Artigos? Envie para o email marcelopassossenador@gmail.com

Pesquisa Web

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Morre Ernesto Paulelli, o "Arnesto" de Adoniran Barbosa

Morreu na tarde desta quarta-feira, 26, aos 99 anos, um dos personagens mais famosos da música brasileira: Ernesto Paulelli. Ou melhor: Arnesto, aquele do samba de Adoniran Barbosa (1910- 1982). 


De acordo com a família, ele estava internado desde a última sexta-feira, 21, no Hospital Sancta Maggiore, após fraturar o fêmur. O enterro ocorrerá às 10h desta quinta-feira, 27, no Cemitério do Araçá.

Arnesto deixa dois filhos, dez netos e nove bisnetos. E uma fama de furão - como assim, convidou o Adoniran para um samba e deu o bolo? - que passou a vida a desmentir. “O Adoniran era um fanfarrão. Nunca o convidei para um samba em casa”, contou durante uma entrevista em 2010.

Uma vez, aliás, Arnesto cobrou, mesmo sem estar com uma baita de uma “reiva”, satisfação do próprio músico pela “história mal contada”. A resposta veio pronta, como se preparada, na voz rouca característica dele. “Arnesto, meu amigo, se não tivesse mancada, não tinha samba. Segura essa pra mim!”.

Arnesto e Adoniran se conheceram em 1938, quando ambos trabalhavam nas rádios paulistanas. O primeiro bate-papo foi no estúdio da Record, então no 13.º andar da Rua Conselheiro Crispiniano, no centro de São Paulo. “Ele logo me chamou de Arnesto”, costumava frisar. “E disse que meu nome dava samba.” A homenagem veio quase 20 anos depois, em 1955. “Foi a maior emoção da minha vida”, dizia ele, que sempre gostava de brincar que a música foi sua “segunda certidão de nascimento”, pelo poder que teve em “mudar” seu nome.

Relíquia

Até o fim da vida, Arnesto guardou, com orgulho daqueles de brilhar os olhos, um presente valioso que ganhou de Adoniran: a partitura número 001 - como ele mesmo reforçava, com os dois zeros antes do um - do Samba do Arnesto. Com dedicatória do amigo compositor: “Ao acadêmico Ernesto Paulella (sic), a quem dediquei esta composição quando do seu lançamento, em maio de 1955. Homenagem do autor, Adoniran.” Lúcido mesmo com a idade avançada, ele costumava cantarolar o samba que o consagrou com frequência, sempre que lhe pediam.

Autodidata por convicção, Arnesto nunca parou de estudar e era dono de rebuscado vocabulário - e um conversar repleto de inteligentes trocadilhos. Depois de dedicar-se ao comércio na maior parte da vida adulta, aos 60 anos realizou o sonho de ser diplomado em Direito. Advogou até os 90, quando, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), decidiu “pegar mais leve” e se aposentar.

E a música? Se para o amigo Adoniran, era profissão, para Arnesto o violão jamais passou de hobby. “Sempre toquei ‘de ouvido’. Só agora, depois dos 90 anos, é que estou estudando teoria musical”, disse ao Estado na entrevista concedida em 2010.

Sua última aparição em evento público foi em evento organizado pela Secretaria de Estado da Cultura em homenagem ao centenário de nascimento de Adoniran Barbosa, em 2010, no Auditório Ibirapuera. Ah, em tempo: Arnesto nunca morou no Brás - passou a vida na Mooca.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2014/02/27/interna_nacional,502576/morre-ernesto-paulelli-o-arnesto-de-adoniran-barbosa.shtml

Obras de Chico Xavier vão Passar por Processo de Preservação

Foi anunciada nesta quarta-feira pelo Ministério Público Federal uma série de medidas para a preservação da obra do médium Chico Xavier na cidade de Uberaba, Região do Triângulo Mineiro. O acordo feito entre o MP e o filho adotivo e herdeiro de Chico, Eurípedes Humberto Higino dos Reis, determina a realização e organização de todo o patrimônio cultural do médium, além de definir as medidas de preservação para a proteção de cada obra de forma separada ou em conjunto.

Equipes técnicas deverão ser contratadas por Higino para a realização adequada de preservação e catalogação dos bens deixados por Chico. Eles serão treinados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A Fundação Cultural de Uberaba e o Instituto Estadual de Patrimônio Artístico (IEPHA) deverão acompanhar e supervisionar os trabalhos para a validação da preservação.

De acordo com o procurador da República Thales Messias Pires, "o acordo, fruto do consenso entre o Ministério Público e Eurípedes Higino, vai garantir o pleno conhecimento, a organização e a proteção do legado de Chico Xavier". Todas as obras do médium estão localizadas na Casa de Chico Xavier, museu particular onde a população encontra livros, esculturas, imagens sacras, fotografias e objetos.

Os trabalhos devem começar em 60 dias e devem ser finalizados em no máximo um ano e oito meses. O acordo será encaminhado para a 1° Vara Federal para a homologação judicial.

Fonte: Portal UAI

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Jovem é amarrado em poste após tentativa de furto no Santo Antônio

Garoto teria ficado por cerca de meia hora no local; porém, antes mesmo da chegada da polícia, alguém acabou o soltando

Um menor acusado de furto foi amarrado em um poste no bairro Santo Antônio, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, no início da tarde desta quarta-feira.

Na internet, a imagem do rapaz preso estava associada à uma legenda que afirmava que o garoto, não identificado, teria tentado furtar um veículo estacionado na esquina das ruas Marquês de Paranguá e João de Freitas, em uma região que seria constante alvo de ações de bandidos. 

Conforme a 124ª Companhia do 22º Batalhão da Polícia Militar (PM), que responde pela região, a situação realmente aconteceu. Uma viatura chegou a ser deslocada para o local, porém, quando chegou o garoto já não estava mais no poste. Como a vítima da tentativa de roubo também já havia ido embora, nenhum registro foi feito sobre o caso.

Segundo as informações de uma advogada que trabalha na região, ele foi amarrado pelo dono do veículo que sofreu a tentativa de furto. "Quando eu cheguei, ele já estava amarrado com lacres plásticos, cheio de gente na rua. Tinha uma senhora ligando insistentemente para a polícia", detalhou a jovem que preferiu não se identificar. 

Segundo ela, testemunhas disseram que o garoto e um companheiro estavam quebrando vidros dos automóveis, quando um deles foi segurado por uma vítima e o outro fugiu. Após mais de meia hora com o garoto amarrado, e aguardando a chegada da polícia, os moradores foram surpreendidos por um motociclista que surgiu para resgatá-lo. "Ele parou no meio da rua, veio com cara de mal e as pessoas até se afastaram. Ele desceu da moto, soltou o garoto e eles foram embora. Acho que na hora, no susto, ninguém anotou a placa", disse a testemunha. 

Conforme a advogada, o garoto não falou nada enquanto esteve preso. "Trabalho lá perto, e a situação no bairro é absurda, os roubos são constantes. Pouco depois disso, quando cheguei na empresa, descobri que nosso motoboy mesmo tinha acabado de ser assaltado. Levaram R$ 4 mil, o celular e o relógio dele. Eram três pessoas", lamentou. 

Justiça com as próprias mãos é crime

Embora muitos apoiem ações como essa ocorrida nesta quarta em Belo Horizonte e também no Rio de Janeiro, fazer justiça com as próprias mãos é considerado um crime. 

Conforme o artigo 345 do Código Penal "fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permite: Pena - detenção, de quinze dias a um mês, ou multa, além da pena correspondente à violência", diz o artigo. Entretanto, se não há emprego de violência, somente se procede mediante queixa.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/jovem-%C3%A9-amarrado-em-poste-ap%C3%B3s-tentativa-de-furto-no-santo-ant%C3%B4nio-1.795209

Em 60 dias, ônibus para o aeroporto de Confins é assalto pela 6ª vez

Três bandidos invadiram o coletivo em Venda Nova; assaltantes fugiram com quase R$ 3 mil e vários pertences de passageiros e funcionários

Mais uma vez, no espaço de dois meses, um ônibus que levava passageiros para o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi assaltado. O caso aconteceu nessa terça-feira (25), quando o veículo passava pela região de Venda Nova.

O motorista da empresa Unir, responsável pelo serviço, contou à Polícia Militar que saiu do terminal rodoviário, no centro da capital mineira, com destino ao aeroporto quando, na rua Gabirobas, no bairro Vila Clóris, o ônibus foi invadido por três homens, um deles armado.

Os criminosos anunciaram o assalto e começaram a recolher os pertences das vítimas. Juntando objetos e dinheiro de passageiros e funcionários que estavam no coletivo, os assaltantes levaram R$ 2.930 em dinheiro, sete celulares, um iPad, um notebook, uma câmera fotográfica, um relógio, um perfume e vários documentos, como carteiras de identidade e cartões de crédito.

Após recolher o material, o trio fugiu. Militares realizaram rastreamento na região, mas nenhum suspeito foi identificado ou localizado.

Em entrevista ao Portal O TEMPO há exatamente uma semana , representantes da Unir informaram que também estavam assustados com o número de assaltos envolvendo os veículos da empresa.

Por sua vez, a Polícia Militar informou que as operações e blitze que já eram realizadas na região foram potencializadas para coibir a ação de bandidos. Além disso, a corporação afirmou que, em parceria com a Polícia Civil, já estava trabalhando para tentar identificar e localizar os assaltantes. 

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/em-60-dias-%C3%B4nibus-para-o-aeroporto-de-confins-%C3%A9-assalto-pela-6%C2%AA-vez-1.795110

BHTrans perde recurso e fica sem poder multar

Nova derrota na batalha judicial enfrentada pela BHTrans na busca pelo poder de multar motoristas de Belo Horizonte. O Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou mais um recurso ajuizado pela empresa, que solicitava a volta da caneta e do bloquinho de multas aos fiscais.

Em decisão publicada na última terça-feira (25) em seu site, o STF negou um pedido de reclamação feito pela BHTrans contra decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A empresa alegava que o STJ não teria competência jurídica para julgar o processo que extingue a autuação por parte dos agentes de trânsito.

“Nessa nova tentativa, a BHTrans pediu ao Supremo uma liminar para suspender a decisão do Superior Tribunal de Justiça, argumentando que a matéria é constitucional e que assim deveria ser apreciada pelo STF e não pelo STJ”, explicou o advogado constitucionalista Otávio Túlio Pedersoli Rocha.

Segundo ele, o Ministério Público Federal foi ouvido e discordou da BHTrans. “Não houve usurpação de competência do STF no caso”. Em seguida, o relator do processo no Supremo, ministro Luiz Fux, não aceitou a reclamação.

Mais um recurso

Agora, o STF ainda vai julgar um recurso extraordinário feito pela BHTrans solicitando, novamente, o retorno dos fiscais às ruas de BH. Não há prazo para que este recurso seja apreciado. “Em resumo, a matéria ainda não está decidida em caráter definitivo, mas foi mais uma derrota para a BHTrans que, por enquanto, está perdendo a batalha judicial”, observou Otávio Túlio.

O poder de multa foi questionado pelo Ministério Público em 2009. A BHTrans é considerada uma empresa de economia mista e não teria legitimidade constitucional para autuar, o que deve ficar a cargo, apenas, de órgãos 100% públicos.

Assim, a BHTrans segue operando apenas como empresa de engenharia de tráfego, cuidando do planejamento do trânsito e da fiscalização do transporte coletivo e do serviço de táxi. Multar infratores fica a cargo da Polícia Militar e da Guarda Municipal. A Procuradoria Municipal da prefeitura foi procurada, mas não se manifestou.

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/minas/bhtrans-perde-recurso-e-fica-sem-poder-multar-1.221976

Arca do tesouro é descoberta por casal nos EUA

Um casal de californianos teve uma grata surpresa: um tesouro de moedas de ouro, avaliado em US$ 10 milhões (R$ 23 milhões), estava enterrado em seu quintal.

O casal, que permanece no anonimato, se deu conta de uma saliência no gramado de sua casa, aos pés de uma árvore, e viu que se tratava de uma caixa de metal. Com a ajuda de uma pá, tiraram a caixa e encontraram "muitas moedas de US$ 20 em ouro", que datam da segunda metade do século 19.

As informações foram divulgadas pela empresa de numismática Kagin's, que assessora a venda de moedas valiosas.

Depois da primeira caixa desenterrada, "encontraram os restos de outras caixas, mais escondidas" e, após algumas idas e vindas utilizando um detector de metais, chegaram a "um total de oito caixas com mais de 1.400 moedas de ouro" dos Estados Unidos.

Além do tamanho, o tesouro impressiona por seu perfeito estado de conservação após mais de 100 anos sob a terra. As moedas serão vendidas em breve no site da Kagin's e na Amazon, informou a empresa. O valor de uma delas, que data de 1866, é de US$ 1 milhão.

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/arca-tesouro-%C3%A9-descoberta-casal-nos-eua-151438037--sector.html

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Efeitos da greve dos onibus em BH

Em Belo Horizonte, as estações Barreiro, Diamante, Venda Nova e Vilarinho seguem paralisadas

A greve dos trabalhadores do transporte coletivo também causa transtornos em cidades da Grande BH. Passageiros chegaram a esperar mais de uma hora nos pontos de ônibus. Também há relatos de escolas que tiveram de suspender as aulas. Representantes dos trabalhadores do transporte coletivo e do sindicato patronal vão participar de uma reunião na tarde desta segunda-feira no Ministério Público do Trabalho, na capital.

Em Betim, a situação ficou complicada no início da manhã. De acordo com Marcelino Antônio Alexandre, presidente do Sindicato dos Rodoviários da cidade, na parte da tarde os funcionários vão acatar a determinação judicial de garantir 50% da frota circulando e 70% no horário de pico. “Atingimos o objetivo na parte da manhã de 70% de funcionários parados. Depois ficou tranquilo. Liberamos os rodoviários para ficarem dentro da lei. À tarde apenas 30% vão aderir ao movimento para não termos problemas”, explicou.

Segundo Marcelino, os rodoviários estão confiantes de que seja aberta uma negociação em reunião no MPT, nesta tarde. “Provavelmente deve ter alguma proposta dos patrões. Caso não tenha, vamos manter a paralisação e vamos parar tudo”, disse. De acordo com a Transbetim, empresa que administra o trânsito na cidade, houve tumulto e atrasos na parte da manhã, mas agora o movimento está normalizado. 

Em Ribeirão das Neves, a situação foi mais tranquila. A empresa Saritur, responsável pelos ônibus na cidade, informou que 80% dos passageiros foram trabalhar normalmente. Houve atrasos em algumas viagens, porém, todas as linhas funcionaram nesta segunda-feira. 

Problemas de atrasos também foram registrados em Contagem. Passageiros relataram que chegaram a esperar por mais de uma hora um veículo da linha 102 (Jardim Industrial / Maracanã) no Bairro Bandeirantes. Normalmente, o coletivo demora aproximadamente 10 minutos. Por causa do atraso, o carro chegou lotado na Estação Eldorado. 

A paralisação também causou problemas em algumas escola da cidade. Por meio do Facebook, a Escola Municipal Machado de Assis, no Bairro Amazonas, informou que as aulas estão suspensas por causa da greve. A Prefeitura de Contagem ainda não sabe quantas instituições foram prejudicadas. 

Balanço na capital 

A BHTrans divulgou às 14h um novo balanço da paralisação em Belo Horizonte. Considerando todo o sistema de transporte coletivo convencional, o sistema de transporte está funcionando com 39% das viagens programadas, abaixo do que determinou a Justiça.

Conforme a empresa que administra o trânsito na capital mineira, 20% das linhas do sistema estão operando normalmente, ou seja, cumprindo mais de 70% das viagens programadas. Outros 39% operam parcialmente, cumprindo entre 30% e 70% das viagens, e 41% das linhas operam precariamente, quando não são realizadas nem 30% das viagens programadas.

As estações Barreiro, Diamante, Venda Nova e Vilarinho seguem 100% paralisadas. Já na Estação São Gabriel, apenas as linhas 807 e 8350 estão paralisadas. 

Reunião no MPT

Representantes dos trabalhadores do transporte coletivo e do sindicato patronal vão participar de uma reunião na tarde desta segunda-feira no Ministério Público do Trabalho na capital. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte (STTRBH) e Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) foram convidados para um encontro às 15h na sede do MPT, conforme as entidades. A expectativa é de que seja realizada uma rodada de negociações entre as partes. 

A categoria reivindica reajuste salarial de 21,5%, jornada de trabalho de seis horas, ticket de alimentação com 30 folhas no valor de R$ 15 e piso salarial com valor 30% acima do motorista do transporte convencional para os condutores do BRT/Move. A última greve dos rodoviários aconteceu em 2012 e durou quatro dias.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/02/24/interna_gerais,501546/paralisacao-de-onibus-provoca-atrasos-em-viagens-e-fecha-escola-em-cidades-da-grande-bh.shtml

Carnaval: Estradas são teste de paciência

Quem se prepara para pegar a estrada neste Carnaval deve ter atenção redobrada. Além do já esperado aumento no fluxo de veículos, levantamento feito pela reportagem de O TEMPO apontou que quase metade das rodovias federais que cortam Minas Gerais possui trechos com más condições de trafegabilidade. Ao todo, 23 das 47 estradas da União – 48,9% – apresentam segmentos precários ou regulares, com buracos, erosões, estreitamento de pistas ou pavimentos desgastados. Os transtornos, somados à possibilidade de chuvas, são um alerta para quem vai curtir a folia em cidades do interior do Estado ou no litoral.

Além dos problemas de tráfego, motoristas precisarão ter paciência com os reparos nas pistas. Dezenove das 47 rodovias federais que cortam o Estado - 40,4% – possuem trechos em obras, seja de duplicação, manutenção ou operação tapa-buraco, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

“Os motoristas podem se preparar porque vão ter congestionamentos. Esperamos um movimento recorde neste ano”, afirma o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Aristides Júnior.

Embora a situação melhore em relação às rodovias estaduais, condutores que enfrentarão essas rotas também precisarão estar atentos. Das 349 rodovias estaduais, 53 apresentam algum tipo de restrição de tráfego, seja por rompimento de aterros, deslizamento de encostas, queda lateral de pista, buracos ou erosões. Além disso, quatro estradas estão interditadas, segundo o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG). A MG–232, por exemplo, está interditada próximo à MG–010, em Morro do Pilar, na serra do Cipó.

Também merecem atenção as más condições da pista na BR–040, entre o Anel Rodoviário da capital e Conselheiro Lafaiete, na região Central. Já a BR–116 apresenta pontes estreitas próximo a Muriaé e a Leopoldina, na Zona da Mata.

A BR–135 está em obras perto de Montes Claros, no Norte, e de Curvelo, na região Central. A BR–262, por sua vez, apresenta, além de obras, erosões e buracos na pista, em diversos trechos ao longo do Estado.

Uma das vilãs de todo feriado, a BR–381 também tem obras no Vale do Aço e na região Central. As situações mais precárias, porém, estão na BR–365, no Alto Paranaíba, onde o pavimento está desgastado, e na BR–367, no caminho para o litoral da Bahia, onde há 80 km de estrada de terra.

Policiamento. Começa hoje a operação especial de pré-Carnaval da PRF nas principais estradas de Minas. Com o reforço de policiais de outros Estados, haverá intensificação de blitze e fiscalizações em vários trechos. A Polícia Militar Rodoviária também promete aumentar o efetivo em 50%.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/estradas-s%C3%A3o-teste-de-paci%C3%AAncia-1.793781

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Homem tenta sem sucesso ser devorado por dois tigres na China

PEQUIM - Um homem na China sobreviveu a uma particular tentativa de suicídio, ao tentar, sem sucesso, ser devorado por dois tigres de Bengala, e agora está recebendo tratamento antidepressivo, informou nesta terça-feira (18) um jornal chinês.

Segundo o jornal financeiro de Chengdu, Yang Jinhai, de 27 anos, subiu em uma árvore e saltou para a jaula dos tigres, no domingo passado no zoológico da cidade, na província de Sichuan, a sudoeste da China.

Os visitantes, chocados, observaram Yang fazendo movimentos exagerados e tentando por 20 minutos incitar os tigres.

O chinês, que está desempregado, tem transtornos de saúde mental, segundo seu irmão.

"Disse a eles que me mordessem, que devorassem a minha carne, que eu não me defenderia", declarou Yang ao jornal.

No entanto, embora os felinos tenham chegado a arranhá-lo com suas garras, principalmente na parte de trás do pescoço, não mostraram maior interesse em devorá-lo.

Depois, os funcionários do zoológico utilizaram tranquilizantes para acalmar os tigres e puderam tirar o suicida frustrado da jaula.

"Só apresentava vários ferimentos pequenos", informa um boletim médico.

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/noticias/bizarro/homem-tenta-sem-sucesso-ser-devorado-por-dois-tigres-na-china-1.219526

Mulher toma 'shake' por oito meses e perde os movimentos das pernas

Motivo, segundo os médicos, foi uma beriberi hipovitaminose causada pela falta da vitamina B1 no organismo, presente no arroz, legumes e verduras, o que afeta o sistema nervoso


Uma jovem de 20 anos perdeu os movimentos das pernas após fazer uma dieta em que ela consumia apenas ''Shake e chá'' , nas principais refeições por um período de oito  meses, no Espírito Santo.
O objetivo da auxiliar de laboratório Karina Gonçalves era perder 10 kg e ficar pronta para o carnaval. Sem acompanhamento médico, ela perdeu 13 quilos, mas com um grande susto.

Na última quinta-feira (14), quando voltava do trabalho para a casa, a jovem tentou andar, mas não sentia mais os movimentos das pernas. Agora passa o dia inteiro sentada e só consegue se movimentar com a ajuda da mãe.

Karine parou de comer e fez uma alimentação a base de líquidos. Atualmente, ela se arrasta pela casa e só consegue se movimentar com a ajuda da mãe. “No café da manhã, comia um pão light com leite. No almoço e na janta, tomava shake e chá. Não sentia fome por causa dos remédios que inibiam o apetite. Vi que estava dando resultado e continuei durante oito meses. Minha mãe e minhas amigas diziam que eu era louca, mas não ligava. Fiz tudo sem orientação médica.”, disse a jovem.

Karine foi parar em quatro hospitais e foi atendida por oito médicos diferentes. Depois de informar qual era a dieta e realizar vários exames, os médicos descobriram a doença.

O motivo, segundo especialistas, foi uma beriberi hipovitaminose causada pela falta da vitamina B1 no organismo, presente no arroz, legumes e verduras. Isso afeta o sistema nervoso e, no caso da Karine, as pernas ficaram sem receber estímulos. “Isso aconteceu porque ela fez uma dieta errada.

Em dez dias, Karine deve voltar a andar, mas vai precisar de tratamento e  reeducação alimentar.

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/brasil/mulher-toma-shake-por-oito-meses-e-perde-os-movimentos-das-pernas-1.790805

Ladrão amarrado em poste e espancado no MS

Depois de tentar roubar uma casa no centro do município de Sidrolândia (MS), a 60 Km da capital, Campo Grande (MS), um homem de 38 anos foi amarrado em um poste e agredido pelo dono do imóvel e por vizinhos.

Antônio Mendes Sá, que já tem passagem por furto em veículo, havia pego objetos da casa da vítima e foi visto ao tentar sair do local, por volta das 4 horas de domingo, 16 . Na residência estavam o dono, a esposa e a filha de 18 anos de idade.

Houve uma briga entre ambos e Antônio, que é conhecido como "Maninho", foi imobilizado com a ajuda de vizinhos do local. Ele foi agredido, teve as mãos e os pés amarrados, e vários ferimentos pelo corpo.
O ladrão, segundo a Polícia Civil ainda teria sido amarrado a um poste, dentro da casa que tentou roubar e desamarrado assim que a Polícia Militar chegou.

A Polícia Civil em Sidrolândia também informou que Antônio será autuado por tentativa de furto. O proprietário da casa invadida teria agido por "instinto", e não será indiciado.

Caso semelhante de "justiça com as próprias mãos" aconteceu no dia 31 de janeiro, quando um adolescente de 15 anos foi amarrado num a um poste na zona sul do Rio de Janeiro. Ele seria autor de furtos na região. Um grupo conhecido como "justiceiros" seria o autor da violência.

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/ladr%C3%A3o-amarrado-poste-espancado-ms-202600365.html

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Minas terá registro de ocorrências pela internet a partir de abril

Delegacia Virtual começará a operar com registros de acidentes sem vítimas. Até o fim do ano, comunicação de pessoas desaparecidas e outras ocorrências poderão ser feitas. Governo também anunciou aumento do número de policiais nas ruas

Minas Gerais terá serviço de registro de ocorrências pela internet daqui a dois meses. A implementação da Delegacia Virtual terá início nesta semana e vai custar R$ 2 milhões ao estado. A Polícia Civil estima que cerca de 24% dos atendimentos realizados atualmente poderão ser feitos pela internet. 

O serviço estará disponível a partir de abril deste ano, a princípio registrando somente ocorrências de acidentes de trânsito sem vítimas. A expectativa é de que até o fim do ano a Delegacia Virtual passe a receber também registros de perdas de documentos, objetos, danos, veículos localizados ou recuperados e comunicação de pessoas desaparecidas. A comunicação poderá ser feita por computadores, celulares ou tablets, também com previsão para o fim de 2014. 

Além de aumentar a agilidade e a eficiência no atendimento desses casos, o serviço vai permitir que os policiais civis que trabalham nessas funções atualmente possam se dedicar as às atividades de identificação, investigação e prisão.

EFETIVO NAS RUAS O anúncio da implantação da Delegacia Virtual da Polícia Civil de Minas Gerais faz parte de uma série de ações de segurança pública anunciadas nesta manhã pelo governador Antonio Anastasia. Entre as medidas está o aumento do número de policiais nas ruas.

A partir desta quarta-feira, 800 militares vão integrar os chamados Batalhões Metrópole, que vão atuar na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Cada um deles terá 400 policiais que atualmente trabalham nas áreas de inteligência e no setor administrativo. Os batalhões não terão unidades físicas, mas vão atuar em um conceito de organização virtual, com comandantes que vão deslocar os policiais de acordo com as demandas, como em blitze e abordagens diversas. 

Os policiais irão para as ruas em dias determinados e farão um mapeamento das áreas aonde há mais necessidade de policiamento. Ainda segundo o governador, além do efetivo que passa a atuar nas ruas nos próximos dias, outros 400 PMs do setor administrativos podem ser deslocados em caso de necessidade. Deste modo, a Grande BH terá mais 1,2 mil militares nas ruas.

Também haverá a abertura do Batalhão Acadêmico, formado por alunos do curso de formação de oficiais que vão executar a mesma estratégia dos Batalhões Metrópole. Serão 163 cadetes que realizarão a parte prática do curso em atividades policiais preventivas nas ruas.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/02/17/interna_gerais,499139/minas-tera-registro-de-ocorrencias-pela-internet-a-partir-de-abril.shtml

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Jovem faz campanha para arrecadar dinheiro e tratar câncer nos EUA

Belo-horizontina retirou tumor da cabeça e precisa passar por tratamento com sessões de radioterapia; família criou página na internet para tentar arrecadar R$ 250 mil em fundos

BÁRBARA FERREIRA
ESPECIAL PARA O TEMPO
http://www.otempo.com.br/cidades/jovem-faz-campanha-para-arrecadar-dinheiro-e-tratar-c%C3%A2ncer-nos-eua-1.788945

A história da jovem Danielle Pedrosa, 16, ficou marcada pela coragem e força. Mesmo com tão pouca idade e descrita pela mãe como uma menina tímida, ela tem conseguido lutar contra um tipo raro de câncer e já resistiu a uma complicada cirurgia para a retirada de um tumor na cabeça. O próximo passo também não será nada fácil e veio com mais um obstáculo. O tratamento indicado para Dani – como é conhecida pelos amigos e familiares – só é oferecido no exterior. Para viabilizar a viagem, a família fez uma página na internet para angariar fundos (clique aqui para acessar a página). Em menos de 24 horas, eles já tinham mais de 10 mil seguidores e várias doações.

Tudo começou no feriado do Dia das Crianças do ano passado, quando Danielle começou a sentir fortes dores de cabeça. Entre um pronto-socorro e outro, o diagnóstico não aparecia. Somente no dia 20 de outubro é que a família teve a comprovação da doença. Moradora do bairro Renascença, na região Nordeste da capital, ela tem um tipo muito raro de tumor no cérebro, conhecido pelos médicos como Cordoma de Clivus.

A mãe da adolescente, Lucília Bitar, 38, contou que, desde então, eles têm vivido uma saga entre médicos, tratamentos e hospitais. Na capital, a família não conseguiu especialista para a retirada do tumor, e em 22 de janeiro deste ano, mais de três meses depois da descoberta do câncer, Danielle foi operada na cidade de São Paulo.

O procedimento foi um sucesso, mas as recomendações médicas pegaram Lucília de surpresa. “O tratamento indicado para a minha filha é um tipo diferente de radioterapia e só existe em alguns hospitais dos Estados Unidos”, explica. A mãe ainda revela que os custos dessa radioterapia variam entre US$ 50 mil e US$ 100 mil. Para isso, eles estipularam a meta de arrecadar R$ 250 mil e pretendem embarcar em no máximo 15 dias.

“A Dani é uma menina muito especial. Ela tem muitos amigos e quase todos que nos procuram estão oferecendo ajuda”, conta a mãe emocionada. Agora, eles também esperam a solidariedade daqueles que não conhecem a família. Para isso, foi criada uma página no Facebook contando um pouco da história de luta e pedindo doações. Até o fechamento dessa edição, eles ainda precisavam de R$ 237 mil.

Luta contra a doença incentiva adolescente a ajudar pessoas

Danielle Pedrosa vive como qualquer adolescente de 16 anos. Ela é aluna do 2° ano do ensino médio e sempre teve o sonho de entrar na universidade. Lucília Bitar, mãe de Danielle, revela que ela ainda não sabe o que pretende cursar, mas que sempre foi estudiosa e que tem planos para o futuro.

Depois do câncer, ela também passou a ter novas ideias e, junto com a mãe, pretende voltar dos Estados Unidos e se dedicar a trabalhos sociais. Além disso, Danielle é muito religiosa e pretende atuar diretamente na igreja em que frequenta, no bairro Belvedere, na região Centro-Sul da capital. “Neste ano, ela está focada em ajudar as pessoas, seja quem for. Queremos ir aos hospitais, ser voluntárias, ajudar o próximo para recompensar tudo o que fizeram por nós”, diz Lucília.

Lema. Os familiares têm muita esperança, e a frase que marca essa etapa é “Já deu tudo certo”, lema criado pelos parentes da jovem.

Informações bancárias
Banco Itaú
Agência 4875
Conta poupança 13944-8/500
Danielle de Oliveira Pedrosa
CPF 135.988.556-05

Eduardo Campos elogia Aécio Neves

BRASÍLIA  -  “Mantivemos sempre uma relação de muito respeito, de respeito mútuo. Pela capacidade que ele mostrou ao gerir o Estado de Minas Gerais e deixar Minas Gerais como deixou, com os mineiros felizes”, disse nesta sexta-feira o pré-candidato a presidente da República Eduardo Campos (PSB) sobre seu adversário Aécio Neves (PSDB). O discuro aproxima ainda mais os dois candidatos da oposição ao governo Dilma.

Campos, governador de Pernambuco, falou sobre a união dos dois oposicionistas durante reunião do Diretório Nacional do PPS, partido que recentemente declarou apoio à sua candidatura. Ele foi questionado sobre a possibilidade de se aliar aos tucanos no segundo turno da eleição pela deputada estadual Luzia Ferreira, do PPS de Minas Gerais, uma pessoa muito próxima do presidenciável do PSDB.

Na resposta, Campos não disse claramente se está trabalhando por uma aliança entre seu partido e o PSDB. “Convivo com Aécio e sou amigo de Aécio há muitos anos. Nós nunca esperávamos viver um ano de 14 como vamos viver. Tivemos um momento muito bonito no processo da redemocratização, quando ele acompanhava o doutor Tancredo [Tancredo Neves, avô de Aécio] e eu acompanhava o doutor Arraes [Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos]”, respondeu o pernambucano.

Eduardo Campos falou ainda sobre a aliança que tem com Aécio há anos na cena política de Minas Gerais. Os partidos fizerem uma aliança, que também teve participação do PT, para eleger em 2008 o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda – hoje está no PSB, mas já foi filiado ao PPS. Disse que Aécio teve “capacidade de reunir forças quando ele teve um gesto com o PSB, e o Fernando Pimentel do PT também teve, de se encontrarem”, disse Campos.

Depois do evento, Campos não quis responder se está trabalhando por um acordo com o PSDB.


© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico. 

Leia mais em:

http://www.valor.com.br/politica/3430824/eduardo-campos-elogia-aecio-neves#ixzz2tJpyPpsw

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Economia gerada na capital daria para abastecer BH por oito dias

A redução diária do consumo de energia em Minas foi de 4%, o equivalente a 340 megawatts, valor 6% superior ao ano passado; no domingo os relógios devem ser atrasados em uma hora

O Horário de Verão chega ao fim neste domingo (16) e os mineiros devem se lembrar de atrasar os relógios em uma hora. Já foram 43 vezes que a medida para economizar energia foi adotada no país e as empresas energéticas já contabilizam a redução nos gastos. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) registrou uma economia de 0,5% no Estado com os 119 dias de Horário de Verão. Segundo a empresa, a economia é suficiente para abastecer Belo Horizonte por oito dias.

A redução diária do consumo de energia em Minas foi  de 4%, o equivalente a 340 megawatts, valor 6% superior ao ano passado. Segundo a Cemig, essa energia é suficiente para atender uma demanda de uma cidade de 750 mil habitantes, o que equivale à soma das cidades de Juiz de Fora e Sete Lagoas.

De acordo com o engenheiro de planejamento do sistema elétrico Wilson Fernandes Lage, da Cemig, o objetivo do Horário de Verão é reduzir a demanda de energia no país, principalmente no horário de pico, que vai das 18h às 22h. Nesse período, a iluminação pública é ativada e as famílias retornam para casa, aumentando assim o consumo de energia elétrica com a utilização de eletroeletrônicos, chuveiros e demais aparelhos.

“Para os consumidores residenciais e comerciais, a economia é percebida na menor utilização da iluminação artificial. Eles poderiam ter um consumo de até 5% a mais na fatura mensal de energia, caso não houvesse o Horário de Verão”, afirma o engenheiro.

Períodos

Desde 2008, por meio do Decreto 6.558, foram fixadas datas para seu início e término: definiu-se que, todos os anos, a medida entra em vigor sempre à zero hora do terceiro domingo de outubro e se estende ao terceiro domingo de fevereiro. No ano em que houver coincidência entre o domingo previsto para o término do Horário de Verão e o Carnaval, o encerramento ocorre no fim de semana seguinte.

No Brasil

De acordo com avaliações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), para o Horário de Verão 2012/2013 a economia no sistema elétrico interligado brasileiro foi de 4,5% de redução na demanda máxima ou 2.477 MW, o que equivale à soma do dobro da carga de Brasília, 75% da carga de Curitiba e 10% da carga de Palmas, no Tocantins. Essa redução de demanda seria suficiente para abastecer uma cidade com cinco milhões de habitantes no horário de ponta.

Já a redução do consumo de energia atingiu 250 megawatts médios, correspondentes a soma de 25% do consumo mensal de Brasília, 10% de Curitiba e 2% de Palmas. Essa redução foi incorporada ao armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas brasileiras, representando uma economia de R$ 200 milhões, se calculados pelo custo médio de geração térmica.

Também nessa avaliação, o ONS divulgou como benefícios econômicos do Horário de Verão permitir a racionalização de investimentos em geração e/ou transmissão para o atendimento ao aumento de carga do período de verão, evitando o investimento de construção de usinas termelétricas a gás natural, para atender ao horário de ponta, da ordem de US$ 1,9 bilhão.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/economia-gerada-na-capital-daria-para-abastecer-bh-por-oito-dias-1.788229

Regulamento da Conmebol prevê até eliminação de clubes em caso de racismo

Tinga, do Cruzeiro, foi alvo de insultos racistas no jogo contra o Real Garcilaso

A Conmebol prometeu analisar possíveis punições ao Real Garcilaso após insultos racistas de torcedores do clube peruano direcionados ao volante Tinga, na partida contra o Cruzeiro, na estreia das equipes na Copa Libertadores. De acordo com o Regulamento Disciplinar da entidade sul-americana, a equipe peruana pode, em um julgamento mais rigoroso, ser até desclassificada da competição.

O artigo 12 do estatuto norteia sobre punições em casos de discriminação e comportamentos similares. No segundo parágrafo, o documento diz que “qualquer associação membro ou clube cujos torcedores realizem os comportamentos descritos no parágrafo anterior (qualquer tipo de discriminação) será sancionado com uma multa de ao menos US$ 3 mil (R$ 7 mil)”.

Dependendo do caso, o órgão pode impor sanções “como jogar um ou mais jogos de portões fechados, a proibição de jogar uma partida em um estádio determinado, concessão da vitória do encontro pelo resultado que se considere, a perda dos pontos e a desclassificação da competição”, como descrito no terceiro parágrafo do artigo 12.

No Twitter, a Conmebol pediu calma à torcida celeste. 

“Sobre o tema de racismo em Real Garcilaso e Cruzeiro. A Confederação Sul-americana analisará o tema e possíveis sanções pertinentes. Pedimos tranquilidade aos torcedores do Cruzeiro. Sabemos que é repudiante”, manifestou-se.

Para o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Zveiter, a pena neste tipo de situação sempre deve ser rigorosa.

“Episódios como este envolvendo o Tinga devem ser tratados e combatidos aplicando sempre penas graves. Discriminação não cabe no mundo, muito menos no esporte. O clube tem que ser punido de maneira exemplar para que isso não volte a acontecer”, prega Zveiter, em entrevista so Superesportes.

Fonte: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2014/02/13/noticia_cruzeiro,276501/regulamento-da-conmebol-preve-ate-eliminacao-de-clubes-em-caso-de-discriminacao.shtml

Consumidores de sete bairros de BH ficarão sem água no próximo domingo

Consumidores de sete bairros de Belo Horizonte terão o fornecimento de água interrompido na manhã do próximo domingo (16). Segundo a Copasa, o abastecimento será cortado no Alípio de Melo, Frei Eustáquio, Inconfidência, Ipanema, Primavera, São José e São Salvador, na região Nordeste. e no bairro Castelo, região da Pampulha.

Ainda de acordo com a Copasa, o fornecimento será suspenso para a realização de serviços de substituição de três registros na avenida Abílio Machado. A previsão é que o abastecimento seja normalizado, de forma gradativa, a partir das 16 horas de domingo.

Fonte: http://www.hojeemdia.com.br/minas/consumidores-de-sete-bairros-de-bh-ficar-o-sem-agua-no-proximo-domingo-1.218148

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Com 61kg, modelo é chamada de gorda

E recebe conselho para trabalhar como plus size


Madeline Hill, uma modelo norte-americana de 19 anos recebeu a crítica mais odiada por qualquer mulher: "você está gorda". A sua balança não apontava isso. Com 61 quilos e Índice de Massa Corporal (IMC) de 18,8, ela está com peso compatível para a idade e para a profissão que exerce. No entanto, o agenciador de Madeline disse a ela que ela poderia ser uma novidade no mundo das passarelas, mas que estava gorda demais.

Nas passarelas desde os 15 anos, Madeline vivia fazendo dietas mirabolantes para manter o peso. Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, ela contou como recebeu a notícia. "Dei risada. Porque achei estranho, mas principalmente porque achei a afirmação absurda". O que poderia soar como uma ofensa acabou virando a nova profissão de Madeline. Ela deixou a dieta à base de verduras, frutas e tofu (queijo de soja) e virou modelo "plus size".

Ela agora luta para promover a beleza natural das modelos e acabar com a imposição do perfil de modelos magérrimas. "As modelos precisam entender que têm direitos", afirma Madeline. Com o fim da preocupação com o peso, Madeline agora usa manequim 40-42. Ela é mesmo gorda ou o recrutador está maluco? 

Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/blogs/vi-na-internet/com-61kg-modelo-%C3%A9-chamada-gorda-e-recebe-145159750.html

Gravidez de gorila dá a BH primeira gestação da espécie no continente

Teste confirmou gravidez da fêmea, companheira de Leon; gorilas foram trazidos à capital em outubro de 2013 e fazem companhia a Imbi, viúva de Idi Amin


O casal de gorilas Leon e Lou Lou, que habita o Zoológico de Belo Horizonte desde outubro do ano passado, estão à espera de um filhote. A notícia de um teste positivo de gravidez foi divulgada nesta terça (11) pela assessoria do local e, se confirmada, será o primeiro registro de uma gestação da espécie em um zoológico sul-americano.

A princípio, os biólogos e tratadores perceberam algumas mudanças no comportamento de Lou Lou, como sonolência e rejeição de alguns alimentos. Segundo Carlyle Mendes Coelho, veterinário e diretor do Jardim Zoológico, foram também observadas alterações no ciclo menstrual da fêmea, o que levou a equipe a realizar um teste de gravidez – o mesmo feito por humanos —, cujo resultado foi positivo.

A reprodução de gorilas em cativeiro não é algo comum. Segundo informações do site Gorila Land, apenas 28 gestações foram registradas em 2013. Porém, Coelho avalia o fato como esperado, pois os gorilas são saudáveis e em idade fértil, apesar de terem chegado à capital mineira há menos de quatro meses.

Leon, de 14 anos e 200 kg, pertencia ao Zoológico Loro Parque, de Tenerife, na Espanha e é da subespécie gorila da planície, que corre risco de extinção. Já Lou Lou, de 9 anos e 80 kg, veio de Cantebury, na Inglaterra. Além dos dois, o Jardim Zoológico de Belo Horizonte também conta com a gorila Imbi, viúva de Idi Amin, falecido em 7 de março de 2012.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/gravidez-de-gorila-d%C3%A1-a-bh-primeira-gesta%C3%A7%C3%A3o-da-esp%C3%A9cie-no-continente-1.787372

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Rodízio no abastecimento faz moradores de Pará de Minas estocarem água

População enfrenta transtornos por causa do racionamento e fica sem água até para o banho

A falta de água é tão comum em alguns bairros de Pará de Minas, no Centro-Oeste do estado, que os moradores sempre buscam se precaver. Eles enchem barris e outros recipientes e garantem estoque para quando as torneiras secarem. A dona de casa Marília Gláucia Rocha, de 35 anos, mora com cinco filhos em um dos bairros mais problemáticos, o Santa Edwiges. Procura deixar sempre cheios quatro baldes, mas, no último fim de semana, até esse estoque acabou. O motivo foi a interrupção do abastecimento entre sexta-feira e as 16h de domingo. “Moro aqui há 13 anos e nunca tinha ficado tanto tempo sem água”, contou.

A família de Marília ficou o sábado passado inteiro sem tomar banho. No dia seguinte, ela pediu água a vizinhos. “As plantas estão morrendo”, disse, apontando os vasos no chão do quintal. Uma das filhas, a pequena Maria Luiza Paz, de 5 anos, mostra os pontos que tomou na mão direita, cortada há três dias. “A gente não tinha nem como lavar para ver o ferimento”, queixou-se a mãe. A água voltou no domingo, mas faltou de novo a partir das 8h de ontem. No início da noite, a situação ainda não havia se resolvido.

Na mesma rua de Marília, a dona de casa Terezinha de Jesus, de 60 anos, chega a perder o sono por causa do problema. “Quando falta, a água geralmente volta de madrugada. Uma noite, na semana passada, fiquei acordada, esperando. Ela chegou às 3h da manhã. Corri para encher a caixa e os filtros”, contou. A caixa a que se refere é um recipiente de cimento no quintal, cuja água é usada para lavar roupa e o banho. Como a tampa não é grande o suficiente para tapar o reservatório, o líquido está sujo, com insetos boiando na superfície. “O vento traz sujeira”, reconhece.

Segundo Terezinha, a falta de água é mais frequente desde o fim do ano passado. “Antes deixava de chegar umas duas vezes por semana. Agora, é quase todo dia”, reclama. Ela mora com duas filhas, três netos e o genro, que costuma trazer galões que fica cheio com a cisterna da casa da mãe: “Ontem ficamos sem tomar banho até oito e meia da noite, quando a água chegou e corri para encher a caixa. Os filtros haviam secado e tivemos de comprar água”.

Outro bairro problemático é o Recanto da Lagoa. A dona de casa Maria Célia da Silva Santos mora na região há cerca de 30 anos. “Sempre sofri com a falta de água, mas há dois meses ficou pior. No fim do ano passado faltou durante quatro dias”, recorda. Ela disse que as torneiras secaram por volta das 9h de sábado. Célia comemorou quando o abastecimento foi restabelecido domingo à tarde, mas, a alegria durou pouco: foi novamente suspenso na manhã de ontem.

Maria Célia mora com o marido e um inquilino. Apesar de ter duas caixas de 500 litros cada uma, também adota a estratégia da maioria dos moradores: faz reserva com um tambor de 200 litros. “Às vezes, os vizinhos vêm pedir água. Eu dou. Fico com dó”, diz.

Também moradora do Recanto da Lagoa, a dona de casa Maria Mendes, de 62, fica ansiosa para ouvir o barulho da água caindo na caixa. “Quando ouço, já levanto para encher as vasilhas. Quando acordo, a primeira coisa que faço é abrir a torneiras”, afirma. As vasilhas são os recipientes que servem de estoque, como um garrafão de 20 litros, baldes e até uma das duas máquinas de lavar roupa. “Além de tudo, tem que ficar vigiando para não criar dengue”, disse.

Maria mora com um filho, uma filha, o genro e um neto. “Fico mais tempo sem água do que com. Toda semana falta. Hoje (ontem) ela chegou às 4h30 ou às 5h e acabou às 9h30. Aproveitei para encher as vasilhas vazias, para o caso de amanhã não ter”, contou ela, que reaproveita a água suja para aguar plantas, passar pano na caso e lavar o quintal. “Economizo o máximo que posso”.

REVEZAMENTO
A Copasa informou, por meio de nota, que “manobras de abastecimento tornaram-se necessárias” em Pará de Minas “para que todos os imóveis, inclusive em regiões mais altas, recebam água”. Funcionários que trabalham na cidade informaram que é feito revezamento entre os bairros. Todos os dias o abastecimento de alguns bairros é interrompido. Entre as 8h de anteontem e as 8h de ontem, a medida foi tomada em 10 bairros, incluindo o Recanto da Lagoa e o Santa Edwiges.

Segundo a empresa, o município está em região de “pobreza hídrica, entre duas bacias hidrográficas, o que agrava os reflexos da estiagem”. Para tanto, mantém quatro pontos de captação na cidades, mas os mananciais estão abaixo dos níveis normais. Para tentar minimizar a falta de água, a empresa perfurou 17 poços artesianos nos últimos dois anos, mas “apenas sete se mostraram viáveis”. O órgão planeja interligar o sistema de abastecimento local ao da região metropolitana.

Economize Água
Feche a torneira ao escovar os dentes ou fazer a barba
Varra a sua calçada, em vez de lavá-la
Tente tomar banhos rapidamente
Deixe talheres e pratos de molho antes de lavar
Elimine vazamentos em casa
Acompanhe o consumo mensal na conta de água, estabelecendo metas de redução
Use mangueira com esguicho do tipo revólver

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/02/11/interna_gerais,497108/rodizio-no-abastecimento-faz-moradores-de-para-de-minas-estocarem-agua.shtml

Prefeitura de Contagem censura marchinhas de Carnaval

Concurso promovido pelo Executivo veta manifestações sobre órgãos e entidades públicas

Músicas com críticas político-sociais vão ficar de fora do concurso de marchinhas promovido pela Fundação de Cultura de Contagem (Fundac), na região metropolitana, para resgatar o pré-Carnaval da cidade. O texto do 1° Edital Carnavalesco, evento que prevê ajuda de custo de R$ 1.000 para dez blocos da cidade que se inscreverem até a próxima sexta-feira, prevê que a temática da competição “será livre, porém está proibida qualquer tipo de manifestação de desapreço a órgão ou entidade da Administração Pública Direta e Indireta, a grupo social, organizações, pessoas físicas e instituições privadas”.

Membro do Maria Baderna, bloco que sai às ruas independentemente do apoio do poder público, Marcelo Dias Costa não vê sentido na restrição e ressalta que “a marchinha tem na sua origem a crítica e a sátira, que incluem humor e irreverência”. Segundo ele, os participantes não concordaram com a forma usada para estabelecer a valorização da festa.

“Não concordamos com a política de falso resgate da fundação de cultura. Eles tomaram as decisões de cima para baixo, sem diálogo com a população”, afirmou Costa. O bloco já conta com cerca de 50 participantes.

Outro grupo que não pretende se inscrever é o Butequeiros”. Membro do bloco, Rafael Mendes avalia que a forma como a prefeitura fez o texto deixou o Carnaval muito institucionalizado. “Somos um grupo de amigos que há três anos sai para as ruas de Contagem para brincar. Não queremos institucionalizar esta festa”, contou.

Questionada pela reportagem, a Fundac informou que todos os itens do edital do concurso foram estabelecidos em conjunto com os representantes dos blocos e da Fundac, e com demais pessoas ligadas ao Carnaval. “A proposta não é um concurso, é um incentivo da prefeitura para resgatar esta tradição”, argumentou a presidente Renata Lima.

Para o sociólogo João Batista, professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais, a proibição fere a liberdade de expressão. “Até porque é a oportunidade de a sociedade fazer críticas, muitas vezes trabalhando com o humor. Como o Carnaval é uma manifestação cultural popular, as pessoas devem se manifestar de forma livre, sempre respeitando o direito do outro, claro.”

Cadastrados na prefeitura, os blocos Gato da Madrugada – fundado por alunos da Escola Estadual Maria Coutinho e da Fundação de Ensino de Contagem – e Funekeiros se juntaram e organizaram o Se Eu Fosse Você. João Paulo Nascimento, um dos fundadores do Gato da Madrugada, espera até 600 pessoas no desfile. “Para propagar a diversidade sexual, estamos convidando os homens a se vestirem de mulher e as mulheres, de homem”, contou.

Serviço. 
Os grupos desfilam no próximo sábado, em evento denominado Meu Bloco na Rua. Os locais de concentração são definidos por cada bloco, mas o destino é o mesmo – a praça da Glória, no bairro Eldorado, a partir das 18h. O show de encerramento, com a banda Pura Harmonia, e a premiação do concurso vão ocorrer no mesmo local. O primeiro lugar vai receber R$ 3.000. Segundo e terceiro colocados também serão premiados, com R$ 2.000 e R$ 1.000, respectivamente.

Ensaios em BH
Até o próximo dia 1°, blocos de rua que vão desfilar no Carnaval deste ano em Belo Horizonte poderão ensaiar no espaço localizado na avenida Cristiano Machado, 3.450, no bairro União, na região Nordeste de Belo Horizonte, conforme informou ontem a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur). Interessados

em utilizar o espaço devem fazer o agendamento pelo e-mail eventos.belotur@pbh.gov.br, com cópia para diretoria.belotur@pbh.gov.br, com o assunto “Ensaio Blocos de Rua”. Após receber a confirmação da Belotur, o responsável pelo bloco deve ir à sede do órgão para assinar um termo de compromisso. Os ensaios podem acontecer às quintas-feiras e sextas-feiras, das 18h às 22h, e aos sábados e domingos, das 14h às 18h.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/prefeitura-de-contagem-censura-marchinhas-de-carnaval-1.787059

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Para poucos: Roberto Carlos lança livro fotográfico no valor de R$ 4.500

Cantor anunciou detalhes do novo projeto a bordo do cruzeiro comemorativo dos 10 anos do "Emoções em Alto Mar"

O rei Roberto Carlos está ampliando os rumos de sua carreira. De acordo com informações da coluna Retratos da Vida, do jornal "Extra", o cantor vai lançar um livro com fotografias inéditas e mais de 500 letras originais no valor de R$ 4.500 cada unidade. O anúncio do novo projeto do rei Roberto Carlos foi realizado durante o cruzeiro comemorativo dos 10 anos do 'Emoções em Alto Mar'. 

Com tiragem limitada de 3 mil exemplares, a publicação, que foi impressa na Itália, possui pouco mais de 400 páginas. Porém, os fãs do cantor presentes a bordo puderam garantir o livro por R$ 4.000, onde 500 cópias foram disponibilizadas para reserva. A publicação será lançada oficialmente em abril. 

Roberto Carlos ainda aproveitou a ocasião para esclarecer a decisão judicial de proibir a circulação de sua biografia não autorizada, escrita por Paulo César de Araújo. "Um biógrafo, por melhor que ele escreva, aquilo que eu vivi é propriedade minha. Logicamente, ele tem direito à vendagem de livros, mas a comercialização da minha história não é direito do biógrafo, é um direito meu", contou o cantor.

Em 2006, a editora Planeta lançou "Roberto Carlos em Detalhes", de Paulo César de Araújo, um compilamento de 16 anos de pesquisas com mais de 200 entrevistas com pessoas que fizeram parte da vida do cantor, mas Roberto repudiou a publicação afirmando que haveriam informações mentirosas. Ele entrou com um processo, pedindo que retirassem de circulação a obra em 2007.

Fonte: http://www.otempo.com.br/divers%C3%A3o/roberto-carlos-lan%C3%A7a-livro-fotogr%C3%A1fico-no-valor-de-r-4-500-1.786660

Morre cinegrafista da 'Band' atingido por explosivo em protesto no Rio

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, Santiago Ilídio Andrade teve morte encefálica no Hospital Souza Aguiar; ele foi atingido na cabeça quando registrava um protesto

O cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, de 49 anos, da TV Bandeirantes, que foi atingido por um rojão num protesto no Rio de Janeiro na última quinta-feira (6), sofreu morte cerebral na manhã desta segunda-feira (10).

As informações são da Secretaria Municipal de Saúde.

Enquanto registrava o confronto entre manifestantes e policiais durante protesto contra o aumento do preço do ônibus, no Centro da cidade, ele foi atingido na cabeça por um artefato explosivo.

Andrade sofreu afundamento do crânio e foi submetido a uma cirurgia após ser levado para o Hospital Souza Aguiar. Desde então, estava em coma induzido.

A explosão foi registrada fotógrafos, cinegrafistas e câmeras de vigilância instaladas no Centro do Rio. Após a divulgação das imagens, o tatuador Fábio Raposo se apresentou na 17ª DP (São Cristovão) no sábado (8) e confirmou à polícia ter passado o rojão ao homem que acendeu o artefato que atingiu o cinegrafista.

O rapaz disse, em depoimento, não conhecer o suspeito de lançar o rojão em meio à manifestação.

No domingo (9), após ter o mandado de prisão expedido pela Justiça do Rio, Fábio Raposo foi detido em casa e levado para a cadeia pública de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

A polícia pedirá que seja feito um retrato-falado na tentativa de identificar e localizar o responsável.

Carreira

Experiente, Santiago trabalhava havia 10 anos na Band, onde participou de diversas reportagens sobre as dificuldades enfrentadas pelos usuários de transporte público na cidade.
A cobertura jornalística do tema – que motivou o início dos protestos no Rio em 2013, após o anúncio do reajuste da tarifa de ônibus – lhe rendeu dois prêmios jornalísticos de Mobilidade Urbana, em 2010 e 2012, ao lado do repórter Alexandre Tortoriello.

Desde 2013, ele registrou para a TV Bandeirantes diversas manifestações na cidade e estava escalado para participar da cobertura jornalística da Copa do Mundo este ano.

Santiago Ilídio Andrade era casado e deixa uma filha e três enteados.

Fonte: http://www.otempo.com.br/capa/brasil/morre-cinegrafista-da-band-atingido-por-explosivo-em-protesto-no-rio-1.786649

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Vaca entra em shopping de BH

Fato inusitado aconteceu no último sábado e foi registrado por um frequentador

A imagem de uma vaca na entrada de um shopping na Região Oeste de Belo Horizonte se espalhou pelas redes sociais nos últimos dias. O flagrante foi feito no último sábado e a foto começou a circular em um aplicativo para celular. Na quarta-feira, um internauta publicou a foto no Facebook e, até o momento, mais de 650 pessoas já compartilharam. Ela também pode ser encontrada no Twitter, onde muitas pessoas comentam o caso.

O Shopping Paragem informou nesta quinta-feira que o caso aconteceu durante a noite, quando a maioria das lojas do estabelecimento estava fechando. O animal se aproximou da entrada principal, pela Avenida Professor Mário Werneck, e teria se assustado com a movimentação, saindo em seguida.

O fato inusitado virou piada nas redes sociais. Alguns sugerem que a vaca queria dar um “rolézinho” no shopping. "Tranquilo, normal ..... estamos em minas (sic) e a vaca tem todo o direito de ir e vir!", diz um internauta. “Se for a mesma que estava no trevo do Bh Shopping, certamente é uma vaca bem consumista...”, brinca outra pessoa.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2014/02/06/interna_gerais,495695/foto-de-vaca-na-entrada-de-shopping-no-buritis-se-espalha-pela-internet.shtml

Ex-diretor do BB é "italiano preso na Itália", diz país europeu

Para estudiosos do direito internacional, chance de extradição de Pizzolato para o Brasil é quase nula

Para a Justiça italiana, o cidadão Henrique Pizzolato, preso nesta quarta-feira, em Maranello, é "apenas um italiano preso na Itália por conta de documentos falsos". Até esta quarta à noite, segundo informou a chancelaria italiana, o governo de Roma não havia recebido nenhum pedido de extradição do Brasil.

“Nosso trabalho foi o de encontrá-lo e prendê-lo. Agora, caberá aos governos da Itália e do Brasil decidir o que fazer”, explicou o coronel Carlo Carrozzo, do departamento de Modena - a província onde se situa Maranello, cidade onde Pizzolato foi localizado e detido.
A chance de extradição, no entanto, é quase nula, na avaliação de estudiosos do direito internacional. “Existe um tratado de extradição entre os dois países, firmado em 1989, mas o que ele diz é que a Itália pode extraditar, se quiser, ou ignorar essa cláusula”, afirma o professor Luiz Fernando Kuyven, de direito internacional do Mackenzie. Como ele, o jurista Walter Maierovich diz que é praticamente inviável a Itália entregar um nacional seu à Justiça de outro país. “O Brasil vai fazer o pedido, mas será um pedido inócuo, para jogar para a plateia”, advertiu em entrevista a uma emissora de rádio paulistana.

Mas, não extraditando, a Itália tem o dever de julgar. Assim, o mais provável é que Pizzolato seja levado a um juiz de primeira instância, em Modena mesmo. Se condenado, pode recorrer em outras duas instâncias superiores. Na avaliação de Kuyven, o processo não é tão demorado: “Pode durar em torno de um ano e meio”.

O problema de Pizzolato é que no julgamento poderão ser levadas em conta as informações repassadas pela Polícia brasileira - ou seja, todo o processo em que foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão, por corrupção ativa, lavagem e peculato. “É o que se chama jurisdição extraterritorial”, explica Kuyven. Na sua entrevista, Maierovich levantou outra possibilidade: a de que, por ter entrado irrregularmente, Pizzolato seja obrigado a deixar a Itália para entrar de novo, com documentação regular. Mas se saísse, “certamente seria preso por autoridades da Polícia Europeia”.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2014/02/06/interna_politica,495612/ex-diretor-do-bb-e-italiano-preso-na-italia-diz-pais-europeu.shtml

Arquivo do blog