Artigos? Envie para o email marcelopassossenador@gmail.com

Pesquisa Web

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Para FHC, corrupção é "cupim da democracia"

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) elogiou a decisão do Supremo Tribunal Federal de condenar políticos e aliados do PT no julgamento do escândalo do mensalão. Em uma palestra a prefeitos e vereadores eleitos por seu partido em São Paulo, o tucano afirmou que a corrupção é o “cupim da democracia”.

“O grande fato que houve recentemente no Supremo Tribunal Federal não foi botar ou deixar de botar esse ou aquele na cadeia. Foi o fato de o tribunal tratar pessoas poderosas como cidadãos. É réu, é réu. Não é outra coisa”, disse Fernando Henrique.

FHC defendeu que o PSDB adote o combate à corrupção como uma de suas principais bandeiras, com o objetivo de voltar a comandar o País. O tucano criticou a ocupação de cargos públicos por petistas no governo federal.

“A confusão de interesses de famílias ou interesses pessoais com o interesse público leva à corrupção, que é o cupim da democracia. Nós temos que descupinizar o poder no Brasil”, disse. “Não podemos imaginar que temos que ocupar posições no Estado para mudar a sociedade. Esse foi o erro do PT. O País já estava mudando, e eles ocuparam o Estado, o que levou à corrupção.” 

Onde há fumaça.... E-mail mostra proximidade de Rosemary com ex-presidente

Ex-servidora usaria contato com Lula para beneficiar os investigados

Brasília. A Polícia Federal (PF) interceptou, durante investigações que resultaram na operação Porto Seguro, e-mails enviados entre 2009 e 2010 pela então chefe do escritório da Presidência em São Paulo, Rosemary Noronha, aos irmãos Paulo e Rubens Vieira. Nas mensagens, divulgadas ontem pelo "Jornal Nacional" da TV Globo, Rosemary afirma que iria utilizar sua proximidade funcional com o ex-presidente Lula para influenciar a nomeação deles para cargos em agências reguladoras.

Segundo a reportagem, a troca de e-mails mostra como foi a articulação entre Rosemary e Rubens Vieira, preso na Operação Porto Seguro, para conseguir a nomeação dele para o cargo de diretor de Infraestrutura Aeroportuária da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em 20 de janeiro de 2009, Rosemary recebe um e-mail de Rubens, em que ele se oferece para o cargo (veja diálogo ao lado). Rosemary responde: "Vou tentar falar com o PR na próxima terça-feira na sua vinda a São Paulo". A expressão "PR" é usada para se referir ao cargo de presidente da República.

De acordo com a TV Globo, na resposta ao e-mail, Rubens permite concluir que "PR" é mesmo o presidente Lula. Ele diz: "Acredito que outro argumento que podemos levar ao presidente é que, como o corregedor tem como função fiscalizar a atividade institucional da agência, ele tem uma ampla visão do seu funcionamento", disse.

A nomeação de Rubens Vieira para a Anac levou pouco mais de um ano e meio para sair. Em agosto de 2010, ela foi publicada no "Diário Oficial da União" (DOU). O salário de Rubens era de R$ 23.107,44.

Ana. A reportagem do "Jornal Nacional" mostra ainda que antes mesmo que a nomeação saísse, Paulo Vieira escreveu a Rosemary pedindo emprego na Agência Nacional de Águas (ANA). No dia 6 de abril de 2009, ele diz: "Estou enviando o meu currículo com as informações que eu considerei mais pertinentes ao cargo da ANA, apesar de sabermos que o currículo não é fator primordial. Eu penso que o líder do PT (Cândido Vaccarezza) também talvez possa ajudar. Desde já, grato".

A nomeação de Paulo Vieira para o cargo de diretor de Hidrologia da Agência Nacional de Águas levou um ano e um mês para ser publicado no DOU. O salário: R$ 23.890,30.

Filha. Com Paulo e Rubens já nomeados para duas diretorias de agência reguladoras, Rosemary pede a Paulo Vieira, em outro e-mail, que interceda junto a Rubens Vieira para que a filha dela, Mirelle, seja empregada na Anac.

A mensagem foi enviada por Rosemary em 8 de novembro de 2010, quando ela participava de uma viagem na comitiva do então presidente Lula. Eles estavam em Maputo, capital de Moçambique, onde Lula, entre outros compromissos, visitou uma universidade.

Em um e-mail, Rose diz: "Bom dia, Paulo. A Mirelle já enviou os documentos? Peço a gentileza de só nomeá-la depois que eu confirmar com o PR. Estou em Maputo. Embarco para Seul na quarta-feira com ele".

Em 1º de dezembro do mesmo ano, o DOU publicou a nomeação da filha de Rosemary como assessora da Diretoria da Anac. O salário dela: R$ 8.625,61.
Envolvidos negam ação irregular
Brasília. Rosemary Noronha, ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, negou ontem, por meio de nota divulgada para a imprensa, que tenha cometido os crimes a ela imputados pela Polícia Federal na operação Porto Seguro. Ela alegou ainda que é inocente. "Nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido o ex-ministro José Dirceu ou o ex-presidente Lula", afirmou a ex-servidora.

O deputado federal Cândido Vaccarezza, líder do PT na Câmara na época, disse que não teve nenhum encontro político com Rosemary e negou que tenha participado da indicação de cargos da Agência Nacional de Águas.

Já a defesa de Rubens Vieira disse que pleitear cargos na Agência Nacional de Águas é legal. A assessoria do ex-presidente Lula e o advogados de Paulo não quiseram comentar o assunto.

Crueldade Humana: Adolescente que confessou ter matado menina em Bom Sucesso não mostrou arrependimento

Segundo delegado, o rapaz tinha 16 anos na época do crime e confessou o assassinato. Após abusar sexualmente da criança de 5 anos e matá-la, ele saiu para namorar. 

Calmo, frio e sem qualquer arrependimento. É assim que o delegado Emílio de Oliveira e Silva define o adolescente de 17 anos que confessou ter matado a menina Kamyla Graziele Santos Vitoriano, de 5 anos, na cidade de Bom Sucesso, no Sul de Minas. Ele foi apreendido na quinta-feira e já está em um detido em um local que permanece sob sigilo, à disposição da Justiça. O adolescente foi identificado através de um exame de DNA.

O crime ocorreu em outubro. O corpo da criança corpo foi encontrado dentro de um saco de ração, com marcas de agressão e violência sexual seis dias depois do início das investigações de seu desaparecimento. Depois que o corpo foi encontrado, a polícia começou a elaborar o perfil do autor com base nas características do crime, no local onde o corpo foi encontrado, onde ele poderia morar, entre outros detalhes. O delegado explica que, a partir daí, eles chegaram a duas pessoas com esse perfil, e que possivelmente teriam traços de psicopatia. Os policiais encontraram vestígios de sangue na casa dos suspeitos. Posteriormente, eles cederam amostras de material genético, que foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística para comprar com o sêmen encontrado no corpo da criança. O exame deu positivo para o adolescente, que acabou assumindo o crime.  


“O rapaz demonstra extrema frieza. Aparentemente sofre de transtornos psiquiátricos. Extremamente calmo e muito tranquilo. Ele não apresentou arrependimento nenhum em suas declarações. Ele matou a menina, descaracterizou o local do crime foi namorar. Ele foi apreendido, levado para Lavras e de lá para Bom Sucesso ele veio dormindo. Demonstrando absoluta tranquilidade. E isso de fato nos surpreendeu”, afirma Emílio de Oliveira e Silva.

Durante a tarde de ontem, o adolescente fez a reconstituição do crime. O adolescente mora em uma casa a 20 metros de onde a criança morava. Ele é tio de um amiguinho da menina, da mesma idade, e ela foi até a casa para brincar com o menino. Lá, ela foi abordada pelo adolescente, que abusou sexualmente dela, mas a menina reagiu. Não houve penetração, mas os exames detectaram traços de esperma no corpo da criança. Com medo de ser descoberto ele a matou. Segundo o delegado, ele deu uma paulada na cabeça da menina e ainda verificou a pulsação para saber se ela estava morta. Em seguida, ele deu 12 facadas na criança. O corpo dela foi colocado em um saco, ele limpou todos os vestígios do homicídio, abandonou a vítima no local onde ela foi encontrada posteriormente, e saiu para namorar.

Ainda de acordo com o delegado, o adolescente, que tinha 16 anos na época do crime, permaneceu na cidade durante todo o tempo das investigações e levava uma vida normal, como qualquer jovem da idade. O delegado conta que ele havia sido ouvido no início das investigações, quando ainda existia a suspeita de que a criança havia sido sequestrada. 

Comoção

A morte de Kamyla chocou a cidade e causou grande comoção e revolta dos moradores. Jovens usaram as redes sociais para divulgar fotos da criança, desaparecida no dia 16 de outubro. Após a descoberta da morte, os habitantes, em luto, fizeram protestos pedindo paz e justiça. O sepultamento aconteceu no dia 23, acompanhado por centenas de moradores.

Duas pessoas, um homem de 40 anos e uma mulher de 25, que tem um relacionamento, chegaram a ser presos por suspeita de envolvimento na morte de Kamyla. Ambos já foram liberados. Na ocasião da prisão do homem, um grupo de pessoas tentou invadir a delegacia para linchá-lo, mas foram impedidos pela polícia.

O delegado acredita que este foi um dos fatores que atrasou em pelo menos uma semana as investigações. Segundo ele, muitas pessoas tiveram medo de ir até a delegacia e serem confundidas com suspeitos e acabarem agredidas. A polícia também recebeu muitos trotes e informações equivocadas, inclusive de pessoas que disseram ter visto a criança com vida em cidades da região. 

Celso Roth em clima de despedida



Em 16 de Maio quando Celso Roth fora contratado pelo Cruzeiro, acreditava que poderia dar certo, afinal muitos clubes que dirigiu teve suas qualidades. Mas agora devo concluir que o Celso realmente é um excelente treinador e um gaucho macho mesmo. Este ano foi um ano pifio ao Cruzeiro, já começara errado em manter um treinador fora dos padrões de qualidade do clube, Vagner Mancini tem muito ainda a se qualificar e porque não ser um excelente treinador nos proximos anos. Nenhum profissional deve ser desqualificado desde que trabalhem serio a fim de crescer a cada instante, sendo inexperiente quanto experiente e renomado. 

Parabenizo o Roth pelo muito que fez ao clube Celeste, assumiu um clube no momento em que fora recusado por outros profissionais, com um elenco muito aquém dos memoraveis craques que já desfilaram na Toca, jogadores com má vontade, time com a sindrome da eliminação precoce no campeonato mineiro, sem desmerecer a qualidade do América/MG, eliminado na Copa do Brasil por um clube em restruturação face a disputa da serie B do Brasileirão, contusões, demissões e contratações de jogadores fracos, atrasos de salários, incertezas quanto ao futuro administrativo, um novo presidente em fase de experiencia, tudo novo no Cruzeiro, e apesar de todo este  curriculum o time não flertou com a Serie B como em 2011, classificando para a copa SulAmericana, enfim, Celso Roth é ou não um bom técnico? Que tenha ótima sorte em outros clubes que porventura venha dirigir e torcer para que 2013 o Cruzeiro volte ao patamar dos melhores clubes do país.

Leia mais: http://www.otempo.com.br/esportes/ultimas/?IdNoticia=68326 

Marcelo Passos

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Aécio Neves : Choque de Gestão e o PIB de Minas



Aécio Neves afirma que bom desempenho da economia mineira é resultado dos métodos de gestão pública adotados quando era governador

Aécio: Choque de Gestão

Aécio Neves, senador do PSDB-MG, avaliou, em Brasília, em 23/11/2012, que os bons resultados obtidos por Minas Gerais nos recentes números do Produto Interno Bruto (PIB), estão associados ao Choque de Gestão, programa desenvolvido por ele e Antonio Anastasia, seu sucessor no governo estadual. De acordo com as Contas Regionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Minas foi o estado do Sudeste que mais aumentou sua participação no PIB nacional entre 2002 e 2010.

Aécio afirmou que “o estudo do IBGE mostra que seguimos o caminho certo”. Minas aumentou sua participação no PIB nacional em 0,7 pontos percentuais, enquanto São Paulo e Rio de Janeiro viram sua participação cair. Minas é o terceiro estado em participação do PIB Nacional, com 9,3 pontos percentuais. São Paulo é responsável pela maior participação percentual, com 33,1%, seguido do Rio de Janeiro (10,8%), Rio Grande do Sul (6,7%), Paraná (5,8%), Bahia (4,1%), Santa Catarina (4%) e Distrito Federal (4%).
Aécio Neves fez profundas mudanças na condução da administração pública, logo que tomou posse em seu primeiro mandato, em 2003, que se tornaram referência nacional. “O rigor no planejamento e a ousadia nos investimentos em infraestrutura e nas parcerias com a iniciativa privada, somados a prioridade dada às áreas sociais, todos esses pilares do Choque de Gestão, têm sido determinantes para que a economia mineira se destaque no país, criando um ambiente seguro para mais investimentos e desenvolvimento”, informa o senador mineiro.

Aécio Neves acrescentou que confia em novos bons resultados para o estado na atual administração: “Não tenho dúvida de que, com a condução firme do governador Anastasia, que vem aprofundando as boas práticas de gestão pública, Minas continuará avançando, como avançou entre 2002 e 2010”, declarou Aécio Neves.

Luto: Morre em São Paulo o jornalista Joelmir Beting

Jornalista estava internado desde o dia 22 de outubro; acidente vascular encefálico (AVE) agravou estado de saúde

Faleceu no início da madrugada desta quinta (29) o Sociólogo e jornalista econômico Joelmir Beting.
Ele estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 22 de outubro. Porém, no último domingo (25) sofreu um acidente vascular encefálico (AVE) e teve o quadro de saúde agravado.
 

Vida e Carreira

Joelmir José Beting nasceu na cidade de Tambaú, no interior de São Paulo, em 1936. Sua família chegou ao Brasil vinda da Alemanha, em meados de 1864.

Em 1955, com 19 anos, mudou-se para São Paulo, onde estudou sociologia na Universidade de São Paulo ( USP). Dois anos depois ingressou no jornalismo por meio da imprensa esportiva, nos jornais "O Esporte" e "Diário Popular" e na rádio "Panamericana" (hoje Jovem Pan).

Em 1962, com o curso de Sociologia concluído, Joelmir Beting trocou o jornalismo esportivo pelo econômico, onde veio a se destacar como um dos grandes nomes brasileiros na área, reconhecido internacionalmente.


Pioneiro no comentário econômico em rádio e TV, atuou nas rádios Jovem Pan, Gazeta, Bandeirantes e CBN e também na televisão, passando pela Gazeta, Record, Bandeirantes e Globo (nesta a partir de agosto de 1985, até julho de 2003, passando pelo "Espaço Aberto" na GloboNews, e de volta à Bandeirantes, em março de 2004).


Teve passagens também pelos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.


Atualmente, Beting ancorava o Jornal da Band, ao lado de Ricardo Boechat e Ticiana Villas Boas.

 

Velório
O corpo do jornalista da Band será velado na manhã desta quinta no Cemitério do Morumbi, zona sul da capital paulista. Já o sepultamento está marcado para 14 horas, em cerimônia restrita à família.
 

Repercussão

Assim que foi comunicada a morte do jornalista, vários colegas de profissão e amigos se manifestaram:


"Ele era um ser incrível, muito bem humorado, não havia quem não gostasse dele. Quando o Joelmir chegava a redação se iluminava e não estou falando isso só porque ele morreu, não. É uma pessoa que, sem dúvida, vai deixar muita saudade" - Boris Casoy
(Jornalista e amigo de Beting)

"O melhor pai que um jornalista pode ser. O melhor jornalista que um filho pode ter como pai." - Mauro Beting (Jornalista e filho de Joelmir)

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Felipão deve ser anunciado nesta quinta e Parreira é convidado para ser coordenador

Carlos Alberto Parreira foi convidado para ocupar a função de coordenador e Felipão deve ser anunciado como treinador da Seleção Brasileira até a Copa do Mundo de 2014

Quarta-feira agitada para a Seleção Brasileira. Andrés Sanchez entregou oficialmente o cargo de diretor de seleções da CBF nesta manhã, Carlos Alberto Parreira foi convidado para ocupar a função de coordenador e o substituto de Mano Menezes será anunciado nesta quinta-feira - o nome mais cotado é o de Felipão.

"Esperamos anunciar amanhã (quinta-feira) o nome do novo técnico da seleção", confirmou Marin, durante evento realizado nesta manhã no Itaquerão. "O cargo de diretor de seleções está extinto e vamos criar o de coordenador", completou.

A saída de Andrés era uma questão de tempo. O ex-presidente do Corinthians se rebelou contra o presidente José Maria Marin após não ser consultado sobre a demissão de Mano, anunciada na sexta-feira da semana passada.

A intenção do dirigente era deixar o cargo na última terça, mas ele recuou, prometendo ficar no cargo até sábado, alegando que o Brasil ficaria sem um representante no sorteio dos grupos das Copa das Confederações, marcado justamente para este sábado, em São Paulo.

A declaração irritou Marin, que antecipou seu planejamento, convidando Parreira para ocupar esta função na CBF. Andrés então decidiu entregar uma carta na manhã desta quarta-feira, oficializando seu pedido de demissão.

Se Parreira aceitar o convite, o que tem boa chance de acontecer o técnico será muito provavelmente Luiz Felipe Scolari. A contratação do tetracampeão do mundo era uma das condições de Felipão para aceitar voltar à seleção brasileira.

O nome do ex-treinador do Palmeiras é o preferido de Marin e do presidente da Federação Paulista de Futebol e vice da CBF, Marco Polo del Nero.

Apesar das negativas de Felipão ao ser questionado se já havia sido procurado pela CBF para ocupar o lugar de Mano, os contatos estão avançados. Não à toa, Marin promete anunciar nesta quinta-feira o nome do novo treinador.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Senador Aécio: serviços públicos de qualidade deve ser prioridade


senador Aécio Neves participou do lançamento da Frente Parlamentar para o Fortalecimento da Gestão Pública, em Brasília. Aécio Neves disse que a oferta de serviços públicos de qualidade deve ser uma prioridade no país.

“Não há nada mais urgente na agenda do Brasil moderno, que queremos construir, do que agestão pública de qualidade. Não há nenhuma outra medida de maior alcance social do que a boa aplicação do dinheiro público, com eficiência e transparência. E isso, infelizmente, ainda não vem ocorrendo no Brasil. Os governos passam, todos nós passamos. Mas é importante que tenhamos no Brasil administração de qualidade, administração que apresente resultados, que respeite o dinheiro público, que tenha transparência”, afirmou o senador Aécio, vice-presidente da frente.

Casal se recusa a mudar e prédio fica no meio de estrada na China

Os idosos não aceitaram a compensação para ir para uma nova casa depois que a rodovia foi construída.

Um cenário inusitado se formou em uma rodovia na China depois que um casal de idosos se recusou a deixar a casa onde vive. A estrada acaba de ser construída em Wenling, na província de Zhejiang, e os moradores de um prédio que existe no local não quiseram assinar acordo para a demolição do imóvel, fazendo com que a construção ficasse no meio da via. Eles afirmaram que a compensação oferecida pelo governo não seria suficiente para arcar com os custos de uma nova casa.

Luo Baogen, de 67 anos, e sua esposa, insistem em viver no prédio parcialmente demolido no centro da estrada. O edifício é o único que restou na região, e o bloco de cinco andares se tornou uma visão estranha com os carros ao redor, enquanto o casal ainda o habita. Para garantir sua segurança, quartos adjacentes ao edifício foram deixados intactos, mas todos os vizinhos se mudaram, segundo a imprensa local.
 
A estrada asfaltada através da vila de Xiazhangyang leva para a estação ferroviária de Wenling e ainda está para ser inaugurada. De acordo com novas leis no país, é ilegal demolir qualquer tipo de propriedade pela força, sem um acordo ou o consentimento do dono. Como demonstra reportagem do site do jornal britânico Daily Mail, Mail Online, proprietários de imóveis na China que recusam a se mudar para abrir caminho para o desenvolvimento são conhecidos como 'proprietários prego', uma expressão popular que refere-se a um prego teimoso que não é fácil de remover de um pedaço antigo de madeira, e que não pode ser simplesmente puxado com um martelo.

Casos parecidos com este já aconteceram algumas vezes na China. Em um deles, uma família não quis deixar a casa que estava em um terreno onde iria ser construído um shopping de seis andares. Os empreendedores, então, cortaram o fornecimento de água e energia da residência e escavaram uma vala de 10 metros de profundidade ao redor do imóvel, que já era da família por três gerações, causando uma reação violenta. 

Operação Porto Seguro da PF: Polícia fez 122 gravações de conversas entre Rose e Lula

Brasília. A ex-chefe do gabinete da Presidência da República em São Paulo Rosemary Nóvoa de Noronha, demitida neste fim de semana pela presidente Dilma Rousseff após o indiciamento pela operação Porto Seguro, da Polícia Federal (PF), por tráfico de influência e corrupção, conversou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no período de março de 2011 até outubro deste ano por 122 vezes.

As gravações foram feitas pela polícia com autorização judicial, mas o teor dos diálogos não foram divulgados. As informações foram divulgadas pelo jornal "Metro".

Integrantes do PT já entraram em ação nas últimas 48 horas para tentar acalmar a ex-chefe do escritório da Presidência em São Paulo Rosemary Nóvoa de Noronha, que está abalada com a perda do cargo e com o indiciamento. Ela teve seus telefones grampeados, e a memória de seus computadores está sendo vasculhada pela PF. Por isso, de acordo com informações de petistas, uma operação Acalma Rose foi deflagrada para dar suporte a ela.

Segundo eles, Rosemary é conhecida por sua instabilidade emocional. Ela chora a todo instante e, em alguns momentos, chega a fazer ameaças, dizendo que não verá sua vida ser destruída sem fazer nada. "Não vou cair sozinha", avisou.

A ex-chefe do escritório paulista, que sempre se sentiu à vontade para ligar para a cúpula petista e para os ministros, recorreu ao ex-ministro José Dirceu durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão em sua casa. Ela trabalhou com ele por 12 anos. O ex-ministro respondeu que não poderia fazer nada. Rosemary tentou ainda falar com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que não a atendeu. Como seu padrinho, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estava voando da Índia para o Brasil, foi atrás do ministro-chefe da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho, que, do mesmo modo, nada pôde fazer, a não ser tentar acalmá-la.

O ex-presidente Lula teria sido comunicado da possibilidade de demissão de Rosemary assim que a operação foi deflagrada. A intenção do Palácio do Planalto era aguardar o pedido de demissão da chefe de gabinete. Mas, como o operação ganhou ampla divulgação, a presidente Dilma Rousseff decidiu por não esperar e determinar a exoneração imediata. 

Entenda 



PSDB quer ouvir ex-presidente
Brasília. Integrantes do PSDB na Câmara anunciaram, ontem, que vão apresentar um requerimento na Comissão de Fiscalização e Controle para que o ex-presidente Lula fale sobre o envolvimento com a ex-chefe do gabinete da Presidência em São Paulo Rosemary Nóvoa Noronha.

A ideia inicial da oposição é apresentar um requerimento de convite, ou seja, mesmo se aprovado, Lula não teria a obrigação de comparecer. O documento, segundo o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), deve ser concluído nas próximas horas e apresentado até amanhã na comissão. "Ele é citado nas investigações indiretamente. Vamos querer saber quais as razões dos contatos de Lula com Rosemary", disse Sampaio.

Jovem sofre sete infartos após tomar pílula

LONDRES, REINO UNIDO. Uma inglesa sofreu sete infartos após um mês tomando pílulas anticoncepcionais, e felizmente foi atendida a tempo de sobreviver à situação de emergência. As informações são do jornal "Daily Mail".

Um efeito colateral conhecido da pílula anticoncepcional é a formação de coágulos, que aumentam o risco de trombose, mas também de outros problemas cardiovasculares, como a embolia pulmonar, o infarto e o Acidente Vascular Cerebral (AVC). A mulher que fuma enquanto toma a pílula, por exemplo, aumenta o risco de sofrer doenças desse tipo.

Alyce Clark é uma jovem atlética e não fuma, mas sofreu as consequências da coagulação exagerada do sangue que a pílula provoca. Seu grande susto veio quando ela tinha 19 anos e tomava o anticoncepcional havia apenas um mês.

Alyce estava em casa, se recuperando de uma contusão nas costas sofrida em um acidente de equitação. Ela subiu as escadas para falar com sua mãe, mas ficou tonta de repente e acabou desmaiando - e caiu pela escada abaixo.

No hospital, os médicos precisaram fazer o procedimento de ressuscitação sete vezes e chegaram a sugerir aos pais que se despedissem da filha. Depois de várias doses de anticoagulantes, dois dias na terapia intensiva e mais cuidados médicos, ela se recuperou e não voltou a apresentar os problemas.

A jovem hoje tem 22 anos e só agora veio a certeza de que o fator determinante para a sua condição realmente foi a pílula. A resposta veio de exames minuciosos feitos nos laboratórios da University College de Londres.

Idosa de 95 anos é carinhosamente adotada por vizinhos

Com 95 anos, moradora do Bairro São Marcos é solteira, sem filhos ou sobrinhos, mas nunca está sozinha. São os amigos que ajudam nas tarefas de casa e lhe dão carinho

Solidão é palavra que nunca existiu na vida de Maria de Lourdes Pereira de Jesus – ainda mais agora, na plenitude dos 95 anos. Mesmo solteira, sem filhos e sobrinhos ou alguém próximo que carregue o seu sobrenome, ela vive com a casa cheia, tem sempre alguém para fazer as compras, ajudar na limpeza doméstica, dar o remédio na hora certa, pagar as contas no banco ou simplesmente bater um papo. Moradora do Bairro São Marcos, na Região Nordeste, a aposentada, nascida numa fazenda em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, e que chegou à capital aos “vinte e poucos anos”, levanta as mãos para o céu e abre o sorriso ao se referir aos vizinhos: “Eles são minha família. Nas minhas orações, peço a Deus por todos, que nunca lhes falte o pão de cada dia”, afirma, rodeada de afeto e consideração. E, claro, de muitas histórias. Com grande lucidez e bom humor, dona Maria, como é conhecida, é também testemunha de outros tempos de Belo Horizonte: “Era uma cidade sem ônibus, com jipes, bondes e tranquilidade”.

Na sala da casa modesta, mas bem arrumada e com quadros e imagens de santos, principalmente de São José, já que ela nasceu no dia do santo, em 19 de março, dona Maria mostra que é vaidosa. Na manhã de sábado, estava de unhas feitas, num tom lilás, cabelos bem penteados e vestido colorido. Pela pontinha da barra da saia deu para ver que usava anágua arrematada com renda bege claro. “Amo a vida e vou passar dos 100 anos. Não há segredo para chegar a tanto, só quero mesmo é saúde”, afirma, de mãos dadas com os gêmeos Luiz Carlos, técnico de enfermagem, e Carlos Alberto Alves da Silva, estudante, de 27, que moram em frente. Apoiada na bengala, conta que gostaria de subir e descer a ladeira de sua rua, como fazia antes, sem medo de cair.

De uma família de 13 irmãos, todos falecidos, dona Maria não voltou mais à terra natal, pois sente muitas saudades dos pais, Ana e Joaquim. “Eles morreram quando eu era jovem. Sofri tanto que ia ao cemitério, em Teófilo Otoni, todos os dias, para acender velas. O que vou fazer lá sem eles?”, pergunta com um sentimento tão profundo que a voz se cala para dar espaço às lágrimas. Mas o carinho dos gêmeos fala mais alto e ela se recompõe, lembrando-se da infância. “Papai era lavrador, adorava tocar viola, trabalhava na fazenda do meu padrinho, Nascimento Neiva. Vivíamos na roça, tomando banho de rio, colhendo frutas no pé e verduras na horta, brincando sem perigo.”

Os anos se passaram e vieram tempos mais difíceis. Com a perda dos pais, a menina Maria de Lourdes foi trabalhar em casa de família, até que chegou a Belo Horizonte, no fim da década de 1930, acompanhando a conterrânea Alda Figueiredo, mulher de dono de farmácia. Famosa no passado pelo clima favorável a quem tinha problemas pulmonares e respiratórios, a capital foi indicada ao casal, na tentativa de ajudar a curar os sérios problemas de asma de Alda. “Moramos na Rua Padre Marinho, no Bairro Santa Efigênia, por 10 anos. Depois que dona Alda morreu, fui morar na casa das cunhadas dela, no Bairro Padre Eustáquio. Eu olhava as crianças, cozinhava, fazia de tudo. Hoje não tenho mais notícias deles. Os filhos dessas mulheres viajaram para o Rio de Janeiro e São Paulo.”

JANELAS ABERTAS


Impressionante ver que dona Maria tem memória prodigiosa, recorda-se de nomes inteiros e datas. “Tem tanto para a gente lembrar…”, afirma, sem saudosismo. É de meados do século passado que vêm as lembranças mais fortes de BH. “Hoje, a cidade está estranha, com muitos carros. A violência tomou conta. Antes não havia ladrão desse jeito. As pessoas podiam pôr as cadeiras nas calçadas para conversar, e, nas noites de calor, as janelas dos quartos ficavam abertas. Falta respeito.”

Trabalhar sim, rezar mais ainda. Namorar, não. O certo mesmo é que não apareceu nenhum pretendente para a moça do interior já bem adaptada à capital. “Nunca namorei, nunca beijei. Beijo, só mesmo do papai”, conta dona Maria, que, brincando, conta que é 100% virgem. “Casar não me fez a menor falta. Sempre fui feliz e ainda tenho uma família grande. Marido para quê?”, pergunta.

Ao lado, a professora Maria de Lourdes Dias Moreira Batista, a Lourdinha, residente do outro lado da rua, conta que conhece dona Maria desde garotinha. “Meu marido, Wilton, nossos filhos, Danilo, de 21, e Danielly, de 20, e eu colocamos até uma janela estratégica para ficarmos de olho e atentos. Se acontecer alguma coisa, temos que agir rapidinho, pois ela mora sozinha. Wilton troca lâmpadas, conserta o chuveiro, dá um jeito em tudo”, diz a xará, que se reveza com outras vizinhas nas refeições e demais atividades. “Só mesmo quando dona Maria está mais cansada é que trazemos comida. Geralmente, ela gosta de cozinhar.” Luiz Carlos lembra que, por ser técnico de enfermagem, já aplicou injeção na amiga, enquanto Carlos Alberto está sempre alerta no período de chuvas. “Ela tem pavor a relâmpagos e tempestade de granizo. Acho que é o único medo de dona Maria”, diz o estudante, lembrando que a idosa é querida, pois faz o bem. “Há muitos velhos abandonados, maltratados, sem ninguém. Temos prazer em estar ao lado dela.”

A porta da casa está sempre aberta aos amigos, o telefone fica ao lado da cama para as emergências. “A gente faz o que pode, pois é uma pessoa ótima, de bom coração, que se preocupa com as famílias e com nossos filhos. Sempre ajudou todo mundo aqui da rua e vizinhança. Ela merece nosso carinho”, diz a dona de casa Sílvia Maria da Silva, mãe de Cirineu Fabrício e Diego, encarregada de dar os remédios, atualmente reduzidos aos de pressão, colesterol e cálcio. A declaração de Sílvia tem o aval das amigas Mariana Gomes Barros, natural de Itambacuri, Jaci Rosa Rodrigues, que a visita sempre com os bisnetos Samuel, de 5, e Sara, de 3, do casal José Maria Alves da Silva (que considera um “anjo da guarda”) e Gláucia Grigório, presentes com as filhas Lavínia e Larissa, e Gleice Maria de Castro. “De vez em quando ela puxa até nossa orelha se bobearmos na educação dos filhos e netos”, confessa Jaci Rosa.

Religiosa e festeira

“Quem planta colhe”, resume Maria de Lourdes Ferreira, de 82 anos. Essa outra xará tem uma característica: foi escolhida para ser madrinha de crisma de dona Maria. Quando entra pela porta, a afilhada diz imediatamente “‘bença’, madrinha”. Nesse momento, a senhora de 95 anos e sete meses conta que foi registrada já bem adulta, depois que o batistério foi localizado pelo ex-patrão Geraldo Pereira, na Igreja do Bom Jesus, em Teófilo Otoni.

Pelo visto, são muitas as Maria de Lourdes em volta da mulher, nascida em 1917, que recebe aposentadoria por invalidez (problema de coluna) e tem usufruto da casa, deixada por seus antigos patrões Geraldo Pereira e Irene. “Neste bairro havia um sítio deles. Eles me deixaram viver aqui nesta casinha até o fim dos meus dias”, lembra dona Maria, que morou com os patrões por alguns anos em Morro Vermelho, em Caeté, na Grande BH, lugar do qual tem as melhores lembranças.

A casa da Rua Calvário, no São Marcos, tem quintal com árvores frutíferas, folhagens e uma mesa sob uma coberta que lembra um altar. “Trata-se de uma pessoa católica, de fé imensa em Deus, em Nossa Senhora Aparecida e em São José, que vai à missa na Igreja de São Benedito, na Paróquia de São Marcos, e às festas afro”, conta Lurdinha. A referência a São José é a deixa para os gêmeos falarem que o aniversário é supercomemorado. “Eu bebo até um pouquinho de vinho”, confessa dona Maria, marcando a dose na metade do dedo indicador. “Considero todo mundo filho e neto”, orgulha-se, com ares de matriarca.

E os planos para o futuro? Sem titubear, dona Maria avisa que deseja ter forças. “Viver é bom. Viver é bom, até o dia que Deus quiser. A melhor hora do dia é quando acordo e abro os olhos. Por isso, não gosto muito do quarto, prefiro a cozinha.” Mas sonhos sempre existem e a idosa revela o seu: “Quero muito conhecer o nosso arcebispo dom Walmor. Ele é bonito. Seria uma honra recebê-lo em minha casa.” A admiração é tanta que dona Maria mantém um quadro com o retrato do arcebispo na sala e faz questão de posar, junto com Luiz Carlos e Carlos Alberto, sob a foto do chefe da Cúria.

Falta de fiscalização permite que motoristas privatizem vagas de rotativo em BH

Ter uma vaga de estacionamento privativa na rua e bem em frente ao local de trabalho pode parecer um sonho para quem circula quarteirões inteiros procurando um lugar onde parar o carro. Mas para pessoas como o comerciante Evaldo, de 45 anos, a vaga na Rua dos Goitacazes está garantida. Basta chegar cedo. Morador de Venda Nova, ele segue todos os dias para o Centro de Belo Horizonte e deixa o veículo na porta da loja. Lá, o automóvel fica o dia inteiro, sem talão de rotativo, apesar de a área ter limite de permanência de uma hora. “Nem me incomodo. A coisa é simples: faz dois anos que a fiscalização não multa. Antes, eu ficava com um talão de estacionamento no bolso (para usar em caso de os fiscais chegarem). Hoje, nem com isso me incomodo”, debocha.

Fiscalização ineficaz ou inexistente, abuso de flanelinhas, falta de civilidade e aumento da frota contribuem para uma realidade que o belo-horizontino já sentiu: a oferta de vagas na cidade caiu drasticamente. Segundo cálculos baseados em dados da BHTrans, desde 2008 pelo menos 6.385 vagas desapareceram só dentro do sistema de rotativo, o que equivale a 8% da oferta.

A BHTrans demarcou 20.906 vagas no rotativo. Cobrando R$ 2,90 por talão para garantir o revezamento de carros por uma, duas ou cinco horas, dependendo do local, a receita gerada foi de R$ 17,4 milhões no ano passado. Neste ano, já arrecadou 98% desse valor, chegando a R$ 17,1 milhões. Em um cenário de revezamento ideal, o sistema deveria possibilitar o estacionamento de 91.537 carros, ou média de 4,3 veículos por vaga, considerando a rotatividade. No entanto, segundo a BHTrans, o índice atual chega a 3,6 veículos por vaga, ou 76.636 automóveis estacionado por dia.

Como se trata de média, a conta leva em consideração a superlotação de áreas da Região Centro-Sul e a subutilização em algumas áreas de Venda Nova. Para ter uma exata noção da dificuldade pela qual passam belo-horizontinos que precisam estacionar e não encontram vagas, a equipe do Estado de Minas registrou a frequência de veículos nos estacionamentos de nove ruas da Região Centro-Sul, sendo seis delas na Savassi e Funcionários e três no Hipercentro. Nesses locais a falta de espaço disponível é dramática. Das 1.147 possibilidades de estacionamento abertas nas vagas ao longo desses dias, considerado o sistema de rotatividade, houve revezamento de apenas 623 automóveis. Uma taxa de 45,7% de ocupação irregular, ou seja, de veículos que ficaram parados além do tempo máximo e não deram oportunidade a outros motoristas de usar a vaga. Gente que, como o comerciante Evaldo, que deixa o carro o dia inteiro no rotativo sem ser incomodado pela fiscalização.

A pior situação foi verificada no Hipercentro, entre as ruas dos Goitacazes, dos Tupis e Goiás. Nesses trechos, 509 vagas possíveis ao longo do dia dentro do sistema de rotatividade comportaram apenas 237 automóveis – ocupação irregular de 53,5%. Na Savassi e no Funcionários, os quarteirões acompanhados pelo EM das ruas Professor Morais, Sergipe, Fernandes Tourinho, Tomé de Souza e Avenida Getúlio Vargas têm capacidade de receber 638 carros no período, mas registraram apenas 386, o que significa que 39,5% dos usuários ultrapassaram o tempo máximo de permanência no rotativo.

FILAS DUPLAS E GARAGEM BLOQUEADA

O resultado disso vai além do grande incômodo de parar o carro e do alto custo dos estacionamentos particulares: o reflexo pode ser observado no trânsito. “A infração ao rotativo é alta e por isso quem deveria ter uma oportunidade de estacionar começa a rodar pelos quarteirões, em baixa velocidade. A repercussão é direta em cada quarteirão e se espalha pela cidade, reduzindo a velocidade das vias”, avalia o engenheiro civil e especialista em transporte e trânsito Silvestre de Andrade Puty Filho.

Exemplos disso estão a cada esquina, onde filas duplas, bloqueios de garagens e paradas em locais proibidos se tornam cada vez mais frequentes. Cansada de dar voltas no quarteirão para buscar sua filha na Rua Sergipe, na Savassi, a professora Solange Bassalo, de 48 anos, se espremeu num espaço que sobrava da esquina e ligou o pisca-alerta. “Não tem vaga. Está a cada dia pior aqui na Savassi. A gente não quer atrapalhar o trânsito, mas não consegue nem parar um instante para buscar uma pessoa. Está tudo ocupado”, disse.

Apesar de a situação denunciar o colapso do sistema rotativo, a BHTrans considera o serviço bom. “A média do rotativo, de 3,6 carros por vaga, é boa. As oscilações diárias em horários de pico é que dão uma impressão de que falta lugar para estacionar”, avalia o gerente de Estacionamento Rotativo, Sérgio Rocha. A empresa informa que estuda ampliar neste ano o sistema para bairros como o Gutierrez, na Região Oeste da capital.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Felipão apalavrado

Andrés Sanchez deixará cargo na CBF e diz que Felipão já está 'apalavrado'



A saída do técnico Mano Menezes foi o estopim para o diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, preparar a sua saída da entidade. O dirigente confirmou nesta segunda-feira que irá se reunir com o presidente José Maria Marin para discutir a sua demissão nos próximos dias.

O principal motivo para esta atitude seria o seu isolamento na cúpula nacional. Em entrevista concedida ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, nesse domingo, Andrés afirmou que Felipão já está apalavrado para comandar a Seleção.

"O Felipão já está apalavrado. Jornalistas de respeito afirmaram isso no domingo e eu acredito neles", bradou o dirigente. "Esse é um dos motivos", completou. Mesmo com a contratação de Luiz Felipe Scolari cogitada no time canarinho, Andrés reiterou que a CBF ainda não definiu o substituto de Mano Menezez. O diretor também reforçou o seu posicionamento e disse que a sua demissão só será confirmada depois de um encontro com José Maria Marin.

"Eu ainda não pedi demissão e nem fui demitido. Mas é questão de tempo para isso acontecer", disse. "Eles querem colocar pessoas da confiança deles e o presidente está no seu direito de optar pelo que acha melhor para o futebol brasileiro. Eu estava satisfeito como diretor de seleções, mas os últimos acontecimentos fizeram com que eu dissesse tudo que pensava na coletiva de sexta-feira."

Responsável por informar ao técnico Mano Menezes de sua demissão, Andrés Sanchez convocou coletiva de imprensa na sede da Federação Paulista de Futebol, na última sexta-feira, e admitiu que foi "voto vencido" na saída do treinador. O dirigente se reuniu com o presidente José Maria Marin e o vice da CBF, Marco Polo Del Nero, e não conseguiu defender a permanência do comandante à frente da equipe nacional.

"Não tem como estar mais abalado do que isso. A demissão de um treinador às vésperas de uma Copa do Mundo deixa o ambiente muito ruim. A Fifa está aí e isso tudo fica muito ruim. Vamos ter o sorteio da Copa das Confederações com a cadeira de treinador vazia", criticou.

Andrés Sanchez assumiu oficialmente o cargo de diretor de seleções da CBF em janeiro deste ano, sob as bençãos do então presidente Ricardo Teixeira. Com a renúncia do mandatário, o dirigente perdeu espaço dentro da entidade e conviveu com as incertezas do substituto Marin sobre a permanência de Mano Menezes. Com a demissão do treinador consumada na última sexta-feira, o diretor caiu em desgraça e agora convive com o fato de Raí, ex-jogador do São Paulo, ser especulado para assumir a sua função.

Vice-presidente da CBF é detido e 32 são presos em operação da Polícia Federal

Ninguém perde por ser honesto.
                          Marcelo Passos

O presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, prestou depoimento à Polícia Federal nesta segunda-feira e foi liberado pouco depois. A informação foi confirmada em nota publicada pelo site da entidade e posteriormente pelo próprio dirigente.
Oficiais da PF compareceram à casa de Marco Polo, que é também vice-presidente da CBF, por volta das 6 horas desta segunda. Foram apreendidos o notebook e o iPod do dirigente, além de documentos. "Estou absolutamente tranquilo", afirmou o presidente da FPF, em entrevista por telefone. "Eu prestei todos os esclarecimentos necessários e fui liberado", completou Del Nero, que ficou cerca de 30 minutos na sede da PF antes de ser liberado.

Del Nero reforçou o teor da nota publicada no site da FPF, negando que o fato seja "relacionado à sua atividade na entidade e de seu escritório de advocacia". "É um assunto particular. Posso garantir que não tem relação com o futebol nem com meu escritório", afirmou Del Nero, que é advogado criminalista.

Apesar de o presidente não dar mais detalhes sobre o caso porque o teor do depoimento "segue em sigilo de justiça", Del Nero foi um dos envolvidos na operação Durkheim, que serviu para desarticular duas organizações criminosas, uma especializada na venda de informações sigilosas e outra voltada à prática de crimes contra o sistema financeiro.

A PF informou que prendeu 33 investigados e cumpriu 87 mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Goiás, Pará, Pernambuco e Rio. Também houve prisões e buscas no Distrito Federal.

Secretaria Municipal de Saúde oferece teste rápido para HIV/Aids na rodoviária de BH

De 26 a 30 de novembro, de 8h às 17h, os interessados podem se dirigir ao segundo andar do terminal no Centro da capital para fazer o exame

Publicação: 26/11/2012 12:49 Atualização: 26/11/2012 13:22
A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) decidiu ampliar os eventos que marcam o Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado no dia 1º de dezembro. De 26 a 30 de novembro, de 8h às 17h, a Coordenação de DST/Aids da SMSA estará no segundo andar da Rodoviária de Belo Horizonte (Praça Rio Branco, 100, Centro) oferecendo teste rápido para HIV/Aids com aconselhamento pré e pós-teste, com encaminhamento para a rede SUS-BH, quando necessário. Além disso, quem passar pelo local irá receber preservativos e informativos.

Além da Rodoviária, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e a Unidade de Referência Secundária (URS) Centro-Sul vão intensificar a oferta de teste rápido para HIV/Aids na suas unidades. A ação acontece durante toda a semana, de 8h às 17h. No dia 1º de dezembro, a Coordenação de DST/Aids também estará, de 9h às 12h, na Praça Rio Branco, distribuindo preservativos, informativos e camisas.

Atualmente, em Belo Horizonte existem 8.087 pessoas em tratamento antirretroviral (residentes e não residentes). No ano passado, foram constatados 523 novos casos de Aids. Este ano, até o momento, foram confirmados 365 novos casos.

Teste

Durante todo o ano, a população tem acesso ao teste rápido para HIV, Sífilis, Hepatites B e C no Centro de Testagem e Aconselhamento, no Bairro Sagrada Família, e na URS Centro-Sul, no Bairro Funcionários. A demanda é espontânea. Os 147 centros de saúde oferecem testes para HIV, Sífilis, Hepatites B e C, com resultado entregue em 20 dias. 

País deve ter o pior crescimento desde governo Collor


Certamente esta notícia pega muitos criticos de prato cheio, o Governo Federal não conseguiu elevar a economia e sendo o último colocado em comparação a América Latina, não simpatizo com o atual governo e sua comandante, mas nem por isso vou estourar champagne em relação a esta crise, os motivos que levaram a esta pífia situação são muitos. Como brasileiro sinto novamente os nossos direitos fundamentais na educação, saúde, segurança, emprego, entre uma enorme gama, muito longe do ideial. O que adianta uma popularidade alta se a nossa situação esta entregue ao escasso.
Marcelo Passos



A presidente Dilma Rousseff deverá encerrar os dois primeiros anos de seu mandato com a segunda pior média de crescimento da história recente do Brasil, só perdendo para o período Collor. No biênio 2011-2012, o crescimento médio anual do Produto Interno Bruto (PIB) do País deverá ser da ordem de 2,1%, considerando uma expansão de 1,52% prevista para este ano pela mediana do mercado financeiro na pesquisa do Boletim Focus, do Banco Central (BC).

Nos dois primeiros anos do primeiro e do segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, essa média foi de, respectivamente, 3,4% e 5,6%, e nos de Fernando Henrique Cardoso, de 3,2% e 2,3%. Já no de Fernando Collor de Mello, ficou em 0,25%.


Economistas alertam para o risco de 2013 piorar o prognóstico para o governo, caso não mude o foco da política de crescimento - hoje baseada no aumento do consumo - passando a incentivar mais o investimento e melhorar a produtividade.


Na sexta-feira (30), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai divulgar os números do PIB referentes ao terceiro trimestre. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, prevê crescimento de 1,2% na comparação com o segundo trimestre.


Lanterna


Em dois anos do governo de Dilma Rousseff, o crescimento da economia brasileira deverá ser o menor entre os principais países emergentes do mundo, incluindo a América Latina.


Levantamento do economista Alcides Leite, professor da Trevisan Escola de Negócios, feito com base em projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI), indica que a economia brasileira deverá crescer no acumulado de 2011 e 2012 próximo a um terço dos países emergentes: 4,2%, ante 11,8%.


No grupo dos Brics, o crescimento brasileiro deverá ser a metade do registrado pela economia russa, um terço do indiano, e menos de um quarto do chinês. “Vamos crescer menos que a África do Sul país que apresenta um nível de desemprego da ordem de 25%”, diz Leite.


Na comparação entre o Brasil e as principais nações latino-americanas exportadoras de commodities, o País também fica para trás. Comparado à Argentina, país exportador de commodities agrícolas e sócio do Mercosul, e ao Chile e Peru, países exportadores de commodities minerais, o crescimento brasileiro ficará próximo de um terço.

Senador Aécio Neves: Joaquim Barbosa mostra que Brasil não se curva

 
senador Aécio NevesPSDB, afirmou que o novo presidente do STF, Joaquim Barbosa, mostra que o país não tem mais "donos do poder".

Aécio: Posse do ministro Joaquim Barbosa

Segundo ele, o primeiro negro a comandar o Judiciário brasileiro é símbolo de um novo Brasil.

“A posse do ministro Joaquim Barbosa é um símbolo do Brasil novo que estamos construindo. Um país onde as instituições não se subordinam aos interesses dos donos de plantão do poder. Todos os brasileiros estão irmanados no sentimento de fazer com que  a administração de Joaquim Barbosa seja também, mais do que o dia de hoje, uma administração histórica para o Brasil”, disse o senador Aécio NevesPSDB, um dos convidados para a posse realizada em Brasília.

Luto. Morre, aos 65 anos, o político Sérgio Miranda

Ex-político foi deputado federal por Minas Gerais entre 1993 e 2006, e, como vereador em Belo Horizonte, criou a lei da meia-entrada para estudantes

A luta contra o câncer do ex-deputado federal Sérgio Miranda de Matos Brito, conhecido como Sérgio Miranda, acabou na manhã desta segunda-feira (26). O político brasileiro faleceu na manhã de hoje, vítima do câncer de pâncreas. Nascido em 23 de novembro de 1947, em Belém do Pará, Miranda tinha 65 anos e faleceu em Brasília.

Filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), Sérgio Miranda foi professor e deputado federal por Minas Gerais por quatro mandatos, entre 1993 e 2006, e chegou a ser indicado como um dos mais influentes da Câmara dos Deputados pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Um dos feitos mais memoráveis do ex-deputado federal foi a atuação na CPI das Fraudes do INSS, na investigação do assassinato dos fiscais do Ministério do Trabalho, além de ter participado da missão oficial à China, em 2000.

Miranda ainda foi vereador em Belo Horizonte entre 1988 e 1992 e assumiu como deputado após renúncia de Célio de Castro (PSB), que se tornou vice-prefeito da capital. Seu principal trabalho como vereador foi a autoria da lei da meia-entrada para estudantes em Belo Horizonte.

Sérgio Miranda ainda foi presidente do PDT em BH e também da Fundação Leonel Brizola Alberto Pasqualini.

Quando adolescente, Sérgio Miranda foi militante comunista e foi expulso do curso de Matemática na Universidade Federal do Ceará (UFC), em 1969, devido ao decreto 477 do governo militar. Ele foi filiado ao Partido Comunista do Brasil por 43 anos, até se desligar em setembro de 2005.

sábado, 24 de novembro de 2012

Boris Casoy e TV Band são condenados a pagar R$ 21 mil a um gari



O jornalista Boris Casoy e a TV Bandeirantes foram condenados pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) a pagar R$ 21 mil de indenização por danos morais a um gari.

A ação considerou improcedente o pedido de apelação da emissora, que defendia não ter responsabilidade pela fala de Boris Caso. Na noite de 31 de dezembro de 2009, após a transmissão de uma vinheta em que o gari desejava Feliz Natal, o apresentador disse, acreditando estar fora do ar: "que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho". O áudio foi ao ar por conta de uma falha técnica.

No dia seguinte à transmissão do telejornal, Boris Casoy se retratou sobre o comentário, que definiu como "uma frase infeliz" e se desculpou no ar. "Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores", afirmou à época.

Para o TJSP, "ainda que sinceras", as desculpas de Boris Casoy não reparavam o dano causado ao gari. Para o relator do processo, o gari "avisou aos familiares que iria 'aparecer na televisão' naquele dia e, infelizmente, juntamente com sua imagem e mensagem de boas-festas, vieram os comentários" do jornalista.

Para a emissora, o jornalista "emitiu opinião própria e desvinculada da edição do Jornal da Band". Além disso, alegou não ter controle sobre o que é dito pelos âncoras em transmissões ao vivo.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

IPVA de 2013 pode ter redução de até 12% em Minas

O mineiro deve pagar entre 10% e 12% a menos de IPVA no ano que vem, praticamente o dobro da queda deste ano, que foi de 5,46% em relação a 2011. O imposto não vai cair. Ele continuará com a mesma alíquota, de 4% para carros de passeio. O que vai ficar mais barato é o valor desembolsado pelo contribuinte, já que incide sobre o preço de mercado dos veículos que, por conta da isenção do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), sofreu desvalorização.

A redução é uma estimativa de consultores do setor automotivo, com base na pesquisa de preços da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), usada como referência pelo governo do Estado para calcular o IPVA. A Secretaria da Fazenda de Minas Gerais não confirma o percentual e informa que os dados ainda estão sendo calculados. Como a tabela é publicada tradicionalmente no primeiro dia útil de dezembro, os mineiros deverão conhecer o valor no próximo dia 3.

Para se ter uma ideia, o dono de um Fiesta 1.0, por exemplo, que custava R$ 30.910 pela tabela Fipe, em novembro de 2011, pagaria R$ 1.236 de IPVA. Hoje, o carro vale R$ 27.140 e o imposto seria de R$ 1.085,60, ou seja, 12,2% menor.

Ontem, o governo de São Paulo divulgou a tabela, com redução média de 8,56% em relação ao IPVA de 2011, mais do que o dobro da queda de 3,75% verificada no Estado em relação a 2010. "Cada Estado tem uma metodologia para o cálculo, mas, como os carros ficaram entre 7% e 10% mais baratos por causa da retirada do IPI, podemos esperar uma queda nessa mesma proporção", destaca o consultor da ADK Automotive, Paulo Garbossa.

Segundo o presidente da Associação dos Revendedores de Veículos no Estado de Minas Gerais (Assovemg), Marlon Vieira, os carros usados tiveram uma desvalorização entre 15% a 20% em relação ao ano passado. "Não é nenhuma vitória Minas ter uma redução do IPVA maior, pois a alíquota é a mesma e o que vale é o preço do carro. Seria melhor o Estado dar um desconto maior", diz.

O desconto para quem pagar o IPVA à vista deve continuar em 3%, um dos menores do Brasil. No Piauí e no Pará, por exemplo, chega a 15%. A alíquota mineira de 4% é uma das mais caras do país. A maioria dos Estados cobra entre 2,5% e 3%.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Barbosa toma posse hoje no STF


Parabéns ao Dr Joaquim Barbosa pela merecida conquista, homem honrado que chega ao posto máximo da Justiça Brasileira, que com garra, disciplina, estudou, formou-se sem ter que recorrer as famosas cotas univertarias, onde comprova que quem quer  vencer corre atrás.
Marcelo Passos

 
 A posse do ministro Joaquim Barbosa hoje na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) já é encarada como um fato histórico. Cerca de 2.000 pessoas, entre autoridades, artistas e ativistas políticos, são esperadas para acompanhar o primeiro negro a assumir o mais alto posto do Judiciário brasileiro. Somados a isso, a origem humilde de Barbosa e seu desempenho como relator do processo do mensalão alçaram o ministro à condição de referência em nível nacional.

Barbosa, que será o 44° presidente do STF, iniciará seu mandato sob forte apoio popular. Como relator do mensalão, o ministro caiu no gosto dos brasileiros ao defender penas duras para corruptores. Em um país acostumado à impunidade, seu papel no julgamento do escândalo tomou grandes proporções, ao ponto de a imprensa mundial já enxergar novos horizontes para a política nacional.

O comando do STF será dividido com o ministro Ricardo Lewandowski, que assumirá oficialmente hoje a posição de vice. Depois de protagonizarem juntos fortes embates no Supremo, Barbosa e Lewandowski prometem uma gestão sem sobressaltos. Anteontem, o vice afirmou que terá um "protagonismo mínimo, ‘low profile’", deixando as decisões para o presidente.

Barbosa foi nomeado para o STF pelo ex-presidente Lula, em 2003. Antes disso, exerceu vários cargos na administração pública federal. Foi membro do Ministério Público Federal, chefe da consultoria jurídica do Ministério da Saúde, oficial de chancelaria do Ministério das Relações Exteriores, dentre outros. Mais cedo, já em Brasília, chegou a trabalhar na gráfica do Senado antes de se formar em direito pela Universidade de Brasília. (UnB).


Origens. Nascido no município mineiro de Paracatu, Barbosa é filho de um pedreiro e de uma dona de casa. Seus amigos e familiares dizem que os estudos sempre foram uma obsessão do ministro, que, paralelamente ao exercício público, construiu uma estreita ligação com o mundo acadêmico.

Além de doutor e mestre em direito público pela Universidade de Paris-II, Barbosa cumpriu o mestrado em direito e estado da UnB. Ele fala quatro idiomas além do português: francês, inglês, italiano e alemão.

Para os moradores de Paracatu, que tenham ou não convivido com Barbosa, o sentimento pelo conterrâneo costuma ser o mesmo: orgulho. A vice-diretora do Colégio Estadual Antônio Carlos - onde o ministro cursou o primeiro grau antes de se mudar para Brasília -, Maria Inês Oliveira, afirma que o novo presidente do STF é tratado como uma "inspiração".

"A gente sempre tem trabalhado o tema dele com os alunos. Temos, inclusive, um projeto chamado Joaquim Barbosa, em que os estudantes farão um portfólio com a biografia dele", diz.

Já o professor e historiador Palmo Bianchi diz que Barbosa fará uma gestão marcante na Corte. "Por ser um afrodescendente, ele teve que abrir caminho no peito, e a inteligência privilegiada dele contribuiu para isso. Ele vai fazer história".

Os conterrâneos dizem que, apesar da vida profissional turbulenta no STF, Barbosa sempre foi uma visita recorrente na cidade. Na juventude, o ministro jogou futebol no Santana Esporte Clube, hobby que ainda mantém. De acordo com os moradores de Paracatu, o ministro já foi visto muitas vezes jogando bola na cidade.

Porém, nos últimos anos, as dores crônicas na coluna e o excesso de trabalho no caso do mensalão o afastaram dos campos.

Senador Aécio: Governo de MG vai acelerar obras federais, mas PT deve ser cobrado

senador Aécio Neves – PSDB – assegura que a transferência para o Governo de MG da execução de obras que são de responsabilidade do PT.
Aécio Neves: Obras federais.

Obras como o Anel Rodoviário, que, por exemplo, dará mais agilidade aos serviços. No entanto, o senador Aécio Neves – PSDB – alerta que os mineiros devem acompanhar o dia-a-dia das obras e a liberação dos recursos.

“Vamos acompanhar a par e passo, dia a dia, para que essas boas intenções anunciadas pela presidente da República se transformem, de fato, em investimentos que visem a minimizar as mortes e a tragédia que viraram, principalmente, as rodovias mineiras”, salientou o 
senador Aécio Neves – PSDB.

Senador Aécio: foco da segurança deve ser na prevenção





senador Aécio Neves – PSDB – defendeu fortes investimentos em prevenção à criminalidade para combater o crescimento da violência.

senador Aécio Neves – PSDB – lembrou que o dinheiro investido em ações de prevenção traz resultados dez vezes mais efetivos na redução de atos criminosos do que os recursos gastos com o patrulhamento por polícias.

senador Aécio Neves – PSDB – citou o programa Fica Vivo!, implantado em Minas Gerais durante sua gestão como governador do Estado. O programa desenvolvido em parceria com a UFMG é focado na redução de homicídios entre jovens nas áreas de maior incidência de violência e tem hoje o reconhecimento da ONU e de autoridades internacionais. O Fica Vivo chegou a reduzir o número de homicídios em até 50% nas regiões em que foi implantado pelo governo Aécio Neves.
                                                                                                
“No Fica Vivo, jovens são ouvidos e recebem atenção de uma rede de profissionais, fazem cursos e são estimulados a conviver em paz uns com os outros. Estudo publicado pelo Banco Mundial/Cedeplar mostra que o gasto para se prevenir um crime violento com este programa é dez vezes menor do que com patrulhamento ativo, tradicional”, afirmou osenador Aécio Neves – PSDB.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Aécio deve comandar o PSDB em 2013

 
Ala mineira lança senador para a presidência da sigla; ele só não assume se optar por indicar aliado de estreita confiança
Ideia é antecipar a exposição nacional do principal nome tucano para a eleição presidencial de 2014 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve assumir o comando nacional do PSDB a partir do ano que vem. Seu nome foi lançado formalmente ao posto por dirigentes da ala mineira do partido e, mesmo aliados de José Serra, seu adversário interno, admitem que, se Aécio quiser, será presidente do PSDB. 

O senador é a principal aposta dos tucanos para disputar a Presidência da República em 2014. A ideia é usar o espaço institucional que ele teria como presidente da sigla para antecipar sua apresentação, especialmente nas regiões Norte e Nordeste.
Como comandante do PSDB, Aécio poderá usar 40 propagandas semestrais na TV a que o partido tem direito para divulgar suas plataformas.

Procurado, Aécio não negou a articulação. Disse, via assessoria, que não está "pleiteando" a presidência do PSDB, mas que não "tomará nenhuma decisão sem antes consultar FHC, Sérgio Guerra, o governador Geraldo Alckmin [SP] e José Serra".

O tucano só não ficará com o cargo se optar por emplacar um aliado de sua estrita confiança, que seguisse suas orientações. Segundo alguns tucanos, com essa composição Aécio teria mais flexibilidade para tocar as negociações por alianças em 2014

A articulação para emplacar o senador mineiro no comando da sigla tem o apoio do atual presidente da sigla, deputado Sérgio Guerra, e foi oficializada pelo presidente do PSDB em Minas Gerais, deputado Marcus Pestana.

"Se depender de mim, Aécio será meu sucessor", disse Guerra à Folha ontem.

Em artigo publicado anteontem no jornal mineiro "O Tempo", Pestana defendeu que o partido realize um congresso nacional no primeiro semestre do ano que vem para redefinir seu programa -parte da agenda de "renovação" pregada pela sigla.

"Poderíamos culminar na convenção nacional com a eleição de Aécio Neves para a presidência nacional do partido, apontando claramente, sem nenhuma ambiguidade, que o PSDB travará o bom combate em 2014", diz o deputado, no fim do texto.

Em outubro, Pestana sugeriu em texto entregue a Sérgio e ao ex-presidente FHC, diretrizes para a realização do congresso tucano, mas não mencionou a condução de Aécio à chefia da sigla.
 
ALA PAULISTA

Nesse texto, Pestana sugere que o partido promova encontros estaduais e municipais para redefinir sua bandeira. A propostas é muito semelhante às apresentadas, este mês, por duas alas do PSDB paulista. Todos os documentos defendem a "renovação" do partido e atualização de suas propostas após os debates com as bases.

Em São Paulo, a pauta da renovação no PSDB ganhou força após a derrota de Serra na disputa à prefeitura este ano. Aécio pregava a "refundação" da sigla desde a derrota do rival para a presidente Dilma Rousseff, em 2010.

Se em 2010 Serra saiu enfraquecido da eleição, o naufrágio deste ano lhe tirou ainda mais fôlego. Nos bastidores, serristas defendem, que o melhor seria buscar uma composição com Aécio. Mas não sabem se Serra faria isso.

"É cedo para falar em sucessão, mas não há nada a se estranhar. Aécio é um nome de exposição nacional, que poderia vir a ser [presidente da sigla]", disse o ex-governador Alberto Goldman, do grupo de Serra.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/79229-aecio-deve-comandar-o-psdb-em-2013.shtml 

Arquivo do blog