral subiram quase três vez mais que inflação

Em um ano, “morrer” ficou 18% mais caro em Belo Horizonte. Os custos com funeral e enterro subiram quase três vezes a inflação do mesmo período, que acumula 7,02% na capital nos doze meses encerrados em setembro. “Tem preços para todos os bolsos, mas o consumidor precisa ficar atento para não ser explorado no momento de fragilidade”, afirma o diretor executivo do Mercado Mineiro, Feliciano Abreu.

A comparação dos preços praticados neste ano com os do ano passado leva em conta os valores médios do conjunto de serviços (sepultamento, túmulo, velório, coroa de flores, serviço funerário, que inclui urna, ornamentação, coroa de flores, transporte e preparação do corpo). Em 2013, essas despesas somavam, em média, R$17.309,89 e um ano depois subiram para R$20.481,23.

Como a contratação desses serviços é feita em um momento muito delicado, Abreu aconselha que a família peça ajuda a um outro parente ou amigo para fazer os orçamentos e contratações. “Uma dica é pedir ajuda de parentes na negociação, porque o lado emocional acaba falando mais alto”, diz Abreu.

Ele ressalta que o tipo e qualidade dos produtos influenciam muito nos preços. A inflação também não foi a mesma para cada produto ou serviço. Uma urna, por exemplo, pode custar de R$130 a R$28 mil, com uma variação de 21.438%. O valor médio subiu 91,65% em um ano, sendo a mais alta verificada no período pela pesquisa.

Sepultamento ou cremação. A família que já possui um túmulo no cemitério tem que desembolsar entre R$ 216,05 e R$ 272,04 para fazer o sepultamento. Caso contrário, a despesa sobe em até R$ 20 mil, que é o preço máximo do jazigo nos cemitérios da cidade. O valor mínimo do túmulo é de cerca de R$ 3.000.

Já para a cremação, o valor varia de R$ 4.500 a R$ 6.438, que são os preços cobrados pelos dois cemitérios que prestam esse tipo de serviço na capital. 

Preços de flores variam até 680%

Levar flores para homenagear os mortos queridos pode custar caro. A variação no preço dos crisântemos, por exemplo, chega a 680%, de acordo com a pesquisa do Mercado Mineiro. O valor vai de R$ 10 a R$ 78.

A variação em patamares altíssimos se repete nos outros tipos de flores, reforçando a necessidade de pesquisa para quem quer economizar. A menor diferença entre o preço mínimo e o máximo foi encontrada nos vasos de violeta. Ainda assim, a diferença chega a 350%.

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/economia/morrer-em-bh-ficou-18-mais-caro-em-apenas-um-ano-1.938670

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Ator Robin Williams é encontrado morto nesta segunda-feira

Segundo o portal TMZ, ele cometeu suicídio; ator norte-americano tinha 63 anos, atuou em 103 filmes e já recebeu 55 prêmios

O premiadíssimo ator norte-americano Robin Williams foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (11), aos 63 anos de idade. A informação foi confirmada pela mulher do ator, Susan Schneider, em comunicado. E também pelo assessor de imprensa do ator. 

No comunicado, a mulher de Williams diz o seguinte: "Nesta manhã, eu perdi meu marido e melhor amigo, enquanto o mundo perdeu um dos mais queridos artistas e um dos mais belos seres humanos. Estou absolutamente de coração partido".

Hipótese de suicídio

De acordo com o site TMZ, que ficou conhecido por ter revelado a morte de Michael Jackson em 2009, a suspeita inicial da polícia é de que Robin Williams tenha cometido suicídio, por asfixia.

Ainda segundo o TMZ, a última vez que ele foi visto vivo foi às 22h de domingo (10).

Williams teve problemas com dependência de cocaína e álcool nos anos 80, mas ficou sóbrio por 20 anos. No último mês, ele voltou a se internar em clínica de reabilitação por causa da bebida, segundo o TMZ.Carreira premiada

Robin Williams já foi indicado a 67 prêmios e recebeu 55 deles, sendo três estatuetas do Oscar.

Segundo o site Internet Movie Database, especializado em cinema, Williams já atuou em 103 filmes, além de ter feito produções e direções de filmes.

O primeiro filme que o tornou conhecido foi "Bom Dia Vietnã", de 1987, que lhe rendeu a primeira indicação ao Oscar. Dois anos mais tarde, ele levou a estatueta por sua atuação como o professor John Keating, de "Sociedade dos Poetas Mortos" (1989), que o alçou à condição de astro.

Depois disso, foram vários filmes marcantes: Uma Babá Quase Perfeita (1993), Gênio Indomável (1997), Patch Adams (1998), entre dezenas de outros. Ele levou o Oscar mais duas vezes, por Gênio Indomável e por O Pescador de Ilusões.

Também já ganhou outros prêmios importantes, como o Globo de Ouro, o Emmy e o Bafta.

Vida

Robin Williams nasceu em 21 de julho de 1951, em Chicago, nos Estados Unidos. Ele chegou a estudar ciências políticas, antes de cursar teatro na Escola Juilliard.

Ele foi casado três vezes e é pai de três filhos: entre 1978 e 1988 com a atriz Valeria Velardi; de 1989 a 2010 com a produtora Marsha Willliams; e desde 2011 com Susan Schneider.

Fonte: http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/celebridades/ator-robin-williams-%C3%A9-encontrado-morto-nesta-segunda-feira-11-1.898185

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Milton Nascimento e Criolo abrem turnê de 'Linha de frente' em BH

Show que tem tudo para amadurecer bem com o tempo. Artistas confessam admiração mútua


Criolo avisou, logo depois de entrar no palco do Palácio das Artes: o que se veria ali não é propriamente um show, mas o “encontro de almas”. O rapper paulistano e Milton Nascimento, astro da MPB, começaram por BH a turnê de 'Linha de frente', com direito a muitos abraços em cena, tietagem e até convite ao público para entoar um mantra para chamar Bituca ao microfone. 

O “encontro de almas” começou reverenciando a palavra – esteio da canção e do rap. Oportunamente, surgiu 'A terceira margem do rio', a quase desconhecida parceria de Milton e Caetano Veloso inspirada em Guimarães Rosa. Depois foi a vez de Dorival Caymmi. Bituca parece recitar para chamar o vento, mas seu flerte sutil com o hip-hop, o canto falado, fica por aí. Aos 71 anos, ele não se arrisca a levar o barco para além da zona de conforto da canção.

Trinta e três anos mais jovem, coube a Criolo se atirar – feliz da vida – nas águas miltonianas. Haja coragem, para não dizer zona de risco. O show evidencia que Deus não deu a Kleber Gomes o gogó do parceiro. Muito longe disso. Houve quem se irritasse com suas desafinadas na noite de sexta-feira e com a coreografia meio surtada. Mas o rapaz, que outrora assinava Criolo Doido, encara 'Morro velho', entre outros clássicos do Clube da Esquina. E não se intimida em dividir o palco com a jovem carioca Júlia Vargas, vozeirão respeitável. Guardem o nome dessa moça, convocada por Bituca para repetir com ele um de seus duetos com Sarah Vaughan... 

Milton toca a sanfoninha que ganhou da mãe na revigorada 'Ponta de Areia', a veterana 'Travessia' ainda tem o seu lugar, Criolo é mais Criolo quando interpreta o repertório autoral, talhado para o seu gogó. Clássico de Chico Buarque e Gilberto Gil potencializado pela voz “Brasil profundo” de Milton, 'Cálice' não poderia faltar. Essa bela canção inspirou o rap de Criolo gravado pelo próprio Chico. Diz assim: “Afasta de mim a biqueira, pai / Afasta de mim as biate, pai/ Afasta de mim a cocaine, pai/ Pois na quebrada escorre sangue”. 

Boa música para montar o repertório do show é que não faltava. E dá-lhe 'Bogotá', de Criolo, e 'Escravos de Jó', de Milton Nascimento e Fernando Brant, as duas devidamente apresentadas em dupla. Para mostrar que o namoro da turma do hip-hop com Bituca não é de hoje, é bom lembrar que a mesma 'Escravos de Jó' já havia sido sampleada recentemente por Marcelo D2. 

No sábado, o público aplaudiu, tirou fotos e levou a bandeira de Minas Gerais, devidamente exibida por Criolo. Ainda assim, não se chegou àquela catarse eletrizante que marca os grandes encontros. Ainda há um quê de ensaio geral, um clima de “vamos fazer um som lá em casa” que marcou o início da amizade do rapper com Milton. Estreia é estreia, há muito palco pela frente.

Antes que se imagine um passo decisivo na “linha evolutiva” do tão badalado casamento do rap com a música popular brasileira, é bom lembrar: não houve surpresa. O show se chama 'Milton convida Criolo'. Obra em processo? Talvez. Mas seria bacana ver Bituca se arriscar mais no universo do parceiro mais jovem. 'Linha de frente' provou isso (é aquela música da Turma da Mônica, do Cascão rei do morro chapa-quente). Milton estava para lá de soltinho em 'Mariô'. Pena ter ficado só na vontade ouvi-lo cantar 'Não existe amor em SP'. A “Travessia” de Criolo acabou defendida apenas pelo autor, acompanhado pelos fãs. Mas que merecia um dueto, isso merecia.

Fonte: http://divirta-se.uai.com.br/app/noticia/musica/2014/06/16/noticia_musica,156312/milton-nascimento-e-criolo-abrem-turne-de-linha-de-frente-em-bh.shtml

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Pão de Queijo Tradicional Recheadíssimo

Ingredientes

1 pacote de Pão de Queijo Tradicional (400 g)
1 xícara (chá) de Catupiry® (200 g)
¾ xícara (chá) de azeitonas pretas picadas (86 g)
½ maço de tomilho (folhas) (15 g)
Noz-moscada

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 180ºC por 10 minutos. Leve os pães de queijo ao forno, em uma forma untada, com 3 cm de distância entre eles, por 30 minutos, ou até que fiquem dourados.

Enquanto isso, faça o recheio: em uma vasilha, misture o Catupiry com as azeitonas pretas e com o tomilho, e tempere com noz-moscada. Coloque o recheio em um saco de confeitar com bico liso de 0,5 cm de diâmetro.

Assim que os pães estiverem assados, retire-os do forno. Fure cada pão de queijo, na lateral, com o bico, e injete o recheio. Sirva em seguida.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Maria Bethânia interpreta o Brasil em seu novo disco "Meus Quintais"

O Brasil, os índios, a infância, a alegria. Esses são alguns dos ingredientes que compõem a mais nova produção de Maria Bethânia, o disco “Meus Quintais” (Biscoito Fino). Em meio à brasilidade que “toca e emociona” a artista, o álbum traz diversas canções gravadas pela primeira vez pela baiana de Santo Amaro da Purificação, filha mais nova de seu Zeca (o Onça) e dona Canô.

No repertório, escolhido à vontade da intérprete, aparecem de músicas cantadas por sua mãe na época de sua infância, como “Lua Bonita”, a canções que conheceu recentemente. “‘Moda de Onça’, por exemplo, conheci agora, quem me apresentou foi um grupo de professores e estudantes de história da Universidade Federal de Minas Gerais”, explicou Bethânia à imprensa de todo o Brasil nessa quinta (5), através de uma coletiva online.

Minas Gerais também se faz presente pela participação do pianista Wagner Tiso, na música “Dindi”, que encerra o álbum. “O piano é muito requintado, mas quintal é requintado, não é qualquer lugar”, justifica a artista. “O Wagner tem Minas, aqueles horizontes todos, aquelas serras, montes, aquele silêncio, aquelas alterosas”, completa.

A cultura indígena é outro ponto destacado por Bethânia no disco – afinal, como ela diz, “eles são os donos da terra, são o chão, são o Brasil”.

Todo o disco remete às memórias de infância da baiana, e este foi o mote inspirador não apenas para selecionar as faixas, como é o caso de “Uma Iara Uma Perigosa Yara”, retirada dos textos de Clarice Lispector, mas também na composição do encarte do álbum, que conta com fotos de esculturas em madeiras feitas pela própria Bethânia. A cantora conta que pensou em usá-las pelo fato de se conectarem com o que seria uma inocência presente no citado texto da escritora, “bem o estilo do disco”.

Prestes a completar 50 anos de carreira (em 2015), Maria Bethânia pretende comemorar tudo que vivenciou na música, e “Meus Quintais” seria um “contraponto” à necessidade de “viver em centros urbanos”, uma lembrança à infância em Santo Amaro, em meio à família e amigos – afinal, nas palavras da intérprete, “quintal é o melhor lugar do mundo”.

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/pop-hd/maria-bethania-interpreta-o-brasil-em-seu-novo-disco-meus-quintais-1.246151

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Culinária mineira será tema de enredo da Salgueiro em 2015

Livro 'História da Arte da Cozinha Mineira por Dona Lucinha' foi inspiração.


A cozinha regional será abordada de maneira ampla no desfile.A escola de samba carioca Salgueiro escolheu como tema enredo para o carnaval 2015 a culinária mineira. Segundo revela a diretora da agremiação, Regina Celi, a inspiração surgiu a partir do livro “História da Arte da Cozinha Mineira por Dona Lucinha”; literatura que conta a construção da cozinha do estado a partir da evolução dos fogões. Contudo, a história da cozinha regional será contada de maneira ampla no desfile.

A canção que atravessará a Sapucaí ainda não está pronta. Conforme revela a carnavalesca do Salgueiro Márcia Lage, este é um momento de construção. “Já devorei o livro. (...) Só nos resta pôr essa panela no fogo e fazer essa mistura”, conta ela sobre a pesquisa feita. E acrescenta que mesmo não tendo nascido na fazenda, pôde perceber toda a essência da mesa posta das cidades interioranas, onde quitutes e comidas têm sabores mais característicos.

Dona Lucinha é proprietária de um tradicional restaurante em Belo Horizonte, que serve pratos tipicamente regionais. Por estar doente, ela não participou do anúncio feito à imprensa, mas seus filhos a representaram.
A filha da fundadora da casa e coautora do livro, Márcia Clementino, remete a construção textual à mãe. “Ela dizia que as receitas se desenvolvem junto com a história dos fogões”, relembra, ao falar do processo de montagem. Sobre o sabor famoso das receitas, Márcia acredita que a cozinha mineira seja rica, universal. “A mineração trouxe gente de todo o mundo, fez uma síntese [do que temos hoje]” explica ela.

A carnavalesca da agremiação carioca afirma que mais que regional, a comida mineira é, em primeiro lugar, brasileira e, por isso, representará muito bem a cultura nacional. “Estou muito confiante”, diz, ao falar das expectativas para o carnaval do próximo ano. Bom agouro reforçado por Regina Celi, que também aposta na vitória com o enredo escolhido.

As bandeiras do estado de Minas Gerais e da agremiação carnavalesca compartilham as mesmas cores. Mas a escola já dividiu outras histórias mineiras. Aleijadinho, Xica da Silva, Chico Rei e Dona Beja já foram temas de enredos do Salgueiro. Desta vez, a agremiação parte do Serro, cidade onde nasceu Dona Lucinha, para contar um pouco mais do estado.

O secretário de turismo, Tiago Lacerda, presente no evento que divulgou a parceria entre Minas e Rio no carnaval, afirmou que o momento é bastante oportuno para destacar a culinária do estado. Um dos motivos é a promoção internacional ocorrida após a homenagem no Madrid Fusión, em 2013. O deputado estadual Fred Costa, que intermediou o contato, ressaltou, no entanto, que não haverá investimentos públicos para este evento. “O dinheiro é do Salgueiro e das formas que eles usam para arrecadar esse dinheiro”, disse.

No próximo dia 16 de junho a sinopse da história da culinária mineira será entregue à ala de autores do Salgueiro para produções de sambas-enredo. Os compositores têm cerca de um mês para apresentar as músicas. Elas serão votadas em agosto e a vencedora desfilará na Sapucaí durante o carnaval. Segundo os carnavalescos da escola, normalmente são sete carros alegóricos e de 30 a 35 alas. Na teia artística montada na avenida, “certamente Dona Lucinha receberá destaque”, conta o diretor de carnaval da escola, Renato Lage. Márcia Clementino afirma que a família estará presente na festa.

Dona Lucinha

O restaurante foi fundado em 1990 e já soma 24 anos de trajetória. Mas a cozinheira Dona Lucinha trabalhou por 40 anos viajando pelo Brasil, em festivais que já levavam a cozinha do estado a vários outros lugares.

Uma das filhas de Dona Lucinha, Márcia Clementino acredita que a mãe contribuiu para semear o terreno atualmente desfrutado pela culinária local. Segundo ela, a mãe está orgulhosa e realizada pela homenagem, embora não esperasse que seus passos iniciados na fazenda onde morava, no Serro, chegassem a tanto.

O início do caminho até a casa montada em Belo Horizonte nasceu enquanto Dona Lucinha trabalhava como professora rural. O momento da merenda, ela percebia que os alunos se sentiam envergonhados pela comida que levavam. Às vezes batata-doce, outras um pedaço de mandioca. Mas dos quitutes eles se orgulhavam.

A partir dessa observação, ela começou a planejar merendas coletivas com pais e alunos, e incentivar que essa fonte de alimento fosse motivo de orgulho. “Daí derivou os festivais de comida mineira”, conta Márcia, relembrando as viagens da mãe à cidades como Belém, São Paulo e Brasília.

Depois de um tempo, já com 11 filhos, ela resolveu montar o restaurante na capital mineira. A estética deveria obedecer ao clima de fazenda, mais rústico. “O conceito é o mesmo que alimentou os festivais dela, que queria mostrar a coisa da mesa mineira, da reunião familiar”, explica a filha, também feliz pela história de sua genitora.
Devota de Nossa Senhora do Rosário, Dona Lucinha tem também como característica a religiosidade. Imagens podem ser vistas no estabelecimento. Supersticiosa, ela posta sempre na quarta-feira como dia de sorte para inaugurar grandes eventos. Talvez essa tradição ajude também o Salgueiro durante a abertura de notas, que ocorre na quarta-feira de cinzas.

Fonte: http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2014/06/culinaria-mineira-sera-tema-de-enredo-de-samba-da-salgueiro-em-2015.html

Luto: Morre em BH garota de 13 anos que aguardava transplante de coração

Adolescente sofria de insuficiência cardíaca há três anos; nessa quarta apareceu um doador, mas órgão não estava sadio o suficiente para ser transplantado

A adolescente de 13 anos que aguardava um transplante de coração e estava internada no Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, morreu na noite dessa quarta-feira (4).

De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, o óbito foi confirmado por volta de 21h. Renata Lara de Oliveira estava internada há 44 dias em estado grave no Centro de Terapia Intensiva (CTI).

A menina sofria de insuficiência cardíaca há três anos e o seu caso ganhou destaque depois que a adolescente gravou um vídeo em que dizia: “quero muito viver; me ajuda”. O depoimento foi compartilhado várias vezes pelas redes sociais.

Nessa quarta, surgiu a possibilidade de um doador de Manhuaçu, na Zona da Mata mineira, mas ele foi descartada depois que a equipe médica descobriu que o órgão não estava sadio o suficiente para ser transplantado.

O sepultamento de Renata deve acontecer em Leandro Ferreira, na região Centro-Oeste do Estado, onde a garota morava com a família.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/morre-em-bh-garota-de-13-anos-que-aguardava-transplante-de-cora%C3%A7%C3%A3o-1.858692

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Belo Horizonte é a 6ª capital com pior trânsito do país, diz análise

De acordo com o levantamento, a capital mineira chega a ter 42% de suas vias congestionadas durante os horários de pico


Uma análise comparativa das nove maiores capitais brasileiras mostra que as cidades do Nordeste e a capital fluminense têm uma densidade de tráfego maior do que São Paulo. 

De acordo com o texto, Belo Horizonte chega a ter 42% de suas vias congestionadas durante os horários de pico. O número deixa a capital de Minas como a 6ª pior cidade brasileira no quesito.

Enquanto isso, a capital paulista chega a ter 46% de suas vias congestionadas nos horários de pico.Salvador chega a ter incríveis 59%. A capital mais congestionada, na comparação com o total de vias, é Recife, com lentidão em 60% de suas vias nos horários de pico.

A pesquisa com os dados está sendo divulgada nesta quarta-feira (4), pela empresa de tráfego TomTom. Os dados são coletados dos aparelhos GPS da empresa, espalhados pelas frotas, e de aplicativos de celulares que usam a tecnologia da empresa.

Segundo a TomTom, a medição do tráfego não leva em conta o tamanho dos congestionamentos - como faz, por exemplo a Companhia de Engenharia de Tráfego. "O que medimos é a densidade do congestionamento", diz o gerente de vendas da empresa, Julio Quintela. É uma comparação entre a quantidade de ruas existentes na cidade e quantas delas estão congestionadas. "Também fazemos a comparação da densidade nos horários de pico e fora deles, o que é um indicativo da infraestrutura", diz Quintela.

Quintela afirma que os dados mostram uma menor infraestrutura dessas cidades para absorver os congestionamentos. "Notamos que as cidades do Nordeste tiveram aumento dos congestionamentos no último ano. Uma hipótese para isso é a grande quantidade de obras públicas nas vias, para a Copa, que podem ter aumentado o trânsito", diz.

Mundo

A TomTom também comparou a densidade do trânsito nas 120 maiores cidades do mundo. Nesse quesito, Brasil tem duas cidades entre os top 5 (São Paulo e Rio).

A cidade com mais vias congestionadas da Terra, segundo a empresa, é Moscou, na Rússia, onde 74% das vias ficam saturadas nos horários de pico. Em segundo lugar, Istambul, na Turquia, com 62% das vias saturadas.

"Fizemos essa análise levando em conta uma lista prévias das maiores cidades. Por isso que Recife ficou de fora", explica Quintela.

VEJA LISTA DAS CAPITAIS BRASILEIRAS COM PIOR CONGESTIONAMENTO:

1. Recife: 60%

2. Salvador: 59%

3. Rio de Janeiro: 55%

4. Fortaleza: 48%

5. São Paulo: 46%

6. Belo Horizonte: 42%

7. Porto Alegre: 38%

8. Curitiba: 34%

9. Brasília: 27%

VEJA RANKING MUNDIAL DAS CIDADES COM PIOR CONGESTIONAMENTO:

1. Moscou: 74%

2. Istambul: 62%

3. Rio de Janeiro: 55%

4. Cidade do México: 54%

5. São Paulo: 46%

6. Palermo: 39%

7. Varsóvia: 39%

8. Roma: 37%

9. Los Angeles: 36%

10. Dublin: 35%

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/brasil/belo-horizonte-%C3%A9-a-6%C2%AA-capital-com-pior-tr%C3%A2nsito-do-pa%C3%ADs-diz-an%C3%A1lise-1.858034

terça-feira, 3 de junho de 2014

Aprenda a fazer uma Omelete de Batata com Salsicha



Ingredientes

6 ovos sal e pimenta-do-reino
½ maço de salsinha picado (45 g)
3 batatas (480 g)
4 colheres (sopa) de azeite (52 ml)
4 unidades de Salsicha de Frango (170 g)
1 cebola roxa pequena picadinha (70 g)
4 colheres (sopa) de manteiga (52 g)

Modo de Preparo

Com o auxílio de um garfo, bata os ovos e tempere com sal, pimenta-do-reino e metade da salsinha.

Descasque as batatas e passe-as em um fatiador de legumes para obter fatias bem finas.

Aqueça uma frigideira antiaderente (20 cm de diâmetro), adicione metade do azeite e refogue metade das batatas por 5 minutos, ou até que fiquem cozidas e douradas. Enquanto isso, corte as salsichas de modo a obter 4 fatias de comprido.

Adicione metade das salsichas e metade da cebola e refogue por mais 2 minutos. Em seguida, adicione o restante da salsinha e metade dos ovos batidos. Cozinhe por 5 minutos, ou até que a omelete não tenha mais nenhuma parte líquida.

Retire a frigideira do fogo e passe a omelete para um prato maior que a frigideira, com a parte dourada virada para baixo. Então, apoie o prato sobre a mão, coloque a frigideira por cima e vire rapidamente (segurando bem o prato), para que a omelete volte para a panela. Volte ao fogo por mais 3 minutos.

Repita o procedimento com o restante dos ingredientes e sirva em seguida, com salada de tomates como acompanhamento. 

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/pop-hd/receitas/aprenda-a-fazer-uma-omelete-de-batata-com-salsicha-1.245554

Zoológico de BH confirma que gorila Imbi está grávida

Casa dos três únicos gorilas da América do Sul, o Jardim Zoológico de Belo Horizonte vai ganhar mais dois moradores da espécie nos próximos meses. A gorila Imbi está grávida de seis meses, de acordo com Fundação Zoo-Botânica da Prefeitura de Belo Horizonte (FZB-BH).

O anúncio vem quatro meses após a confirmação da gravidez de Lou Lou. Imbi deve dar à luz ao filhote em setembro, um mês após Lou Lou. As duas acasalaram com o gorila Leon.

A notícia da segunda gestação foi muito bem recebida pelo diretor do Jardim Zoológico de Belo Horizonte, Gladstone Araújo. “Além de conservar a espécie de gorila, que hoje são apenas 700 em todo o mundo, a notícia reforça o papel ambiental do jardim zoológico para garantir essa manutenção”, comemora.

O zoológico de BH tem uma parceria com a Associação Europeia de Zoos e Aquários (EAZA), que permitiu a vinda de Leon, do Ilhas Canárias Loro Park, da Espanha, um ano após a morte de Idi Amin.

“Quando o Idi morreu, em 2012, chegou a existir a possibilidade de as nossas fêmeas retornarem à Europa”, diz Gladstone, em referência a Imbi e Kifta, a gorila que morreu um ano depois. Elas vieram do zoológico de Howletts, no Reino Unido, mesma origem de Lou Lou. “No entanto, a equipe da EAZA viu que nós estávamos preparados para esse trabalho de reprodução, então o Leon veio pra cá, e a Lou Lou também”.

De acordo com ele, o zoológico se adequou tanto em termos de estrutura, com um hospital específico, quanto na equipe, com um corpo técnico de veterinários, biólogos e tratadores capacitados.

O Jardim Zoológico ainda não sabe o sexo dos filhotes, e é possível que realize uma consulta popular para definir os nomes, como ocorreu com Idi Amin.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/zool%C3%B3gico-de-bh-confirma-que-gorila-imbi-est%C3%A1-gr%C3%A1vida-1.856787

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Rei Juan Carlos da Espanha abdica em favor do filho Felipe


O rei Juan Carlos I da Espanha decidiu abdicar em favor do filho, o príncipe Felipe de Borbón, anunciou nesta segunda-feira o chefe de Governo espanhol Mariano Rajoy.

O monarca, de 76 anos, mostrou "sua vontade de renunciar ao trono e abrir o processo sucessório", disse Rajoy em uma declaração institucional.

A razão pela qual o rei decidiu abdicar a favor do filho "é algo que Sua Majestade deseja comunicar pessoalmente a todos os espanhóis ao longo desta manhã".

"Vi o rei convencido de que este é o melhor momento para que possa acontecer, com toda normalidade, a mudança na chefia de Estado e a transmissão da coroa ao príncipe Felipe, que reinará como Felipe VI", completou Rajoy.

Rajoy prestou homenagem ao rei ao afirmar que "renuncia ao trono uma figura histórica tão estreitamente vinculada à democracia espanhola que não é possível entender uma sem a outra".
"A todos nos deixa uma enorme dívida de gratidão", acrescentou o primeiro-ministro espanhol, afirmou, antes de informar que na terça-feira acontecerá um conselho de ministros extraordinário sobre o processo de sucessão.

Juan Carlos assumiu o trono em 22 de novembro de 1975, apenas dois dias depois da morte do ditador Francisco Franco, que o havia nomeado seu sucessor.

Muito popular, especialmente após a oposição a uma tentativa de golpe de Estado em 23 de fevereiro de 1981, a aceitação do monarca entre os espanhóis caiu nos últimos anos após uma série de escândalos.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2014/06/02/interna_internacional,535057/rei-juan-carlos-da-espanha-vai-abdicar-em-favor-do-filho-felipe.shtml

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Carne de Panela com Mandioca é um sucesso

Ingredientes

3 colheres (sopa) de margarina (39 g)
500 g de carne (patinho ou coxão mole) cortada em cubos
1 cebola picadinha (200 g)
1 xícara (chá) de cerveja tipo Pilsen (200 ml)
1 pacote de Mandioca em Palitos Congelada (400 g)
¼ maço de salsinha (20 g)
Sal e pimenta-do-reino

Modo de Preparo

Derreta a margarina em uma panela, adicione a carne e deixe dourar. Adicione a cebola e refogue por mais 2 minutos, ou até que ela murche.

Acrescente a cerveja, adicione a mandioca congelada e complete com água até cobrir a carne e a mandioca.

Tempere com sal e pimenta-do-reino e cozinhe por 30 minutos, ou até que metade da mandioca tenha se desmanchado e sido incorporada ao molho, mexendo a cada 5 minutos.

Assim que desligar o fogo, finalize com a salsinha. Sirva em seguida, acompanhada de couve mineira.

Dica

Se quiser um pouco mais de sabor de cerveja no seu cozido, utilize 1 lata de cerveja inteira (355 ml)

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/pop-hd/receitas/carne-de-panela-com-mandioca-e-um-sucesso-1.244237

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Gata mais velha do mundo tem 24 anos!

Alguém por aí tem uma bichana vovozinha em casa? A Poppy, gata de Bournemouth, que fica no Reino Unido, foi reconhecida pelo Guiness Book como o gato mais velho do mundo. A gata nasceu em 1990 e já chegou aos 24 anos! Isso equivale, na idade “humana”, a 114 anos.

Uma gata norte-americana chamada Pink, que morreu no ano passado, era a detendora anterior do recorde. Ela tinha 23 anos de idade.

A Poppy já está surda e cega devido a idade avançada. Porém, a gata está longe de bater o recorde do gato que mais viveu entre nós. O bichano recordista, o Creme Puff, atingiu os impressionantes 38 anos e três dias de vida no Texas.

Fonte: http://www.gateiro.com.br/gata-mais-velha-do-mundo-tem-24-anos/

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Oito mitos sobre gatos

A veterinária Luciana Deschamps, da clínica veterinária de felinos Sr. Gato, me ajudou a levantar oito mitos relacionados aos gatos e a mostrar por que eles são falsos. Dá uma olhada:

1. Gatos são interesseiros (ou traiçoeiros)

Ahhh, um clássico. Gatos fazem o que tiverem vontade no momento. Você pode chamar o quanto quiser que, se eles não quiserem, não vão vir. Não são obedientes como os cães, algo que irrita algumas pessoas. Sim, eles vêm correndo quando você abre aquele patê delicioso, mas quem não faria isso? Como diz Luciana: “Eles não são interesseiros, são interessantes”.
2. Gatos transmitem asma

Falso. Asma felina é diferente da asma humana. Um não transmite para o outro. Pessoas que nunca conviveram com felinos também tendem a achar que o ronronar é um chiado do pulmão, indicando que eles possuem problemas respiratórios. Trata-se apenas de um barulho que fazem quando estão relaxados e felizes.

3. Gatos não se dão bem com crianças

Grande parte dos gatos vive em um aconchego só com os pequenos – raças como maine coon e norueguês da floresta são mais dóceis. Porém, alguns bichanos, do tipo reservados, podem ser temperamentais com crianças que pesam a mão nos carinhos e brincadeiras. Mas tudo tem solução. O segredo está na socialização dos dois. Os pais devem acompanhar os primeiros contatos da criança com o pet, mostrando como manipulá-lo e explicando que os peludos também apreciam alguns momentos de paz.
4. Gatos gostam da casa e não do dono

Pergunte para qualquer gateiro: todos dirão que isso não faz sentido. “Eles gostam da casa com o dono dentro”, afirma Luciana. Os felinos são muito apegados ao ambiente físico, mas também ao dono. Após a morte do tutor, muitos entram em depressão e acabam até morrendo.

5. Gatos têm sete vidas

Hm… não. Ganharam essa fama por pularem de grandes alturas sem se machucar. Entretanto, bichanos são bastante sensíveis e necessitam de cuidados especiais. Problemas com sua parte emocional podem evoluir para doenças renais e respiratórias, entre outras. Eles somatizam questões. Já houve casos de donos que passavam pelo processo de quimioterapia e cujo gato vomitava junto.
6. Gatos com Aids felina podem passar a doença para os humanos

Assim como a Aids humana, o vírus da Aids felina, chamado FIV, ataca o sistema imunológico do pet. Entretanto, humanos não são infectados por ele. Já outros gatos podem ser contaminados através do contato com o sangue e a saliva do doente.

7. Gato preto dá azar

Gente, estamos no século XXI e não na Idade Média. Gato preto não dá azar. E pensar que tem quem ainda acredite nisso e maltrate (e até mate) os coitadinhos por causa disso.
8. Gatos são menos legais do que cachorros

Trata-se de um debate que não leva a lugar nenhum. Alguns são do time dos cachorros e outros, dos gatos. São animais diferentes e pouco comparáveis. Cada dono deve ponderar a qualidade que busca em um pet e escolher um deles. Só não vale falar mal dos felinos quando não se conhece muito sobre eles. Eu tenho gatos em casa e garanto que são umas fofuras sem fim.

Fonte: http://vejasp.abril.com.br/blogs/bichos/2014/02/mitos-gatos/ 

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Filho de Erasmo Carlos tem morte cerebral

Músico Alexandre Pessoal sofreu acidente de moto no dia 7. Ele estava internado em estado gravíssimo no Hospital Barra D'Or, no Rio.

O músico Alexandre Pessoal, de 40 anos, filho do cantor e compositor Erasmo Carlos, teve morte cerebral constatada no início da tarde desta quarta-feira (14), segundo informações da assessoria da família. Erasmo Carlos esteve no Hospital Barra D'Or, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde o filho estava internado, mas já tinha saído por volta das 13h30. A família trata dos trâmites legais para a doação de órgãos do músico.

Pela manhã, Alexandre Pessoal passou por exames para constatar seu estado clínico.  O músico teve uma piora no quadro de saúde na terça (13), após quase uma semana internado devido a um acidente de moto, ocorrido dia 7, na Barra da Tijuca. Ele foi transferido para o Barra D' Or no dia 10.

No Facebook, Erasmo Carlos postou mensagem de despedida do filho mais velho: "A grandeza do amor é sempre se tornar inteiro mesmo perdendo uma grande parte...adeus meu gugu querido, jamais esquecerei vc ...".
Gravíssimo

Segundo boletim médico recebido pela assessoria de imprensa de Erasmo às 21h de terça-feira, o quadro dele era "gravíssimo". Pelas redes sociais, amigos do cantor e integrantes da banda Fica Comigo, da qual ela fazia parte, já falavam da morte cerebral. Alguns postaram mensagens de pêsames.

Na página oficial do Fica Comigo no Facebook, um post por volta das 18h30 informava a piora. "Infelizmente, estamos aguardando o pior. Se ele tiver que ir, pelo menos, sabemos que ele irá em paz. Desculpem não dar mais detalhes, mas também não sabemos. Estamos a caminho do hospital e de lá daremos maiores informações", dizia o texto.

A informação foi de encontro ao boletim médico divulgado nesta segunda (12), de que ele havia apresentado melhora no quadro geral e estava com melhor equilíbrio químico, febre controlada e pressão craniana em níveis satisfatórios. Erasmo chegou a publicar mensagem no Twitter comemorando a melhora. "'Fé na vida, fé no homem, fé no que virá', já dizia Gonzaguinha. Pequenos sinais de melhora no quadro geral do meu filho Alexandre!"

Na noite de domingo (11), Erasmo também agradeceu no microblog aos amigos pela torcida. "A solidariedade é uma das formas mais nobres do amor. Obrigado ao exército de amigos que torcem pelo meu filho querido, Deus está ouvindo", postou.

Alexandre Sayão Lobato Esteves, seu nome de batismo, foi internado no CTI na quarta-feira (7) depois de sofrer um acidente de motocicleta quando saía da casa do pai, na Barra da Tijuca.

Fonte: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2014/05/filho-de-erasmo-carlos-tem-morte-cerebral-diz-assessoria-da-familia.html

Maminha na manteiga temperada

Ingredientes


Maminha
1 peça de maminha ( cerca de 1 e meio quilo)
4 colheres (sopa) de Caldo Líquido MAGGI® Picanha

Manteiga Temperada
1 xícara (chá) de manteiga (cerca de 200 g)
2 colheres (sopa) de Caldo Líquido MAGGI® Picanha
4 colheres (sopa) de salsa picada
4 colheres (sopa) de manjericão fresco picado
2 colheres (sopa) de nozes picadas

Modo de Preparo

Maminha:
Em uma assadeira, tempere a carne com o Caldo Líquido MAGGI, cubra com papel-alumínio e leve à geladeira por cerca de 30 a 40 minutos para tomar gosto. Retire da geladeira e leve ao forno médio-alto (200°C), pré-aquecido, por cerca de 1 hora. Retire o papel-alumínio e cozinhe por cerca de 30 minutos ou até dourar. Reserve.

Manteiga Temperada:
Em um recipiente, amasse a manteiga até que fique em consistência cremosa. Acrescente o Caldo Líquido, misture a salsa, o manjericão e as nozes. Misture bem, formando uma pasta. Coloque sobre um pedaço grande de filme plástico, embrulhe e modele um cilindro. Feche as laterais e deixe na geladeira até endurecer. No momento de servir, corte fatias finas da manteiga (com cerca de meio centímetro de espessura). Fatie a maminha e sirva cada pedaço acompanhado com a manteiga temperada.

DICA:
- Se desejar, utilize a manteiga temperada em carnes de churrasco, fica uma delícia!

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/pop-hd/receitas/maminha-na-manteiga-temperada-1.240533

Move da avenida Antônio Carlos começa a funcionar no sábado

Três linhas vão circular nesta primeira fase, com destino ao centro, Lagoinha e área hospitalar


A partir deste sábado, o Move (nome dado ao BRT de Belo Horizonte) começa a circular no corredor da avenida Antônio Carlos. Nessa primeira fase de implantação, serão três linhas troncais (circulam no corredor exclusivo) que sairão da Estação Pampulha com destino ao centro, região da Lagoinha e área hospitalar. Oito linhas que operam atualmente serão extintas e substituídas por sete linhas alimentadoras (do bairro à estação) que serão criadas. A estimativa da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) é que já nesta etapa, 40 mil pessoas passem a usar o Move e o tempo de viagem da Pampulha ao centro caia dos atuais 50 para 30 minutos.

Nesta primeira fase do sistema, os principais afetados são os moradores dos bairros ao norte da Lagoa da Pampulha, como o Céu Azul e o Santa Mônica (veja quadro ao lado). Antes, os usuários pegavam um ônibus direto até o centro e, agora, terão que parar na Estação Pampulha, e descer dos ônibus convencionais, vindos dos bairros. De lá, eles vão embarcar em um ônibus articulado do Move para completar a viagem.

As linhas troncais serão a 50 (Estação Pampulha/ Centro Direta – sem parar nas estações), a 51 (Estação Pampulha/Centro, Área Hospitalar Paradora – que para nas estações) e 52 (Estação Pampulha/Lagoinha) – essa última não vai entrar na região central da capital, mas retorna na altura da Lagoinha.

O diretor de Transporte Público da BHTrans, Daniel Marx, explicou porque a linha 52 retorna antes de chegar ao centro. “Essa linha é para o estudante da UFMG, trabalhador do Hospital Belo Horizonte e demais passageiros que o destino final não é o centro”, explicou.

Assim como a Estação São Gabriel, obras na estação. a Estação Pampulha ainda estará em obras quando o Move entrar em operação. Porém, de acordo com o presidente da BHTrans, Ramon Victor Cesar, toda área operacional na Pampulha já está concluída. “A situação na Estação Pampulha é melhor que na São Gabriel. Isso porque toda a parte de plataformas já está concluída. O que não ficou pronto ainda são estacionamentos e o terceiro pavimento que vai contar com restaurantes e outros tipo de serviços”, justificou.

A BHTrans ainda não definiu quando irá implementar as próximas fases do Move da Antônio Carlos, mas segundo Cesar, até a Copa, o sistema estará completo.

Não se perca

Estações no centro. Nos corredores do centro, os ônibus não param em todas as estações. Os veículos do Move Antônio Carlos usam as estações Rio de Janeiro e Carijós. Já o Move Cristiano Machado para nas estações São Paulo e Tamoios, com exceção da 83 P que, a partir de sábado, vai deixar de parar na São Paulo para usar a Estação Rio de Janeiro.

Estação Pampulha. A Estação Pampulha fica no encontro das avenidas Pedro I e Antônio Carlos, próximo à barragem da lagoa da Pampulha. O corredor Pedro I não vai entrar em operação nesta primeira fase. As obras na avenida ainda não foram concluídas. A BHTrans garante que o trecho será integrado ao Move antes da Copa do Mundo.

Como será

Embarque. As linhas alimentadoras (do bairro até a Estação Pampulha) irão chegar no segundo pavimento da estação. Para pegar o Move, os usuários terão que ir para o primeiro andar, onde estarão os ônibus articulados.

Fonte:http://www.otempo.com.br/cidades/move-da-avenida-ant%C3%B4nio-carlos-come%C3%A7a-a-funcionar-no-s%C3%A1bado-1.844624

Protesto contra a Copa deve acontecer na quinta em BH

Policiais e manifestantes preparam estratégias para onda de protestos. População está sujeita a bloqueios, vandalismo e confrontos, como os que aconteceram no ano passado


Black blocs, manifestantes e policiais se preparam para o primeiro grande protesto do ano contra a Copa do Mundo, amanhã, partindo da Praça Raul Soares, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A menos de um mês da competição, os dois lados podem entrar em confronto, trazendo à tona os fantasmas da Copa das Confederações, no ano passado, que deixaram cidadãos à mercê de bloqueios de tráfego e batalhas campais com um rastro de destruição, dois mortos e um número não contabilizado de feridos. A recomendação de especialistas é de que as pessoas se afastem quando presenciarem saques, depredações e bloqueios da polícia. Do lado de quem protesta, a marcação de passeatas se multiplica pelas redes sociais, com milhares de confirmações e a divulgação de estratégias de ataque e fechamento de ruas. Por sua parte, a Polícia Militar treinou homens do Batalhão de Choque especialmente para capturar nos grupos de manifestantes lideranças e vândalos flagrados cometendo crimes. Apesar disso, a polícia não conseguiu que os 176 suspeitos que pretendia ver presos preventivamente fossem detidos por crimes cometidos nos protestos do ano passado.

Com reforços vindos até do interior, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) informou que pretende contar com mais de 12 mil policiais durante a Copa. Ontem, em mesa-redonda na Assembleia Legislativa, o secretário da pasta, Rômulo Ferraz, disse aos deputados estaduais que o reforço no policiamento começa a atuar em nove dias, para dar segurança a turistas que cheguem com antecedência à cidade. “Se houver manifestações, serão promovidas por grupos organizados e sectários, e até podem ser mais violentas. De qualquer forma, o estado está mais preparado e há um planejamento de segurança que vai garantir a tranquilidade a turistas e cidadãos no período”, disse, no encontro. Hoje o Ministério Público sedia a primeira reunião do ano da Comissão de Monitoramento das Manifestações, um fórum para autoridades, movimentos sociais e representantes dos direitos humanos garantirem o direito à livre manifestação, sem violência. 

Só a PM investiu R$ 22 milhões para se equipar com coletes, capacetes, difusores de gás de pimenta, bombas de gás lacrimogêneo, explosivos de efeito moral e munição menos letal, como balas de borracha e tasers – as pistolas de choque elétrico. Uma das inovações é o treinamento de grupos de policiais que serão destacados para atuar cirurgicamente, prendendo suspeitos infiltrados entre manifestantes ou protegidos por eles. De acordo com o tenente-coronel Alberto Luiz Alves, chefe do Departamento de Comunicação Organizacional da PM, a tática envolve militares dando segurança em torno dos que realizarão a captura. Os alvos são lideranças mais violentas ou vândalos flagrados em algum crime. A imobilização desses suspeitos será feita com tasers, armamento que gera pulsos elétricos capazes de paralisar um homem instantaneamente.

INCITAÇÃO

Enquanto a PM se equipa e promove treinamentos, manifestantes se organizam principalmente por redes sociais e páginas da internet. Além de convocar mais gente para passeatas, postagens de alguns grupos ligados aos black blocs orientam sobre como usar navegadores da internet para convocar mais pessoas e incitam os participantes a atacar policiais. Usando o termo “drinks flambados” para designar coquetéis molotovs, uma dessas postagens, que tinha centenas de acessos, dizia: “Façam já seus drinks flambados”, mostrando a imagem de uma mulher segurando uma garrafa de refrigerante com líquido inflamável e o pavio aceso.

Outras indicações mostram como se vestir de forma a facilitar a locomoção para ataque e fuga: “Óculos, protetor, lenço para o rosto, blusa e calça comprida para cobrir tatuagens (o que dificulta a identificação da pessoa pela polícia), como também para se proteger de estilhaços de bombas. Luvas para proteger as mãos e tênis ou botas para correr também são essenciais”.

Em outro texto são dadas dicas dos melhores equipamentos de defesa contra o gás lacrimogêneo, inclusive com fotos de materiais, como máscaras de pintor ou de serralheiro, óculos de proteção, garrafa de água com spray e antiácido líquido, indicando a melhor marca. A mistura dessa substância com água na garrafa com spray ganha nas páginas o nome de “remédio para gás lacrimogêneo”, com orientação de uso e a informação de que “é igualmente eficaz para spray de pimenta”.

Escolta de prontidão

Policiais do Batalhão Rotam passaram ontem por treinamento para escoltar autoridades e seleções durante a Copa do Mundo, em Belo Horizonte. Uma pista foi montada com cones, para aperfeiçoar o trabalho dos batedores que atuarão com motocicletas. Também foram simulados deslocamentos no interior de favelas e ações de controle de tumulto. Os militares serão responsáveis pela segurança de três delegações: a da Argentina, que ficará hospedada na Cidade do Galo, a do Chile, que ficará na Toca da Raposa 2, e a do Uruguai, que ficará em Sete Lagoas, na Região Central do estado. Os militares da Rotam farão ainda a escolta de outras 12 delegações que estarão de passagem por Belo Horizonte nos dias dos jogos. “Vamos escoltar todas as saídas para jogos e treinamentos”, informou o comandante do batalhão, tenente-coronel Carlos Alberto Sacramento.

Agenda de manifestações

Enquanto a contagem regressiva para a Copa do Mundo se aproxima do fim, vários grupos organizados de Belo Horizonte já declararam aberta a temporada das manifestações. Se na última segunda-feira cerca de 250 integrantes do Movimento Tarifa Zero BH conseguiram travar o trânsito em várias regiões da capital, outro ato marcado para as 17h de amanhã, na Praça Raul Soares, Região Centro-Sul, ameaça com caos ainda maior. O 15 de maio foi escolhido como o Dia Internacional de Lutas contra a Copa do Mundo 2014 e as convocações para o protesto se alastram pelas redes sociais.

Milhares de pessoas já confirmaram presença em páginas na internet. Em apenas uma delas, mais de 30 mil pessoas garantiram que estarão presentes em outro ato, em 14 de junho, quando ocorre o primeiro jogo da Copa em Belo Horizonte, entre Colômbia e Grécia.

Até mesmo uma enquete para escolher os melhores trajetos das manifestações foi lançada na internet. O local de concentração já está definido: Praça Sete, Centro de BH, “como de costume”, dizem. O internauta pode votar na enquete até junho, dias antes da Copa do Mundo. Por enquanto, “parar as ruas de principal acesso ao estádio Mineirão” é a opção mais votada, com 225 votos.

O Movimento Tarifa Zero informou que novos protestos serão definidos até sexta-feira. Uma preocupação dos manifestantes é tentar convencer a população de que os transtornos no trânsito já existem mesmo sem ocupação de ruas. “É óbvio que a gente para o trânsito, mas o problema é a falta de uma política de mobilidade urbana”, diz André Veloso.

Matheus Malta é da União da Juventude Rebelião, que atua em movimentos estudantis e de luta da periferia, e conta que eles também estão se preparando para os protestos. “Já temos advogados cadastrados para atuar em casos de repressão policial e lutar pelos direitos democráticos dos manifestantes”, disse Matheus.

Precaução nos protestos
Apesar de favorável à adesão popular às manifestações, o especialista em segurança pública, mestre em antropologia e ex-capitão do Bope Paulo Storani enxerga dois momentos em que as pessoas devem de afastar das manifestações que ocorrerão durante a Copa do Mundo, para preservar sua integridade. “As armas menos letais usadas pelas forças de segurança pública não distinguem quem é vândalo de quem é manifestante. Portanto, se a pessoa vir que está havendo depredação e furtos, deve se afastar para não ser confundida”, afirma.

Em outra situação, o especialista considera que a aproximação de áreas bloqueadas pela polícia deve ser evitada. O especialista também prevê que haja menos “pessoas de bem” nas manifestações e prevê problemas de trânsito e de segurança trazidos pelos adeptos de táticas mais radicais. “Quem adotou essa forma de se manifestar que leva à violência, depredação e crimes afugentou as pessoas de bem dos protestos e fez com que a opinião pública não apoiasse mais essas ações como no início”, avalia.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/05/14/interna_gerais,528568/primeiro-grande-protesto-contra-a-copa-deve-acontecer-na-quinta-e-pode-haver-confrontos.shtml

Arquivo do blog